E se o campeonato acabasse na 09ª rodada?

Egidio, jogador do Palmeiras durante partida contra o São Paulo, válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2015 em São Paulo-SP, 28/06/2015, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Sport seria o campeão!

Com um empate contra a Chapecoense fora de casa, o Leão da Ilha faturaria o caneco. No G4 terminariam ainda Atlético-MG, São Paulo e Grêmio. Galo e o time tricolor gaúcho estão na crescente nessas últimas rodadas. O mineiro tem começado a dar indícios daquele Galo envolvente da Copa do Brasil.

Já os gaúchos parecem despertados após a efetivação de Roger, Giuliano e Luan estão em ótima fase e já acumulam três vitórias seguidas. Já o tricolor paulista parecer sofrer do mesmo mal de sempre, o time dá indícios do seu potencial qualitativo do elenco e de repente cai no marasmo que gira em torno do time a cinco anos. O time é forte e chega para disputar título, mas precisa querer.

Na parte do meio, destaque para Corinthians, Ponte e Inter. O alvinegro paulista já esta muito perto do topo da tabela, depois da debandada de jogadores, Tite vai reorganizando com o que tem e conseguindo somar pontos, o time segue sem holofote, mas está ali rondando o G4.

Já a Ponte se recuperou da primeira derrota e mostra que tirando uma possível limpa que venha a ocorrer para a Europa, o time irá brigar no alto da tabela. Já o Colorado também vai acumulando pontos e aproveitando que ninguém dispara na tabela. Para o Inter, o retorno de D’Alessandro e a fase de Anderson são as melhores notícias para a volta da Libertadores.

Já na parte debaixo, a sensação de que do Goiás para baixo, a luta será essa. O time goiano aliás, segue ladeira abaixo, são 2 empates e 4 derrotas nos últimos jogos. Fora ele, Figueira, Coritiba, Flamengo, Vasco e Joinville estão por lá. O Coxa trouxe algumas peças novas e dá sinais de uma possível melhora, resta saber se é apenas euforia momentânea ou mudança real.

A 09ª rodada terminou com 7 vitórias dos mandantes, 2 dos visitantes e apenas um empate. Foram 22 gols feitos, e o meu craque da rodada é o lateral Egídio que na goleada do Palmeiras sobre o meu tricolor estava inspirado e deu 3 assistências.

E aí, como seria o campeonato para vocês se ele acabasse na 09ª rodada?

Anúncios

Coluna da esquerda, da direita ou centro?

livros

Fala galera do blog, esse fim de semana temos que exercer nosso dever cívico, mas nem por isso, devemos perder nosso querido futebol televiso. O Cadê Meu Camisa 10? separa o que de melhor tem para se assistir nesse fim de semana, guardando tempo para ir votar no Domingo e estocar a cerveja no sábado.

Confiram!

Sábado 04/10

11h00 (Espanholão) – Valência x Atlético de Madrid: Grande duelo na Espanha, o Valencia vem tentando recuperar o posto de terceira força da Espanha, o problema é que ele enfrenta o que seria a atual terceira força, Para piorar, Simeone conseguiu fazer do time madrilenho, uma terceira força que não deve nada a Real e Barça. A recuperação do Valencia pode colocar um tempero no campeonato que dá calafrios em Marina Silva devido a sua polarização.

16h20 (Brasileirão) – Grêmio x São Paulo: Disputa direta pela Libertadores. Promessa de um jogo interessantíssimo. O São Paulo time estrelado mas que ainda busca uma consistência contra Felipão e sua turma, que não tomam mais gols e mesmo com um time inferior aos da parte de cima, parece que não sai mais do G4. Para o São Paulo servirá como recuperação e demonstração de que é possível esse time encantar e ganhar, para o Grêmio e mostrar que Felipão nasceu para treinar o tricolor gaúcho.

