Drogba, Van Persie e outros medalhões

gerrard-pirlo

Ultimamente alguns renomados nomes do futebol internacional estão sendo especulados para jogar no Brasil. Contudo, entre uma história mais distante, outras que realmente quase aconteceram ou que podem acontecer, as dúvidas que pairam na minha cabeça são, será que vale a pena e porque ainda é tímido a vinda desses jogadores.

Esqueçam aqueles com nacionalidade brasileira, ou seja,  não vale os retornos de Ronaldo,  Roberto Carlos, Kaka, Gaúcho,  Deco e Rivaldo, quantos jogadores de renome internacional atuaram no Brasil?

Ao meu ver, somente Seedorf, e isso porque ele é casado com uma brasileira e sempre nutriu essa vontade de atuar por aqui. Ou seja, algo em nosso futebol não atrai os jogadores de renome.

E vou aqui de longe especular algumas possibilidades, porque essa recusa, trata-se de uma via de mão dupla. Os clubes precisam se interessar muito por esse tipo de reforço e o jogador precisa gostar muito da proposta.

A primeira questão para mim é, o clube brasileiro realmente acha importante trazer um jogador desse tipo?

Eu tenho a sensação que quase todos torcem o nariz para isso, julgam nosso campeonato altamente competitivo e que o jogador desse em final de carreira não conseguiria atuar, e todos os nomes acima mostram que é uma lenda. Nosso campeonato é competitivo, mas fisicamente muito inferior aos europeus, o cara que chega aqui mais veterano ainda possui um ritmo amplamente satisfatório para atuar no Brasil.

Ou seja, dá para arriscar sim em bons nomes para disputar uma temporada por aqui.

Segunda questão é, o jogador europeu tem qual referência e atratividade para jogar aqui no Brasil?

Parece que apenas nossas belezas naturais atraem o estrangeiro, a falta de uma agenda mais organizada, um calendário menos intenso afastam um pouco, além da falta de habilidade de um dirigente em negociar todas essas condições com um jogador.

Vou dar um exemplo bobo para não me prender muito nesses detalhes, será que ninguém faz um contrato com o atleta  sugerindo uma agenda onde ele atuará por no máximo 45 partidas e somente 5 vezes poderá acontecer de jogar duas vezes na semana.

Sinceramente, acho nosso mercado potencial para trazer Van Persie, Sneijder, Pirlo, Drogba, Eto’o, Gerrard, Lampard, entre outros, acho que agregaria não só com práticas que eles tiveram no mercado e poderiam compartilhar com todos, mas para trazer aspectos culturais que são importantes em virtude do país de origem e etc. Além de trazer visibilidade mundial ao ter nomes como esse atuando por aqui.

O Brasil tem capacidade para ser um mercado forte para quem não tem mais espaço nas grandes ligas européias?

E para vocês, porque “os gringos” não vem para o Brasil?

Uma festa portuguesa, com certeza!!

portugal110716

E o clássico post das segundas, será apenas na quarta, diante da nossa rodada “europeizada” com jogos hoje e amanhã. Sinceramente, ainda preciso embasar melhor, mas por enquanto, gosto da ideia dos jogos espalhados, basta pensar que teremos jogo de time da Série A em 08 dias de 09, entre os dias 09/07 a 17/07.

Mas, deixaremos isso para lá, e vamos voltar para a Europa, mais precisamente na Eurocopa, especificamente, Portugal.

Ontem, mais um daqueles capítulos alucinantes que o futebol proporciona foi escrito. Portugal que começou como desacreditado, que precisou da última rodada para se classificar, chegou a final contrariando quase todos os prognósticos e levou. Quase todos, porque vocês bem lembram que eu avisei.

E fez isso tudo, em 120 minutos de uma final, onde por quase 100, seu astro esteve fora. Cristiano Ronaldo sofreu uma dura lesão no início do jogo e se tornou desfalque certo. Fazendo um parentese, sinceramente vi o lance umas 8 vezes, principalmente em velocidade normal que te passa a sensação mais real para quem já jogou bola, a entrada do Payet foi dura, mas absolutamente corriqueira de jogo. Não consigo ver maldade.

