A tal coisa muito errada…

SPFCsemsangue

Se você é treinador e sabe que o próximo time que você irá treinar tem Rogério Ceni, Souza (jogador de seleção), Michel Bastos, Ganso, Pato, Kardec e Luis Fabiano. Além disso, bons nomes como Toloi, Denilson e Carlinhos e as apostas Hudson, Thiago Mendes e Centurion. Você ficaria feliz?

Com todo o respeito aos demais times, o São Paulo possui o elenco com o maior número de jogadores de nome. Hoje é difícil comparar tecnicamente, ainda mais depois da traulitada que levou do Palmeiras, mas se o tricolor fosse um time de videogame era tranquilamente mais forte que seus rivais nacionais.

Porém, o videogame isenta a única coisa que faz o futebol ser esse esporte tão surpreendente, a cabeça, o lado psicológico do time.

Sim, lado psicológico do time.

O time é uma parte de um organismo vivo chamado clube. E como um bom organismo vivo o equilíbrio do seu corpo é fundamental para que ele funcione bem. Ataíde Gil Guerreiro ontem disse após o jogo que “alguma coisa muito errada está acontecendo”.

Sim Ataíde, você está certo e tudo começa de onde você está sentado. A diretoria está rachada, não se entende e por fim decidiram atrasar o São Paulo por causa de ego. Isso invariavelmente chega no time, por maior que seja a blindagem, quando uma diretoria está descoberta, perguntas sobre bastidores respingam toda hora aos jogadores, seja sobre salário atrasado ou sobre quaisquer discussões de vocês.

Exemplo concreto, o São Paulo deve em quantidade de meses muito menos do que o Corinthians deve aos seus atletas, agora veja o alarde que foi isso a alguns dias atrás para o São Paulo e veja se alguém bate firme no Corinthians sobre isso, porque? Todos na diretoria estão defendendo o clube.

Não acho que os jogadores do São Paulo não tenham personalidade para enfrentar um clássico. Kardec já foi decisivo várias vezes em clássico, seja por São Paulo, seja por Palmeiras, Ganso sempre mostrou personalidade forte, Ceni nem precisa dizer. O problema está no São Paulo.

O São Paulo Futebol Clube está sem confiança, está irritadiço.

A coisa muito errada a qual você se refere meu caro é Ataíde, é uma coisa só mesmo. É o São Paulo!

O camisa 10 nem sempre está dentro de campo…

Créditos: retirado do site Diario do Flamengo / imagem de Flavio Veloso

Créditos: retirado do site Diario do Flamengo / imagem de Flavio Veloso

Galera do blog, invariavelmente um ou outro grande amigo resolve arriscar algumas linhas aqui no blog. E dessa vez, o texto vem do flamenguista de Niterói Fellipe Mello. Todo marrento como manda a cartilha de um flamenguista, segue um texto que é um exculacho só!!

Por Fellipe Mello

A campanha pífia do Flamengo no brasileirão e a escalação no papel digna de um timeco daqueles que possuem sede nas Laranjeiras, São Januário, General Severiano e afins, anunciava que 2013 tinha tudo para ser uma tragédia para os rubro-negros.

O nosso affair com o Z4 durou alguns meses e a série B parecia a periguete da novela louca pra dar o golpe da barriga no Mais querido do Brasil. Mas o Flamengo como bom garanhão-comedor da noitada carioca, botou a capa no “menino”e mostrou mais uma vez que segunda é apenas o dia seguinte ao domingo.

Como bom cafajeste que é o Mengão deixou a mulherada acreditar que ele era bom moço e que não oferecia perigo a ninguém! E foi assim no sapatinho e na humildade que o Mengão começou a rapelar na balada, deixou a periguete da série B pro Vice da Gama comer de novo e resolveu se preocupar com a gostosa da Copa do Brasil que tava ali no cantinho e não parava de dar mole mais uma vez!

Pela frente o Cruzeiro, líder absoluto do brazuca, e a gatomestragem já cravava nossa eliminação. Porém, esqueceram o detalhe de que as mineiras adoram os cariocas, e lá fomos nós levar as 3 Marias pro motel pra mostrar como é que faz!

Suruba com as 3 Marias finalizada era hora de enfrentar as viúvas do Garrincha.

O canil de General Severiano estava em polvorosa com o Botachoro figurando no G4 durante boa parte do brazuca. A terceira idade carioca já sonhava com o título, comparava o time de 1963 como de 2013, usava a camisa da sorte do bisavô ganhou do Nilton Santos e todas as supertições que só os botafoguenses acham que funcionam, mas que nós todos sabemos que não adiantam porra nenhuma há mais de 50 anos.