18h30 (Brasileirão) – Cruzeiro x Internacional: A famosa final antecipada. Mentira, gente. Mas é o duelo entre líder e vice do campeonato. O Cruzeiro parece na sua fase pior, não que ela esteja ruim, e o Inter parece em grande fase. A tendência é que o Inter tropece, como sempre tem feito nessa hora, ou será que chegou a vez de D’Alessandro e cia responderem em campo e colocarem fogo, enfim, no campeonato.

Domingo 05/10

10h00 (Inglesão) – Chelsea x Arsenal: Clássico na Inglaterra. Os Blues são favoritaços no jogo, o que pode ser bom, mas pode ser perigoso também. De qualquer forma, o poderio ofensivo do time de Mourinho, mas a vocação ofensiva dos Gunners, nos levam a crer em gols, muitos gols no jogo, inclusive mais um de Diego Costa. O brasileiro-espanhol vem calando minha boca a cada semana. Achei que era outro Afonso e vem se mostrando um dos melhores centroavantes da atualidade.

13h00 (Italianão) – Juventus x Roma: O duelo dos dois melhores times da Itália, ouso dizer duelo dos times que ainda jogam futebol na Itália. O futebol decadente da bota tomou conta do futebol geral no país, restando apenas a turma de Tevez e do cracaço Pogba contra a turma do incansável gênio Totti, que se tornou no meio da semana, o jogador mais velho a marcar em uma Champions League.

17h15 (Argentinão) – River Plate x Boca Juniors: O jogo em si dispensa detalhes. Clássico quentíssimo em nosso vizinho. Para melhorar, ambos começam a reencontrar o caminho de glórias, o Boca ainda longe, mas doido para encerrar a invencibilidade do rival.

Se o campeonato acabasse na 6ª rodada…. (Pitacos)

deitaerola

Se o campeonato acabasse na 6ª rodada, eu diria que tinha avisado desde o começo.

Tudo bem que ainda faltam 3 jogos para o fechamento da rodada, com exceção de Goiás e Palmeiras, o restante era para estar lá mesmo. Cruzeiro, Inter, Flu, Gremio, SP e Corinthians, são eles que disputaram o topo da tabela.

O Cruzeiro está começando a aquecer os motores e já está na liderança, daqui para frente, ele sempre estará lá, mas esse ano, acho que não consegue a vantagem do ano passado.´

O Inter com Abel, parece os times de Muricy no tricampeonato com o São Paulo, empata fora e ganha em casa e parece não fazer força para isso, eles simplesmente cheguem o mandamento do tio Abel à risca. D’Alessandro não está ilhado esse ano, Aranguiz foi um ótimo reforço e Alex e Alan Patrick às vezes ajudam.

E o Flu, de time que poderia estar sofrendo contra Icasa’s, ABC’s, Sampaio Correa’s e outros, montou um time fortíssimo, com um quarteto ofensivo mais o carismático Walter que são muito fortes, a atuação ontem diante do São Paulo mostrou a força desse ataque, a questão sempre será e quando as suspensões e possíveis lesões tirarem eles de campo, como o Flu irá reagir.

O Grêmio ontem sofreu mais do que o necessário para vencer o Botafogo (que melhorou muito com a chegada de Mancini e Sheik), mas venceu. O Grêmio entre os 6 que considero os mais fortes, é o mais fraco, porém o mais organizado taticamente, com mais variações e possibilidades.

O meu tricolor pode surpreender, mas precisará de $$ para isso. Falta qualidade defensiva ao time, os jogadores que marcam, não sabem marcar. Douglas, Paulo Miranda, Antonio Carlos, Rodrigo Caio, Reinaldo, Edson Silva são esforçados, mas abaixo da crítica, o SP precisa gastar um dindim para trazer boas peças de defesa, porque do meio para frente, tá tudo certo.

E o Corinthians? Ah, o Timão, mais uma vez tropeçou em casa. O time parece arrumado, parece forte, mas não demonstra isso. Ontem, mais um jogo apático, parece que só Guerrero toma choque antes de entrar em campo, os outros foram parecem recém saídos do Walking Dead com mordidas no corpo.