Contudo, o baque foi grande, pois Portugal não estava perdendo apenas o seu melhor jogador, mas também aquele que nessa competição assumiu de vez o papel de líder do time.

Mas a seleção pareceu entender que estava ali para fazer história, o time reconheceu suas limitações, foi valente durante os 90 minutos e depois decidiu ir para o jogo na prorrogação e foi premiado com um belo gol de Éder que garantiu a primeira conquista da seleção portuguesa.

Um título que começa pela seleção terceira colocada em 66 na Copa do Mundo, passa pela geração dourada de Figo, Deco e companhia, pelo triste vice campeonato em casa da Eurocopa 2004 sob o comando de Felipão, até chegar na turma de ontem.

E se durante a Euro a dupla Cristiano e Renato Sanches foram fundamentais, ontem, Nani lembrou aquele promissor jogador que ele foi no ínicio de carreira, assim como Quaresma, até mesmo o truculento Pepe, mostra a estrela vencedora que possui.

Por fim, Cristiano conseguiu uma façanha única, levou sua seleção, claramente inferior a várias outras na Euro, ao título. Seu feito, mesmo não participando do jogo final, o coloca em patamar maior ainda como jogador de futebol. Ronaldo não só é o jogador vencedor de Manchester e Madrid, como agora fez uma nação inteira sorrir.

É uma festa portuguesa, com certeza, muito ao feito desse gajo gigante, chamado Cristiano Ronaldo!

Rapidinhas do Camisa 10 – 03.10.2012

Chega de luto… O Flamengo resolveu dar mais uma chance para Adriano logo após uma entrevista onde eles perguntaram quem são seus exemplos. O Imperador disse que era a Hebe, Bob Marley, Garrincha, seu pai e Niemeyer. Como mais nenhum deles irá morrer, Adriano não terá mais nenhuma crise que justifique sua falta.

Qual o limite? Faixa com protesto no Aflitos, confusão no Couto Pereira e uma tremenda falta de bom senso na TV. O problema não está na manifestação individual, mas sim na falta de educação de um povo. O povo brasileiro é mal educado e acha que se esconder na paixão de um time, é desculpa para qualquer barbaridade.

Um problema social.. Fred resolveu usar o twitter para desabafar sobre os problemas com sua BMW X6 e lançou a hashtag #bmwnuncamais. Logicamente, o desabafo virou piada. Incluindo a sugestão para Fred trocar por uma Mercedes de 38 assentos, um motorista e um cobrador que é muito melhor.

Presente de turco… O treinador do Fenerbahce decidiu tornar a vida do craque Alex Cabeção um inferno. Primeiro começou a exigir um posicionamento diferente e depois começou a colocá-lo no banco. Resultado, Alex reincidiu o contrato e deixou o treinador mais tranquilo. O treinador é o maior artilheiro da história do Fener, com o afastamento acabou a preocupação dele. Palmeiras e Coritiba agradecem.

Era só uma brincadeira… Acho que Tite levou a sério a brincadeira de Sheik com o VJ da MTV. Após o atacante deixar a entender que seria melhor o descanso para o mundial, o treinador deu um recado bem claro para Sheik: “Agora é pau dentro!”. O VJ que se cuide.

Pequenos gestos que engrandecem o futebol… Klose mostrou uma atitude que sem querer ser pessimista, mas acho que não verei outro jogador fazer. Era um clássico italiano entre Napoli e Lazio, logo aos 03 minutos Klose instintivamente usou a mão para colocar a bola no fundo das redes, ninguém viu, o juiz validou, porém o atacante prontamente se acusou para o árbitro e o lance foi anulado. Sabe o que mais seu time perdeu 3×0 e essa foi a segunda vez na carreira que ele fez isso.

