Rapidinhas do Camisa 10 – 06.02.2013

Imagem

Bons amistosos na TV… Hoje é dia de amistosos, e fazia tempo que não via bons confrontos, como os dessa quarta-feira (06/02). Temos Brasil x Inglaterra, com estréia da nova família Scolari, com Julio Cesar e retorno de Gaucho. Holanda x Itália, no duelo particular de Van Persie com Balotelli. França x Alemanha, acredito que será a melhor partida. Além desses, Espanha x Uruguai e Suécia x Argentina são partidas que valem a atenção.

Falando nisso… Aproveitando que estamos falando sobre as seleções. Me agradou muito o time que Felipão escalou, chegou até a me surpreender pela ofensividade do time. Para um amistoso está ótimo, resta saber se Neymar, Gaúcho e Fabiano irão se dedicar na marcação. O time inicial será Júlio Cesar, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Adriano, Ramires, Paulinho, Oscar, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Luis Fabiano.

Um pouco de esperança verde… Tudo bem que ainda são apenas especulações, mas ao que tudo indica estão bem avançadas. Kleber (Porto), Diogo (ex-Lusa e Fla) e Ibson (Fla) são ótimas opções para reforçar o elenco palmeirense, Marcelo Oliveira e Charles são bons nomes para compor o elenco. É sutil, mas Paulo Nobre já mostra mais inteligência para montar o elenco do que as recentes gestões do clube.

O surpreendente será o contrário… Valdívia conseguiu a proeza de tornar suas lesões um fato corriqueiro nos jornais, ninguém mais se impressiona com o estaleiro do chileno, em compensação se o chileno embalar cinco jogos seguidos é capaz de ir parar na capa de um jornal.

Imagina na Copa… Bem que a Brahma tentou, mas o término das obras concluídas para a Copa estão mostrando que essa Copa será danada! Na nova Arena do Grêmio, a primeira avalanche levou não só a torcida ao delírio como a tela de proteção e alguns torcedores para o hospital. No Mineirão, nada caiu, mas faltou quase tudo, água, comida e até grama que saia a qualquer jogada no clássico mineiro. Agora, só imagina como será…

Mudando de idéia… Sempre defendi a permanência de Neymar no futebol brasileiro, mas esse início de Paulista me faz repensar algumas coisas. O craque santista sobra nos gramados sulamericanos e para evitar de ser machucado, simula demais as faltas. Acho que chegou a hora dele desfilar seu futebol na Europa, amadurecer dentro de campo e entender de vez o espírito coletivo e que a individualidade aparece quando todos jogam pelo time.

Para não morrer afogado… Ganso precisa ter paciência, assim como torcida. Ele precisará de sequência de jogos para se destacar, mas o que ninguém esperava era o volume de jogo apresentado pelos concorrentes dentro do tricolor. Osvaldo continua em grande fase, Jadson começa a ser tornar intocável, Cañete está voando nessa temporada, Aloísio fez um grande jogo. Ganso precisa de tempo, mas a briga vai ser boa nesse ataque tricolor.

Coisa séria e dessa vez na mão de gente séria… A Europol parece ter um caminhão de informação e provas sobre um velho câncer no nosso querido futebol, a manipulação de resultados. São muitos os jogos investigados e vários jogadores, dirigentes e treinadores estão na alça de mira. Será difícil acabar com esse câncer, mas se conseguirem colocar alguns para verem o sol quadrado, já será um grande passo.

O que o Brasil tem bom e de ruim… Voltando a falar sobre o amistoso, os ingleses soltaram as famosas listas. Dessa vez, dos cinco melhores brasileiros atuando nos campos da Rainha e consequentemente dos cinco piores. Na lista de melhores estão: 1- Juninho Paulista, 2-Gilberto Silva, 3- Ramires, 4- Rafael (lateral) e Elano. Entre os piores: 1-Andre Santos, 2- Afonso Alves, 3- Gomes, 4- Kleberson e 5- Jo

Chelsea melhor que Seleções enquanto o ingresso para qualquer jogo do Chelsea não sai por menos de R$ 300,00, o amistoso entre Brasil x Inglaterra te ingresso sendo vendido a R$ 140,00! Haja prestígio, hein!