Se o campeonato acabasse hoje, Fluminense e Cruzeiro seriam os meus favoritos, enquanto o Flamengo o grande que precisa acender o sinal de alerta.

Pato estreiou diferente, Messi estreiou em 2014 e surpresas podem estrear na Liberta…

Estreia13032014

Galera do blog, ontem uma quarta-feira recheada de futebol e algumas estréias entre Copa do Brasil, Libertadores e Champions.

Na Champions, os quatro times estrearam um bloco de ressaca pós carnaval que daria inveja na dor de cabeça que a Adriano Imperador, Ronaldo e até o Velho lobo Zagallo sentiram na segunda-feira. Foram jogos chatos, que se arrastaram em campo.

De bom mesmo, só a sensação de que Messi estava realmente se preservando. O argentino buscou mais o jogo ontem, correu bastante, voltou para marcar e se mostrou mais participativo, lembrando o velho Messi. Ou mostrando que Messi, enfim estreiou no ano.

Pela Copa do Brasil, um monte de jogos para começar o campeonato, em um monte de estádios que mostram como é o nosso Brasilzão e nenhuma grande surpresa a não ser o fato de que os dois grandes paulista que jogaram ontem (Palmeiras e São Paulo) não conseguiram eliminar o jogo de volta.

No São Paulo, tivemos a estréia de Pato que mostrou a velha vontade e dedicação de um trabalhador em um emprego novo. De diferente, o fato de que pela primeira vez, ele não marcou em uma estréia, quem sabe não seja um indício para um final diferente do que ele teve nos outros clubes.

Outro fator curioso ontem, foi a vitória do Inter sobre o Remo. Nem tanto pela goleada imposta de 6×1, mas faziam exatos 518 dias que o Inter não conseguia uma vitória sem contar com o meia D’Alessandro.

Pela Libertadores, hoje Furacão e Grêmio entram em campo para encerrar a terceira rodada dos times brasileiros.

Atlético-MG que começou cheio de desconfiança com o trabalho de Autuori faz uma campanha tranquila no grupo e sem sustos. Botafogo e Furacão apesar do grupo embolado possuem dois jogos em casa no returno e também tem tudo para carimbar a classificação.

Grêmio está surpreendendo pela tranquilidade com que vem conquistando pontos no “tal grupo da morte”. Tem tudo para classificar tranquilo em primeiro do grupo.

Agora Cruzeiro e Flamengo se complicaram em seus grupos. O Cruzeiro terá que vencer os dois jogos em casa e buscar pontos na partida fora, ou pode ficar de fora. Para o Flamengo a situação é ainda mais complicada, o rubro-negro possui só mais um jogo em casa e terá que buscar pontos fora para recuperar do empate de ontem contra o modesto Bolivar.

Eu não duvidaria que um dos dois ficariam de fora da próxima fase da Libertadores. E vocês?

Um gol de Keirrison, um desabafo de Walter e uma quase voadora de Aloisio para salvar a 30ª rodada.

Keirrison21102013

E o segundo turno desse Brasileirão parece que não engrenou, nada muda de fato na tabela.

Cruzeiro continua na liderança com folga, mesmo ganhando apenas duas das últimas cinco partidas. Isso tudo porque Grêmio, Furacão e Botafogo não conseguem embalar uma sequência para encostar de vez na Raposa. Na verdade, essa oscilação toda só permitiu ao Goiás e ao Galo chegarem próximo ao G4, aliás o Goiás protagonizou uma das melhores cena dessa rodada.

Walter não comemorou o seu gol, o terceiro do esmeraldino e ainda botou a boca no trombone para reclamar da torcida que foi ao estádio para brigar. O atacante sensação desse campeonato não poupou críticas a atitude da torcida e resumiu tudo como uma grande palhaçada. Walter dá sinais claros de que merece uma chance em um clube de maior expressão, inclusive para que ele seja melhor preparado fisicamente.