Vovôs x Garotos. Entre nossas famosas seleções, neste campeonato esse duelo seria bem interessante. Seedorf, Deco, Marcos Assunção, Juninho Pernambucano, Rogério Ceni, Dida, Zé Roberto, Zidanilo, estão gastando a bola e mostrando que Sérgio Reis sempre esteve certo.

Um passo importante para a calmaria… O Palmeiras deu um passo importante para a melhoria no “ambiente interno”. Foi aprovado o direito a todos os associados do clube o direito a voto, dessa forma o conchavo entre os conselheiros perde força e a chance de um candidato que deixe o Palmeiras livre de problemas internos aumenta.

Acabou a maldição!! E não é que os Meninos da Vila chutaram para longe a maldição dos Centenários. Conseguiram faturar a inestimada Recopa Sulamericana após bater a Universidad do Chile por 2×0 na Vila Belmiro, o primeiro jogo tinha sido 0x0. Pronto, os próximos times já podem ficar mais tranquilos.

Está ficando difícil para o Galo.. O cenário das últimas rodadas indica que o Flu vencerá com algumas rodadas de antecedência. O tricolor carioca parece não se abalar durante o campeonato, enquanto todo mundo oscila, inclusive o Galo nesse momento, o time de Fred e cia segue firme sem encantar, mas vencendo quase sempre.

Dúvida da semana. Com Ganso e Luis Fabiano no time, o São Paulo deveria cobrar ingresso para visitar o Reffis?

Pitacos: Recorde de público, Galo e Vasco patinam e o Fluminense agradece.

Galera do blog, a 26ª rodada teve o recorde público em um jogo, no Morumbi mais de 40 mil pessoas foram dar as boas vindas ao Ganso. O Fluminense devagarinho vai abrindo vantagem. Vasco e Galo começam a patinar e o Palmeiras alimenta a esperança. A rodada teve 24 gols, 4 vitórias dos mandantes, 3 empates e 3 vitórias dos visitantes.

O sábado começou com a vitória do Fluminense por 2×1 contra o Naútico. O time não empolga, mas tem conseguido as vitórias, Fred marcou mais uma vez e é o artilheiro do campeonato, Deco voltou a jogar e o Naútico deixa claro como é dependente dos Aflitos. O time pernambucano é o visitante mais querido dos adversários.

Ainda no sábado o Palmeiras teve Marcos Assunção de volta e ficou evidente como o time era dependente dele. O volante fez um gol e deu uma assistência para garantir a vitória por 3×1 sobre o Figueirense. Além disso, os ânimos parecem melhores. A tarefa ainda é dificílima, mas Assunção já dá sinais de que é possível.

Para fechar o sábado a Portuguesa atropelou o Santos por 3×1. A Barcelusa poderia ter feito mais de tão fácil que foi o jogo. É impressionante a Neymardependência do time, o Santos sem o Neymar tem aproveitamento de time rebaixado. LAOR precisa sentar urgente com Muricy e desenhar o processo de contratação e dispensa no elenco.

Botafogo e Corinthians empataram em 2×2. Foi um jogo muito bom, com dois times muito bem montados, o primeiro tempo o Corinthians foi superior, já o segundo foi do time carioca. Seedorf segue sua rotina que após um descanso voltar marcando gols, ontem anotou os dois. No final, empate justo, mesmo com o excesso de presepadas da arbitragem.

Mais de 40 mil pessoas foram ver a apresentação de Ganso e uma péssima partida no Morumbi com Osvaldo o melhor em campo e Lucas apagado que terminou com a vitória por 1×0 do tricolor. Culpa da proposta “apequenada” do Cruzeiro e da falta de talento do São Paulo em superar essa marcação. O time mineiro deve ser o time que mais comete falta no campeonato, pois essa é a sua estratégia.

O Flamengo conseguiu algumas façanhas em Goiânia. A primeira foi ganhar o jogo contra o Atlético-GO, a segunda foi apostar em Cléber Santana como 10 e ter êxito na primeira aparição. A terceira foi ver Love perder um gol incrível. No fim, uma vitória que não muda nada. O Flamengo continua de sobreaviso e o Dragão perigosamente pronto para o rebaixamento.