Pra variar o primeiro jogo terminou empatado em 1×1. Pros chorões era mais um sinal de que algo bom estava por vir, pro Flamengo apenas aquela chatisse de ganhar mais uma vez nos pênaltis e eles terminarem o jogo em prantos botando a culpa no gandula, no massagista, na periguete atrás do gol do Jefferson e etc.

Pela milhonésima vez em uma decisão o Mengão tinha o pior time, acabara de sair da crise, jogadores jovens formados na base e um técnico desconhecido. Pra cornetagem de plantão um sinal de fragilidade, pra nós a certeza de mais um triunfo, afinal só quem conhece a favela circula tranquilo por seus becos sem tomar esculacho! E foi assim que Claudio Coutinho, Carpegiani, Carlinhos, Andrade e agora Jayme de Almeida fizeram, porque técnico o Flamengo também faz em casa.

A semana que antecedeu ao jogo de ontem alimentava as esperanças no canil e nos asilos pelo Brasil afora! O Foguinho havia vencido o Mengão no brazuca, o que era um sinal de que eles poderiam avançar na Copa do Brasil na última quarta-feira.

Eis que o maior craque da história do futebol mundial resolve anunciar sua participação! Seu nome não é Pelé, nem Zico! Ele não veste a 10 e jamais jogou pela seleção brasileira! Ele veste a 12, ou melhor eles vestem a 12! Aliás milhares vestiriam a 12! SIM, a NAÇÃO RUBRO NEGRA resolveu jogar mais uma vez! E quando ela entra em campo até Zico se rende a sua força e reconhece que maior que ela não há!

Enquanto a os flamenguistas já haviam comprado 50 mil ingressos na TV anunciava que em General Severiano o calor carioca castigava 6 idosos na fila.

Chegava então o dia do jogo! A Magnética em peso invadia o Maraca mais uma vez para que o timeco da Gávea pudesse ter um jogador a mais em campo!

Antes do jogo começar o craque Seedorf olhava pras arquibancadas destinadas ao Flamengo e parecia ter comido os famosos bolinhos alucinógenos de Amsterdam. Não queridão tu não tá doidão, é que hoje o bicho vai pegar!

Bola rolando e a Nação chamando a responsa mais uma vez! Ela atacava, defendia, avisava o ladrão e tudo mais! O nosso camisa 12 tava afim de jogo mais uma vez!

O jogo começou tenso! Muitos erros de ambos os lados! Mas dava pra ver o sangue nozóio da nossa molecada empolgada pelos berros ensurdecedores de nosso craque-maior vindos das arquibancadas.Embora a Nação seja maior que Pelé, colocar a bola no barbante nunca foi seu forte! Ficou então por conta de Hernane a responsabilidade de dar TRÊS brocadas sem tirar nas meninas choronas! Uma canela de primeira após o bololô na área, uma chapada pro chão depois do rebote de Jefferson e uma testada no cantinho decretaram a vitória! Aos 15 minutos do segundo tempo metade da torcida do botachoro já tinha ido embora: Só restavam 3 pessoas!

Mas como surra em idoso é crime, Hernane Brocador, que só não fez o quarto porque teve humildade em gol, presenteou Leo Moura que fechou os 4×0 no dia que nosso vovô-moicano completara 35 anos!

Pra finalizar eu gostaria apenas de deixar minhas sinceras desculpas à Luísa Mel e os defensores dos animais pelo nosso feito de ontem, afinal logo na semana que eles salvaram 300 beagles do instituto Royal o Mengão foi lá e matou a cachorrada!

Agora que venha nossa baranga de fé de São Januário ou o pessoal das terras das duplas sertajenas na semifinal!

Copa do Brasil, já te falei, tu é bonita, gostosa e tá me dando mole! To avisando hein, se eu te pego, eu te esculacho e ainda te troco pela Libertadores no ano que vem!

Deixou chegar, fudeu! Pra cima delas Mengão! SRN!

P.S.: O Flamengo não é um time é uma NAÇÃO! E nação meus amigos, não precisa de um camisa 10, precisa apenas da união do seu povo para vencer e é exatamente essa união que desde de 1989, quando Zico abandonou o futebol, que ensina país afora que o jogo nem sempre se ganha dentro das quatro linhas, quebrando mais um ditado popular.

Rapidinhas do Camisa 10 – 31.07.2013

1045214_583226171716579_236511046_n

Cássio e Romarinho em versão Minions!!

