Palpite sem moderação!!

Galera, o Palpitando vai chegando a mais uma rodada, rodada essa que fecha o mês de Março. Vamos palpitar:

Segue os vencedores da rodada anterior:
01º Rodrigo – 195 pts
02° Paloschi – 185 pts
03° gkeeper – 175 pts
04° Thiaguinho – 140 pts
05° Sidney / Bülau – 135 pts
06° Blogueiro – 105 pts

Na liderança geral, vejam como está:
01º Rodrigo – 1380 pts
02º gkeeper / Paloschi – 1355 pts
03º Thiaguinho – 1220 pts

No mês de março, Rodrigo acelera como o seu Santos e assume a liderança com 415 pts, gkeeper segue de perto com 400.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta-feira, 24 de março de 2010
21h50 Cruzeiro x Deportivo Italia (VEN) – Libertadores
21h50 Bragantino x São Paulo – Campeonato Paulista

Quinta-feira, 25 de março de 2010
19h30 Volta Redonda x Botafogo – Campeonato Carioca
19h30 Grêmio x Novo Hamburgo – Campeonato Gaúcho
21h00 Botafogo-SP x Santos – Campeonato Paulista

Sábado, 27 de março de 2010
14h00 Roma x Inter de Milão – Campeonato Italiano
14h30 Bayer Leverkusen x Schalke 04 – Campeonato Alemão
16h00 Palmeiras x Mirassol – Campeonato Paulista

Domingo, 28 de março de 2010
16h00 Corinthians x São Paulo – Campeonato Paulista
16h00 Caxias x Internacional – Campeonato Gaúcho
16h45 Milan x Lazio – Campeonato Italiano
17h00 Real Madrid x Atletico de Madri – Campeonato Espanhol
18h30 Vasco x Fluminense – Campeonato Carioca

Anúncios

Libertadores para brasileiros…

Ontem, foi daqueles dias que fico feliz, você liga a TV às 19h e só desliga às 01h30. Foram três jogos de Libertadores com três clubes brasileiros jogando fora de seus domínios, vamos a eles:

Deportivo Itália (VEN) 2 x 2 Cruzeiro: O Cruzeiro perdeu boa chance de sair de Caracas com os três pontos na bagagem, mesmo jogando mal o Cruzeiro teve facilidade em fazer seus gols, já que o time venezuelano é fraquíssimo. Contudo, a Raposa errou muito na defesa e foi castigada com dois gols. O Cruzeiro precisa ligar o sinal de alerta, pois está se complicando dentro do grupo.

O jogo não foi bonito, na verdade beirou o esquisito, pois quando o time venezuelano atacava dava um pouco de naúsea, pois era um time horroroso atacando contra um grotesco defendendo, agora ao contrário era interessante de se ver, o Cruzeiro no ataque tocava bem a bola e tentava envolver a bem postada defesa do Italia.

A solução para passar uma defesa bem postada, foi a raça, em um ecanteio cobrado a bola pipocou na frente da área e Kléber não teve medo de dividir com o zagueiro e guardar dentro do gol. O Cruzeiro abria o placar mesmo sem merecer.

Pelo Italia, o que restava fazer em pelo menos um dos ataques caprichar um pouco mais, e foi assim que o time venezuelano chegou ao empate. Na segunda etapa, uma reprise do primeiro tempo, Kléber conseguiu o gol em um lance de persistência e o Italia foi buscar o empate aproveitando a péssima noite da defesa celeste.

Nacional (PAR) 0 x 2 São Paulo: Se o jogo do São Paulo tivesse sido depois do Cruzeiro diria que o tricolor tinha aprendido a lição do jogo e que tinha que ao menos jogar bem na defesa. O jogo foi ruim, o São Paulo não jogou bem, porém como já havia comentado após a vitória do Once Caldas sobre o time paraguaio, o Nacional é horrível.

O São Paulo veio a campo com a escalação que começou na partida contra a Ponte Preta. De certa forma, foi bom, pois a disposição tática do time me agradou, o São Paulo até tentou nos minutos iniciais dominar as ações do jogo, mas Hernanes não pousou em Assunção, o camisa 10 tricolor teve atuação apagada e junto com ele o time do São Paulo.

Depois do quinze iniciais, o São Paulo abdicou do futebol e tentou deixar o time paraguaio jogar, porque por mais que o time do Nacional tinha maior volume de jogo, o time era totalmente ineficiente, nenhuma grande oportunidade era criada, o time era fraquíssimo. O melhor momento paraguaio foi no início da segunda etapa, porém foi exatamente nesse momento que o São Paulo achou o seu gol e boa jogada de Dagoberto, ele encontrou Washington livre entre a defesa, o matador tricolor teve calma para driblar o goleiro e abrir o marcador 1×0.

O Nacional partiu com tudo na esperança de pelo menos em uma bola baixar um talento inexistente em seus jogadores e o gol sair, da mesma forma o São Paulo começa a melhorar nos contra-ataques. Até que quase no final do jogo Cléber Santana (que havia entrado no lugar de Hernanes no intervalo) lançou Fernandinho (entrou na vaga de Dagoberto) que foi para cima da marcação e encontrou Washington, sempre ele, livre para marcar o seu quarto gol na competição.

Deportivo Quito (EQU) 1 x 1 Internacional: Todos os times brasileiros resolveram jogar mal ontem, aliás apenas o Flamengo parece ter feito uma boa atuação nessa rodada dos brasileiros. O Internacional esteve muito mal na altitude foi presa fácil para o time equatoriano, mas como os outros brasileiros, o Colorado teve pela frente um adversário de qualidade duvidosa.

O jogo teve um panorama parecido com o do São Paulo, o Colorado iniciou o jogo pressionando o adversário e controlando os lances iniciais, porém foi apenas nos primeiros minutos, depois o Deportivo pressionou muito e encontrou uma defesa vermelha parecida com a do Cruzeiro, errando muito, principalmente pelo lado esquerdo em cima do garoto Juan.

E foi assim de tanto tentar, que o time equatoriano abriu o marcador, aos 33 Abbondanzieri afastou parcialmente e Minda guardou no fundo da rede. O gol fez o time equatoriano dar uma pequena relaxada e foi o suficiente para o Inter ir para cima e logo encontrar o empate com Giuliano. Assim terminava o primeiro tempo.

Veio o segundo, e o panorama da partida não mudou o Deportivo pressionando e o Inter se virando como podia, eaí surgiu um nome que não estava tão bem, Pato Abbondanzieri, o experiente goleiro argentino fez excelentes defesas e ajudou a segurar o empate na altitude. O Inter terá na semana que vem um importante jogo para as suas pretensões, qualquer resultado diferente da vitória, faz o sinal de alerta acender.