Simeone e todo o futebol

SPAIN SOCCER PRIMERA DIVISION

E Simeone mais uma vez vê o sonho da Champions ficar distante. E pela quarta vez seguida o algoz é o rival de Madrid, o Real. A vitória por 3×0 no Santiago Bernabéu coloca as chances do time do Vicente Calderon como mínimas.

Diferente das outras vezes. por enquanto foi apenas o jogo de ida, e o Real foi letal, venceu com um triplete de Cristiano e encaminhou mais uma vez aos merengues para a final.

É possível a virada? É. Vai acontecer? Acho dificílimo, só não digo impossível porque é futebol, mas eu ficarei perplexo se o Atlético avançar.  Será maior que o feito do Barcelona nessa mesma Champions.

Contudo, diferente das demais eliminações, essa parecia aquela onde o Atlético chegava “mais inteiro” ou mais confiante, se preferir. Durante todas as outras campanhas, tudo pareceu muito sofrido para Diego Simeone e companhia, a sensação é que era proibido ser fácil e não que tenha sido dessa vez, mas a confiança adquirida nesses últimos anos parece ter refletido na atuação do time, os duelos foram árduos, mas o time não parecia fazer uma força colossal para vencer.

E eis que nessa hora o futebol mostra suas facetas, como disse no texto de ontem sobre a declaração de Eduardo Baptista, não tem culpado, nem errado, o Atlético não achou seu jogo ontem, o Real sim e ainda teve seu astro maior extremamente decisivo. Cristiano Ronaldo não está brilhando esse ano, mas está decidindo no momento que o time precisou, foram 8 gols dos últimos 9 do time na Champions. É disparado o maior artilheiro da Champions na fase de mata mata, são 52 gols contra 37 de Messi e depois dos dois, o mais próximo é Thomas Muller com 19.

O Atlético mostrou que o planejamento, a tática e a técnica são primordiais para te levar nos últimas quatro edições de Champions, a duas finais, uma quartas e uma semi (podendo com um milagre virar final), mas o timing, o instante do jogo tem feito a diferença entre tornar o Atlético um campeão ou não.

O futebol tem sido levemente ingrato com o Atlético por não coroar o time com essa conquista da qual ele tem passado tão perto, mas ao mesmo tempo tem sido fabuloso ao permitir a uma torcida que não imaginava viver esse momento, viver por quatro temporadas seguidas.

Como diria, um “sábio mestre”, a bola dá, a bola tira.

E vocês acham que ainda dá para o Atlético?

 

Você concordou com a seleção da Fifa 2016?

fifapro2016

Com um pouco de atraso, mas vamos falar da seleção da FIFA.

Nessa segunda a Fifa divulgou sua seleção e o melhor do mundo. Sobre o melhor do mundo pouca coisa a comentar, Cristiano foi escolhido e não houve surpresa para ninguém, na verdade a única sensação que 2016 talvez tenha sido o ano que individualmente ficou mais fácil para alguém destronar a hegemonia Messi-CR7, porém ninguém se destacou a esse ponto, e foi Griezmann que disputou com eles.

Porém o atacante francês pecou e errou (pênaltis) nos momentos decisivos e jogaram contra ele, já o português que não teve um ano brilhante tecnicamente, ganhou tudo que era possível, inclusive uma surpreendente Eurocopa por sua seleção. Cristiano não sobrou em campo em 2016, mas ganhou tudo. Como um jogador é feito de suas atuações e títulos, prêmio muito bem dado.

E agora, vamos falar da seleção, os escolhidos foram: Neuer (Bayern Munique); Daniel Alves (Juventus), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Kroos (Real Madrid), Modric (Real Madrid) e Iniesta (Barcelona); Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Suárez (Barcelona).

Sinceramente, achei que algumas escolhas foram preguiçosas de quem não teve capacidade de olhar todos os campeonatos com carinho e resumiram o time ao duelo Barça-Real. Teve muita gente jogando muito bem em outras posições, o CMC10 vai escalar aqui, a seleção 2016 dele.

