Rapidinhas do Camisa 10 – 31.07.2013

1045214_583226171716579_236511046_n

Cássio e Romarinho em versão Minions!!

Falta um plano B… E nosso querido bigodudo manteve praticamente todo mundo que foi convocado para a Copa das Confederações. Como Felipão optou por apenas 20 atletas para esses amistosos, Cavalieri, Rever e Jadson foram poupados, enquanto Filipe Luis fui substituído por Maxwell. Sinceramente, insisto, queria ver William (Anzhi) e Alex (Coritiba) nessa seleção, o Brasil precisa de mais alguém com capacidade de decisão, além de Neymar.

Pojetu de volta para a cidade maravilhosa… Luxemburgo assume a vaga de Abel Braga no Fluminense. O discurso de Luxa continua o mesmo, assim como o meu sobre ele. Luxa vem melhorando suas entregas nos últimos anos, fez um bom trabalho no Flamengo e tinha feito um bom trabalho no Grêmio, falta ainda segurar seu ego em querer ser Manager. Capacidade técnica tem, elenco também, basta saber o seu lugar.

Neymar em dia de Casemiro. O Casemiro chegou na Espanha para jogar pelo time B do Real Madrid e conseguiu rapidamente chegar ao time principal. Neymar estreiou ontem pelo Barcelona, mas suas condições foram parecidas com a de Casemiro. O time catalão ainda está poupando vários titulares e quando lançou Neymar para o jogo, o time era inteiro composto por apenas promessas do time, ou seja, oficialmente Neymar estreiou, porém ainda não “ESTREIOU” no Barcelona.

0x0 é a placaralibidade do time… O Corinthians consegue uma proeza nesse momento no campeonato brasileiro. O time tem a melhor defesa entre os 40 times que disputam a Série A e B, apenas 5 gols tomados. Em compensação, o time possui o pior ataque entre os mesmos 40 times, com apenas 6 gols. Ou seja, tá dificil de sair do 0x0 a partida.

E no fim, ele tava certo mesmo.. Acho no mínimo curioso que depois de um mês da saída de Ney Franco, Autuori chegou a mesma conclusão. Afastou Lúcio do time e colocou Ganso no banco. Será mesmo que o treinador que não tinha suas convicções ou a pressão da diretoria por manter algumas peças atrapalharam o andamento do trabalho de Ney?

Só para deixar claro… Duvido que o título do Brasileirão desse ano não fique entre Inter (35%), Cruzeiro (25%), Grêmio (25%) e Botafogo (15%) nessa ordem de potencial. Assim como o título da Série B fica entre Chapecoense (51%) e Palmeiras (49%) também nessa ordem. Na Série A, pode até ser que Corinthians e Galo fiquem com um quarta vaga, mas não terão chances de título.

Janela chocha… Não lembro de uma janela de transferência tão mixuruca como essa do meio do ano. Tirando as saídas de Neymar e Paulinho, poucos jogadores sairam, assim como poucos também chegaram. Gremio, Inter e Cruzeiro foram os únicos que passaram no Free Shop do futebol e trouxeram algumas peças. Destaque pra Scocco e Alex pelo Inter e Julio Baptista pelo Cruzeiro.

Il commence à faire bon… O Campeonato francês receberá a atenção deste blogueiro mais de perto nessa temporada. Com muitos e muitos petrodólares limpinhos chegando no campeonato, o torneio promete muitos craques em campo, principalmente no Paris Saint Germain e agora o Mônaco. Além disso, times como Marseille, Lyon e Saint Ettiene mantiveram seus times. Ainda está atrás de alguns, mas já começa a ter graça assistí-lo.

Seleção Armando Nogueira.. Caso, o critério para definir a seleção do Brasileirão fosse o prêmio Armando Nogueira do site globoesporte.com, a seleção seria: Vanderlei (Coritiba), Nino (Vitoria), Bruno Rodrigo (Cruzeiro), Chico (Coritiba), Carlinhos (Flu), Gabriel (Bota), Elias (Fla), Alex (Coritiba), Seedorf (Bota), Maxi (Vitoria) e Rafael Sobis (Flu). E aí? Gostou?

Dúvida da semana… Quem conseguirá terminar sabendo a placa do caminhão? Santos ou São Paulo?

Pitacos: Palmeiras 2×1 Corinthians

Galera do blog, ontem foi a última rodada do Brasileirão 2011, acompanhei a vitória do Palmeiras sobre o Corinthians por 2×1.

Um clássico deste tamanho, sempre tem seus personagens que podem fazer história, mas dessa vez, acho que apenas o próprio jogador acreditava que seria personagem principal nessa partida, Fernandão, o atacante oriundo do Guarani foi relacionado para a partida após a lesão de Maikon Leite, entrou ainda no primeiro tempo e foi fundamental para a virada alviverde.

No começo do jogo, o Corinthians dominou as ações da partida, principalmente com Emerson pela direita e Ramon e Jorge Henrique pela esquerda, domínio que não significava chances, pois o time alvinegro esbarrava na firme defesa palmeirense, até que em um lance despretensioso, Marcos tentou adivinhar a rota da bola e acabou falhando na bola cruzada por Sheik que foi parar direto no fundo da rede. Com o gol, o Corinthians jogou um pouco mais solto, enquanto o Palmeiras utilizava Luan e Gabriel Silva pela esquerda para atormentar o improvisado Wallace.

Foi aí que a estrela de Felipão (ou seria Murtosa?) apareceu, o treinador vendo o posicionamento do time das tribunas, sentiu a falta de um centroavante prendendo a defesa adversária, foi quando ele lembrou que havia trazido o estreante Fernandão, tratou de tirar o “desaparecido” Patric do jogo e lançar o gigante centroavante. E logo três minutos depois, em escanteio na direção dele, Júlio Cesar saiu mal e a bola sobrou para Luan encher o pé e empatar a partida. O primeiro tempo seguiu com o Palmeiras explorando seu lado esquerdo, principalmente com Luan, dando trabalho para Wallace. Mas o primeiro tempo, terminava 1×1.

Na segunda etapa, o Corinthians ensaiou uma pressão, mas não durou nem cinco minutos, pois foi o tempo que Marcos Assunção precisou para mostrar porque é o homem mais perigoso do alviverde, em bola dominada da intermediária, Assunção lançou Fernandão na área, o atacante dominou bonito de peito e sem deixar cair tirou do goleiro Júlio Cesar colocando o Palmeiras na frente na partida. Após o gol, Tite resolveu arrumar a casa e colocar William para pressionar o Palmeiras, a mudança funcionou no sentido de pressionar o Palmeiras, mas novamente sem efeito nenhum, o Corinthians esbarrava em uma defesa firme e quase intransponível, era mais fácil o Palmeiras ampliar o marcador do que o Corinthians chegar ao empate. No fim, vitória do Palmeiras por 2×1.

Pelo Corinthians, fica a sensação de que acabou a “jogabilidade” do Corinthians, o time parece um mágico que possui apenas um truque, falta variedade tática, todo mundo que enfrenta o Corinthians já sabe como jogar contra eles. O Palmeiras também possui pouca variedade tática, mas possui um time comprometido com “a causa” e que se entregam em todos os jogos. A determinação do Luan impressiona, ele junto com o estreante Fernandão e os defensores Chico e Maurício Ramos foram os melhores da partida, sendo que Chico foi um monstro na frente da defesa, parecia se multiplicar na entrada da área palmeirense.

E vocês quais os destaques desta 19ª rodada do Brasileirão? O que acharam do clássico?