Dúvida da semana. A solução para o Pato deslanchar seria jogar em um time diferente por mês?

Pitacos: Cruzeiro 3×3 São Paulo

Um jogo emocionante aconteceu na noite de ontem, nem tanto pela qualidade, mas pelas variáveis e alternativas que o jogo permitiu. No final, um empate péssimo para os dois. Ruim para o São Paulo que pode ver seus adversários na luta pelo título abrirem vantagem e ruim para o Cruzeiro que continua perigosamente próximo do rebaixamento.

O primeiro começou com o time da casa arriscando uma pressão inicial, mas logo contornada pelo visitante, com bons contra-atraques e domínio do meio de campo. Contudo, em um lance isolado, Montillo avançou e cruzou para Keirrison abrir o marcador, enquanto os marcadores tricolores olhavam tudo isso.

Mesmo assim, o São Paulo continuou melhor e criava algumas chances, em uma delas Cicero apareceu sozinho na cara do gol, deixou a bola escapar e pulou quando o goleiro Fábio se aproximou, o juiz inventou um pênalti para o tricolor. Na cobrança, o “afobado” Luis Fabiano bateu no canto sem força, fácil para Fábio pegar.

O lance que poderia abater o atacante na descida dos vestiários teve efeito contrário, o jogador voltou para o segundo tempo motivado e disputou a ajudar o tricolor. E logo aos 14 minutos, o atacante deixou Cícero na cara do gol, o volante tricolor só teve o trabalho de tirar de Fábio e empatar a partida.

O São Paulo cresceu de vez na partida e partiu para cima, aí apareceu mais uma vez Dagoberto. O atacante são paulino fez mais uma obra-prima nesse campeonato, deixou três marcadores para trás e tocou por cima de Fábio, simplesmente um golaço.

Porém seis minutos depois, Montillo cobrou a falta para o meio da área, Ceni hesitou na saída e ficou vendido no lance, para completar na sobra Luis Fabiano escorregou e deixou Charles livre para chutar para o gol vazio.

Nesse momento, o jogo ganhava em emoção e mais uma vez Dagoberto apareceu, o atacante fez um passe primoroso para Juan cabecear e colocar novamente o São Paulo em vantagem. Parecia que por mais que a defesa falhasse o tricolor sairia de campo vencedor.

Só parecia, em mais uma falha da defesa tricolor, o Cruzeiro chegou ao empate, em escanteio cobrado por Montillo Everton desviou na primeira trave e encontrou Anselmo Ramon sozinho embaixo do gol para empatar a partida. Detalhe que no lance haviam 5 são paulinos contra 2 cruzeirenses e os dois conseguiram tocar na bola.

O jogo continuou franco, porém ninguém mais conseguiu colocar a bola no fundo das redes.

No fim, ficou a sensação de que o São Paulo foi o grande derrotado, era nítido a supremacia do time sobre o desorientado Cruzeiro, porém o time teve falhas individuais na partida que culminaram em dois pontos para o lixo.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 3 SÃO PAULO

Data: 5/10/2011
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SP)
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Nadine Schram Câmara Bastos (SC)
Renda/público: R$ 108.375,00 / 9.944 pessoas

Cartões amarelos: Fábio e Charles (Cruzeiro); João Felipe, Denílson e Dagoberto (São Paulo)
Cartões vermelhos: Denílson (São Paulo)

Gols: Keirrison, 12′ 1º T (1-0), Cicero, 14′ 2º T (1-1), Dagoberto, 19′ 2º T (1-2), Charles, 26′ 2º T (2-2), Juan, 31′ 2º T (2-3) e Anselmo Ramon, 34′ 2º T (3-3)

CRUZEIRO: Fábio; Vítor, Victorino, Léo e Everton; Marquinhos Paraná, Charles, Roger (Elber) e Montillo; Farías (Anselmo Ramon) e Keirrison (Wellington Paulista). Técnico: Vágner Mancini.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean (Casemiro – 41’/2T), João Filipe, Rhodolfo e Juan; Denílson, Carlinhos Paraíba, Rivaldo e Cícero; Dagoberto (Marlos – 43’/2T) e Luís Fabiano. Técnico: Adilson Batista.

Galera, não deixem de participar da enquete ao lado.