Donnarumma (Milan), Walker (Tottenham), Sergio Ramos (Real Madrid), Verthogen (Tottenham) e Marcelo (Real Madrid), Kante (Leicester / Chelsea), Pogba (Juventus / Man United), Coutinho (Liverpool), Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Suarez (Barcelona).

Fiquei fazendo esse exercício ontem e inicialmente Schmeichel (Leicester) e Kroos estavam escalados, mas depois fiz alterações e jogadores como Griezmann, Aubameyang, Neuer, Rafinha, Lewandowski, De Bruyne, Marquinhos, Godin, Varane, passarm pela minha cabeça porque também fizeram um bom 2016. 12 jogadores, mais do que um time, daria para montar um 3-4-3 muito bom.

Por fim, percebi que Neuer, Daniel Alves, Pique e Iniesta foram escalados por preguiça de boa parte de jogadores e jornalistas, muito na sensação de que ninguém vai dizer que eles estão errados em escalar esse trio, mas fica conveniente, não precisa olhar de verdade para ver quem se destacou em 2016 na posição.

Mesmo o meu time, eu acompanho muito mais o inglesão, espanholão e alemão, pode ser que perdi algum bom jogador em alguma posição que tenha atuado na Itália, na França ou em Portugal, por exemplo.

O que fica é o exercício de especular de cada um escalar a sua seleção de 2016.

E aí? Qual a sua seleção 2016?

3x Ronaldo…

ronaldo191216

E a discussão sobre qual o melhor Ronaldo voltou, na verdade, acompanhando o Linha de Passe ontem, esse debate voltou. Confesso que fazia tempo que não acompanhava o programa, mas achei interessante esse debate, até porque quando esse blog iniciou o melhor Ronaldo era um e minha sensação é que agora mudou.

Quando trazem os 3 Ronaldos como atletas a serem comparados, a minha única certeza é que o Gaúcho não merece participar da disputa. Ronaldinho talvez tenha sido o jogador que mostrou o futebol mais sensacional durante um ano, mas foi só e depois consumiu a nossa esperança de que talvez voltaria. Nunca mais se viu, foi apenas um cometa daqueles que passam rápido e se o dia estiver nublado você perdeu e nunca mais verá.

Ronaldinho fica como o “terceiro Ronaldo” muito distante dos outros dois, mas muito distante.

Aí chegamos a final (rs), Fenômeno e Cristiano, quem é o melhor Ronaldo?

Eu até dois anos atrás ria dessa pergunta, porque colocava o Fenômeno tranquilamente na frente, acho que por algumas questões emocionais (o cara ser brasileiro), sua história de superação e tudo mais que cerca a carreira do Ronaldo brasileiro.

Porém, os últimos anos, o Portuga trouxe a consolidação de números incríveis a uma capacidade ímpar de mostrar até onde um atleta pode ir, tudo isso coroado com um 2016 espetacular do ponto de vista de números individuais.

Eu digo que Cristiano que vive esse duelo contra o genial Messi ao longo de toda a carreira, só consegue competir com o argentino, porque ele é o maior atleta da história do futebol desde Pelé. Cristiano elevou a máxima potência o que um atleta pode atingir, o quão próximo ele pode se equiparar a aqueles que nascem com o dom do futebol.

Cristiano briga de igual para igual com Messi porque é esse atleta todo. Por isso hoje, acho que o português tem começado a assumir a dianteira de quem é o melhor Ronaldo da história.

Gaúcho para mim é um folclore, aquele conto que será narrado para os mais novos e eles duvidarão que surgiu e durou tão pouco.

Fenômeno é novela, daquelas que te prende até o final, parece conter histórias forçadas demais, te emociona e você fica feliz com o final mesmo não concordando 100%.

Cristiano é história pura, é documentado, mostrado e a cada jogo ela é escrita com mais um capítulo informativo da grandiosidade dela.

E nesse duelo todo, o portuga está na frente atualmente para mim.