Outro lance memorável foi o reencontro de Keirrison com as redes. O atacante que fazia mais de dois anos que não marcava um gol, deixou o seu na importante vitória do Coxa sobre o líder Cruzeiro. Particularmente, nunca me encantei com o futebol do menino, contudo desejo toda a sorte e que ele volte sem mais nenhum problema físico para poder atuar tranquilamente.

O grande jogo da rodada foi o Grenal. Repleto de provocações dos dois lados, o jogo foi brigado como todo Grenal é, mas principalmente foi jogado. Ótima atuação dos dois times, premiando os torcedores com uma partida cheia de variáveis. No final, um 2×2 com Vargas e D”Ale comemorando com provocações e terminando com Renato Gaúcho provocando mais um pouco e dizendo que adorou esse Grenal por isso. Teve a zuação, mas todo mundo se respeitou, sem nenhuma violência.

Da minha parte, concordo com Renato e espero que essa graça no futebol volte, sem que as pessoas precisem levar tudo tão a sério.

Outro destaque foi o jogo do São Paulo que conseguiu segurar a vitória contra Bahia por 1×0. O tricolor paulista jogou com dois menos boa parte da partida, mas conseguiu na superação manter o resultado e levar os três pontos. Além dos três pontos, o time acabou com um tabu de 42 anos em Salvador, abriu sete pontos de vantagem para o rebaixamento e teve a certeza de que o Boi Bandido é completamente louco mesmo. A comemoração do gol dele foi a melhor da rodada.

Fora isso, nenhum outro jogo que mereça destaque, apenas dizer que antes do início de todas as partidas, os clubes se reuniram nos centros dos gramados para reforçar a importância do Bom Senso FC.

Pitacos: A festa do seu boneco!!

Galera do blog, ontem foi dia de futebol na TV e apesar de ainda estarmos na 10 rodada, já dá para cravar quem com certeza estará na briga pelo título. Galo, Flu, Vasco e Corinthians, um deles leva o caneco no final do ano.

Hoje apenas o Corinthians não está no topo, mas é questão de tempo. Ontem o time teve atuação destacada na vitória sobre 3×0 sobre o Flamengo. Sei que muitos falarão que o Flamengo é uma baba e coisa e tal, mas ninguém tinha vencido de forma tão convincente a prancheta de Joel.

O alvinegro venceu por 3, mas poderia ter ganhado por 6. Foi um verdadeiro baile tático e técnico em cima do Flamengo.

Após a ressaca da Libertadores, o Corinthians enfim voltou a apresentar o futebol que levou ao título, mas com um toque de qualidade. Douglas “Seu Boneco” voltou a mostrar o futebol que o consagrou no Corinthians, com dois belos gols, o camisa 15 comandou a vitória sobre os rubro-negros.

Danilo foi outro presenteado pelo seu eterno trabalho de operário. O camisa 20 já soma três gols nas últimas duas partidas do time.

O Corinthians mostrou que é o time mais forte do campeonato e que em breve chegará ao topo da tabela, resta aos outros candidatos ao título, aproveitarem a gordura adquirida nas primeiras rodadas para conquistar o caneco.

Trabalho que vem sendo muito bem executado pelo Galo, acompanhei a partida contra o Internacional e o time mostra sinais de uma postura diferente dos últimos anos. O time tinha chegado com condições nos últimos anos, mas faltava brio ao elenco. Hoje, não.

No jogo de ontem, Guilherme, Leonardo Silva e Bernard mostraram que o Galo não está mais complexado que o time está firme na busca pelo segundo título nacional.

Ontem, o time aproveitou o mal súbito que acomete D’Alessandro algumas vezes e se impôs. Após a expulsão do argentino ainda no primeiro tempo, Cuca botou seu time para cima, para fazer valer sua vantagem numérica e construir o placar da partida.

A vitória de 3×1 sobre o Inter foi contundente não pelo resultado, mas pela postura do time atleticano.

Galo, Flu e Vasco irão seguir firme na busca do título, mas o Corinthians vai chegar.