Em Campinas, tivemos o pior jogo da rodada. Ponte e Vasco empataram em 0x0, aliás o time campineiro está no quarto empate seguido, sendo os dois últimos por 0x0. O jogo foi fraquíssimo, sem nenhum grande lance, para o Vasco o velho dilema ressurgiu, Felipe e Juninho parecem que não ajudam mais o Vasco quando estão juntos em campo.

Galo e Grêmio também empataram em 0x0, mas esse foi um ótimo jogo. Muito pegado, muito brigado, os dois times valorizaram cada jogada, pois sabiam da importância da partida. As duas duplas de zaga foram perfeitas ontem. Marcelo Moreno teve a bola do jogo, mas conseguiu perder com o gol vazio.

O Sport venceu o Coritiba por 1×0. O jogo teve um amplo domínio do time pernambucano. Vanderlei foi muito bem, evitando um placar mais elástico, o gol só saiu aos 47 do segundo tempo em cobrança de pênalti. No fim, os dois continuam como candidatos ao rebaixamento.

Para fechar o Inter fez a lição de casa e venceu o Bahia por 3×1. Após ter tropeçado em seus domínios na rodada passada, o Colorado entrou mais ligado e construiu o placar com muita tranqüilidade. Até Forlan marcou um gol na partida. Na próxima rodada, o Inter enfrenta o Cruzeiro em Minas Gerais para embalar de vez ou patinar mais uma vez.

Rapidinhas do Camisa 10 – 30.11.2011

A volta do Imperador Ainda não estamos falando de futebol. Adriano faltou mais uma vez em um treino devido a uma diarréia. Sua majestade novamente no trono.

Prisão de ventre. Em compensação, Jóbson do Botafogo decidiu que está na hora de parar “de fazer tanta M&#d@”. A dúvida é se ainda dá tempo de sair “cheiroso” depois de tudo que ele fez.

Frase incompleta. Andrés Sanchez disse que “bicho não ganha campeonato”. Ele está certo, só esqueceu de lembrar que apesar de não ganhar, dependendo do bicho ele pode tirar o campeonato de alguém.

Coincidência verde. Incrivelmente, o time palestrino sente uma leveza no ambiente, desde a saída de um jogador, o time melhorou dentro e fora de campo. Pelo jeito, a melhor opção era ter deixado esse “peso” na Gávea no início do returno do Brasileirão.

Matemática tricolor Carpegiani teve quase 60% de aproveitamento, Adilson 46,5% e Leão possui 33,3%. Para a diretoria tricolor, é inegável a melhora com a chegada de Leão, tanto que já inicia-se uma movimentação para que ele continue em 2012. Vai entender…

Alienação tricolor Deco ficou tão chateado com a derrota do Vasco que ficou meio desnorteado. Logo após a derrota, para mostrar que o time não tinha sentido ele colocou em seu Twitter que apesar do resultado o time continuava na briga pelo título e por uma vaga na Liberadores. Apenas lembrando que o time já está garantido na Liberta e já está fora da disputa do título.

Uma questão de gosto Celso Roth pediu demissão do Grêmio, alegando motivos pessoais. O pessoal anda dizendo que este motivo é culinário, parece que atualmente Roth tem preferido um pão de queijo ao invés de churrasco.

Liquidação inglesa Está ficando cada vez mais fácil levar Tevez. Diante de uma determinação da federação inglesa, o Manchester City terá que reduzir seu quadro de atletas de 67 para 40. Tevez é com certeza um dos 27 escolhidos. Pena que Andrés agora está com outras preocupações deixando o voô Manchester-Milão praticamente certo.

Nordeste nas cabeças Sport e Naútico voltaram para a Série A, enquanto o Santa começa a reconstruir sua história e sobe para a Série C, se o Bahia “abrir as pernas” como prometeu para o Ceará. Temos grandes chances de ficarmos com 4 represantes do Nordeste na elite do futebol. Vai faltar estádio!!