E para vocês, qual ordem que os Ronaldos ficam?

Messi e Cristiano juntos, como seria?

messicr7141216

E Cristiano levou a quarta Bola de Ouro ontem.

Até aí, tudo normal, nesse mundo onde só ele ou Messi levam, ninguém poderia esperar nada diferente, contudo uma frase do CR7 quando perguntado sobre como seria atuar ao lado de Messi, trouxe uma provocação para as nossas mentes.

“É uma pergunta difícil. Não sei. Seria interessante ver nós dois no mesmo time. Acho que grandes jogadores devem atuar juntos”, comentou o atacante do Real Madrid.

“Então se estivéssemos no mesmo time, eu teria mais do que ele, mas não por muito”, comentou ele.

Primeiro, sou fã dos dois, por motivos diferentes, não adianta, se fizer essa pergunta para mim, 6 vezes no ano, é possível que eu escolha 3 vezes cada um. Contudo, acho que na cabeça de Cristiano, atuar ao lado do Messi, potencializaria sua capacidade de definição.

E eu concordo com isso, tenho minhas dúvidas se isso aumentaria ou diminuiria as Bolas de Ouro, mas é fato que Messi em sua genialidade, aproveitaria muito a possibilidade de contar com Cristiano ao seu lado.

De primeira, faço muito o paralelo de simplesmente encaixar cada um no time do outro, Messi no Real e CR7 no Barça.

Messi no Real poderia atuar de forma parecida, ocupando a faixa que mais gosta, talvez no lugar de Benzema, com Bale e Cristiano cruzando na frente da área para fazer as tabelas com Lionel.

Já Cristiano poderia ocupar o lugar de Neymar que seria mais natural, ou mesmo ocupar o lugar de Suarez, onde seria municiado demais por Neymar e Messi.

O mais curioso seria olhar se algum dos dois teria uma queda na quantidade de gols marcados, eu entendo que diminuiria de ambos em qualquer situação, porque se os dois continuassem fazendo 50 gols por temporada, seria muito mais fora de série do que eu imaginaria.

A questão que fica para mim, é quem cederia a condição de dono do time, ambos são protagonistas e exercem liderança e influência suficiente sobre o time, nenhum companheiro ou até mesmo técnico é escolhido sem que mesmo uma simples consulta seja feito aos dois.

Alguém teria que abrir mão.

E nesse caso, pelo melhor aproveitamento de ambos, Cristiano precisaria abrir mão, porque se ele bater o pé, quem levaria a bola para ele não levará mais, ou não fará a questão de dar ela tão redonda. Ou um acordo muito grande entre ambos para que eles possam fazer história.

Mas que é sempre interessante imaginar os dois juntos, é.

E vocês, o que acham? Quem faria mais gols? Quem teria mais prêmios individuais?

Futebol é olímpico?

Messi110816

Passada a histeria sobre a nossa seleção e com a classificação enfim assegurada, lanço uma pergunta, será mesmo que ainda existe espaço para o futebol nas Olimpíadas?

E nem falo isso sobre a performance da nossa seleção, porque aí ficaremos discutindo com os comentaristas de quarta e domingo, onde um dia Neymar é mimado, no outro é genial, depois é mala, depois está amadurecendo, aí ele sai demais, ou a vida é dele ele faz o que quer. Portanto, vamos esquecer isso.

Vamos pensar no ideal olímpico, a conquista da medalha como maior conquista esportiva para os atletas, maior consagração da sua carreira, no futebol isso ficou para trás a muito tempo. Salve as primeiras conquistas uruguaias e húngaras, depois foi-se perdendo esse valor.

Basta olhar para os times que vieram para o Brasil, qual é o grande nome entre as 12 seleções? Neymar, e estendo quem mais? Tente escalar uma seleção olímpica com os que aqui estão presentes.

Se o Brasil já tivesse essa medalha de ouro, arrisco dizer que nem Neymar estaria.

Até porque a Olimpíadas já perdeu a representatividade no meio futebolístico, tanto que o calendário não para por causa dela, os principais campeonatos europeus começam nesse fim de semana e aqui para baixo da linha do Equador os campeonatos seguem a todo vapor.

Em discussão com amigo e frequentador dos comentários aqui no blog, o André Russo, ficamos aqui elocubrando inclusive sobre a saída do futebol masculino e entrada do futebol de areia e futebol de salão, duas modalidades que merecem mais holofotes e teriam os principais atletas disputando o ouro.

No futebol, a Copa do Mundo se tornou muito maior que a Olimpiadas, para os atletas até as competições continentais são maiores, um atleta do futebol se sente mais consagrado ganhando uma Champions ou uma Libertadores do que a Olimpiadas.

Acho que é chegado o momento de repensar a participação do futebol na competição, ele parece descolado dos demais esportes, a emoção de Phelps, o choro de Djokovic, a superação de Rafaela Silva, a luta de Alisson e milhares de outros exemplos que vão acontecendo desde o dia 04 no Rio de Janeiro parecem distantes do futebol.

Messi desconsolado na Copa América ou mesmo Cristiano emocionado na Euro é algo impensável nas Olimpiadas.

Portanto, acho bom Neymar e companhia aproveitarem a chance e ganharem essa medalha logo, porque ao meu ver, começar a não fazer sentido a relação Futebol Masculino e Olimpiadas.

E vocês o que acham?

Os 120 milhões de euros sobre Pogba!!

Pogba210716

Apesar de outros jogadores melhores que Pogba, o momento diz que ele irá se tornar a maior transferência da história do futebol. E são vários os motivos:

O primeiro é que trata-se de uma transação de dois gigantes do futebol, a Juventus não faz questão de vendê-lo, ele é peça fundamental para a disputa da Champions nessa temporada que irá iniciar, assim como o Manchester outro gigante que terá que pagar caro para enfraquecer a Juve.

Outro fator é falta de posição do francês, diferente de Cristiano, Messi e até mesmo Neymar, Pogba não diz se quer continuar na Juventus ou ir para o Manchester, ele deixa em aberto e isso torna o movimento de especulação ainda maior.

Da mesma forma, parece que o dinheiro que gira em torno do futebol, quase exclusisvamente na Europa, é cada vez maior, pois quando vemos que a Napoli deverá vender o esforçado centroavante Higuain por 95 milhões de euros, pensar no montante de 120 milhões pelo francês parece até pouco.

Brincadeiras a parte, só quero dizer que Pogba não é apenas pouco mais de 20% melhor que Higuain.

Por enquanto, Gareth Bale é o jogador mais caro da história, custou 100 milhões de euros aos cofres do Real Madrid.

Só para se ter uma idéia, hoje saiu uma matéria na UOL, contando que o São Paulo lideran o ranking de receita de vendas de jogadores nos últimos 6 anos com o total de 351,4 milhões de Reais ou pouco menos de 100 milhões de euros.

Sim, só a venda do Pogba, renderá muito mais a Juventus o que o maior clube em vendas nos últimos 6 anos conseguiu no Brasil. Isso serve apenas para mostrar a diferença da qualidade dos nossos espetáculos. Na verdade, nem acho que precisamos disputar da maneira igual, pois perderemos sempre, precisamos repensar o nosso.

Voltando ao Pogba que é o tema principal, o mais impressionante é o time que o Manchester começa a desenhar para a temporada de Mourinho no comando, salvo o tempo de adaptação dos jogadores, é o favorito para o Inglesão e obrigatório estar na Champions do ano que vem.

A expectativa sobre o que será essa British Premier League só aumenta, ainda faltam pouco mais de 20 dias para o seu início, e depois da zebra de Leicester, tem tudo para ser um campeonato frenético.

E os valores de Pogba, podem ter certeza que esses números irão sofrer grandes mudanças, pois quando Pogba se torna o jogador mais caro e Graziano Pellé o sexto maior salário da atualidade, é porque o mundo ainda está acertando os ponteiros dos valores do futebol.