Futebol de primeira Falando em Nordeste e Sport, novamente saiu uma decisão favorável ao Sport. Outra vez, o clube foi considerado o único campeão brasileiro de 1987. Mas, essa altura alguém do Flamengo já entrou com um recurso, da mesma forma que o São Paulo escondeu a taça das bolinhas nas profundezas do Morumbi. Viva o Circo Brasileiro do Futebol!

Classificação Atualizada Para os conspiradores de plantão, acessem o site: placarreal.com.br e se divirtam com a possível classificação corrigida caso nossos árbitros fossem melhor preparados. Fiquei com uma pena do Vasco e do Palmeiras. Confiram!!

O merecido título!

Neste campeonato tão equilibrado, chegamos a última rodada com três times ainda na disputa. Corinthians, Vasco e Fluminense.

Nesse momento, sempre surgem as teorias de quem merece ou quem fez uma história digna de um campeão. Bom, vou mostrar um pouco da história desses três clubes ao longo do campeonato para que vocês decidam quem merece.

Vamos começar pelo líder, o Corinthians, que tem como maior trunfo a regularidade. O time ficou 35 rodadas no G4, só esteve de fora na primeira rodada. Ficou 22 rodadas em primeiro lugar. Em um campeonato, onde todos oscilam, o time conseguiu passar por essa fase e não despencar na tabela.

Na minha opinião, se o título vier, o principal responsável será Andrés Sanchez. O presidente corintiano bancou a permanência de Tite e mostrou que estava certo em sua aposta. Na sequência, o mérito deve ir para Tite. O treinador aproveitou o apoio irrestrito da presidência para montar o time a sua forma. Conseguiu não precisar de Adriano, conseguiu barrar o até então intocável Chicão. Montou um esquema de forte pressão na marcação, só possível quando um treinador conquista a confiança de todos.

Pode ser que o time fique pelo caminho, mas estará bem contada sua história nesse campeonato.

Seguindo agora, vamos ao Vasco. O time da Colina talvez possua a história mais dramática a ser contada. Foi esse mesmo Vasco que começou o ano apanhando de todo mundo no campeonato carioca, sob a batuta de PC Gusmão. Dinamite resolveu trocar por Ricardo Gomes e deixar o treinador trabalhar. O simpático treinador encontrou no elenco do Vasco uma semelhança com ele, todos estavam desacreditados, era hora de reverter esse quadro.

O trabalho começou a ser feito e ainda no próprio Carioca o time chegou a disputar a final, não levou, mas recuperou a estima. Veio então a grande cena do time, a Copa do Brasil. O time foi firme, mostrou um futebol coletivo aliado a alguns talentos individuais, como o incrível Dedé. Faturou a Copa do Brasil e firmou de vez sua volta ao topo. Porém, o time que jogava um Brasileiro tranquilo e até despreocupado, viu seu líder sofrer um AVC. E o motivo de tristeza, trouxe força novamente ao time e a decisão que seu líder merecia um prêmio, um presente para a sua recuperação.

O time veio para o returno com outra atitude e decidiu ganhar as duas competições restantes para homenagear seu líder. O time até agora continua vivo nas duas competições e poderá até fazer um filme deste ano histórico, caso seja o campeão.

Restou o Fluminense, que nos últimos anos tem se especializado em destruir regras, teorias, matemáticos e afins. Em 2009, a arrancada para escapar do rebaixamento após ser condenado pelos matemáticos. Em 2010, Corinthias e Cruzeiro disputavam o título e o Flu faturou o caneco. Esse ano, novamente, o Flu faz um returno formidável e tem o “endiabrado” Fred disposto a derrubar novamente os matemáticos.

O time joga hoje o melhor futebol do Brasileirão. Deco, Fred e Sóbis estão gastando a bola e também não ficaria feio para o campeonato se o título parasse em mãos tricolores.

E aí, quem merece mais?