Falta um plano B… E nosso querido bigodudo manteve praticamente todo mundo que foi convocado para a Copa das Confederações. Como Felipão optou por apenas 20 atletas para esses amistosos, Cavalieri, Rever e Jadson foram poupados, enquanto Filipe Luis fui substituído por Maxwell. Sinceramente, insisto, queria ver William (Anzhi) e Alex (Coritiba) nessa seleção, o Brasil precisa de mais alguém com capacidade de decisão, além de Neymar.

Pojetu de volta para a cidade maravilhosa… Luxemburgo assume a vaga de Abel Braga no Fluminense. O discurso de Luxa continua o mesmo, assim como o meu sobre ele. Luxa vem melhorando suas entregas nos últimos anos, fez um bom trabalho no Flamengo e tinha feito um bom trabalho no Grêmio, falta ainda segurar seu ego em querer ser Manager. Capacidade técnica tem, elenco também, basta saber o seu lugar.

Neymar em dia de Casemiro. O Casemiro chegou na Espanha para jogar pelo time B do Real Madrid e conseguiu rapidamente chegar ao time principal. Neymar estreiou ontem pelo Barcelona, mas suas condições foram parecidas com a de Casemiro. O time catalão ainda está poupando vários titulares e quando lançou Neymar para o jogo, o time era inteiro composto por apenas promessas do time, ou seja, oficialmente Neymar estreiou, porém ainda não “ESTREIOU” no Barcelona.

0x0 é a placaralibidade do time… O Corinthians consegue uma proeza nesse momento no campeonato brasileiro. O time tem a melhor defesa entre os 40 times que disputam a Série A e B, apenas 5 gols tomados. Em compensação, o time possui o pior ataque entre os mesmos 40 times, com apenas 6 gols. Ou seja, tá dificil de sair do 0x0 a partida.

E no fim, ele tava certo mesmo.. Acho no mínimo curioso que depois de um mês da saída de Ney Franco, Autuori chegou a mesma conclusão. Afastou Lúcio do time e colocou Ganso no banco. Será mesmo que o treinador que não tinha suas convicções ou a pressão da diretoria por manter algumas peças atrapalharam o andamento do trabalho de Ney?

Só para deixar claro… Duvido que o título do Brasileirão desse ano não fique entre Inter (35%), Cruzeiro (25%), Grêmio (25%) e Botafogo (15%) nessa ordem de potencial. Assim como o título da Série B fica entre Chapecoense (51%) e Palmeiras (49%) também nessa ordem. Na Série A, pode até ser que Corinthians e Galo fiquem com um quarta vaga, mas não terão chances de título.

Janela chocha… Não lembro de uma janela de transferência tão mixuruca como essa do meio do ano. Tirando as saídas de Neymar e Paulinho, poucos jogadores sairam, assim como poucos também chegaram. Gremio, Inter e Cruzeiro foram os únicos que passaram no Free Shop do futebol e trouxeram algumas peças. Destaque pra Scocco e Alex pelo Inter e Julio Baptista pelo Cruzeiro.

Il commence à faire bon… O Campeonato francês receberá a atenção deste blogueiro mais de perto nessa temporada. Com muitos e muitos petrodólares limpinhos chegando no campeonato, o torneio promete muitos craques em campo, principalmente no Paris Saint Germain e agora o Mônaco. Além disso, times como Marseille, Lyon e Saint Ettiene mantiveram seus times. Ainda está atrás de alguns, mas já começa a ter graça assistí-lo.

Seleção Armando Nogueira.. Caso, o critério para definir a seleção do Brasileirão fosse o prêmio Armando Nogueira do site globoesporte.com, a seleção seria: Vanderlei (Coritiba), Nino (Vitoria), Bruno Rodrigo (Cruzeiro), Chico (Coritiba), Carlinhos (Flu), Gabriel (Bota), Elias (Fla), Alex (Coritiba), Seedorf (Bota), Maxi (Vitoria) e Rafael Sobis (Flu). E aí? Gostou?

Dúvida da semana… Quem conseguirá terminar sabendo a placa do caminhão? Santos ou São Paulo?

O fim do Brasileirão 2012… e a minha seleção..

Ronaldinho 03122012

Galera do blog, o campeonato brasileiro 2012 terminou. E apesar de ter terminado com algumas rodadas de antecedência, faltando apenas definir o último rebaixado, foi um campeonato com muitos acontecimentos interessantes.

A começar pelo próprio campeão, o Fluminense mostrou que é possível um time recheado de talentos do meio para frente montar uma equipe que se destacou pela aspecto defensivo, além disso não me lembro de um time ter feito campanha melhor fora do que dentro de seus domínios.

O Galo que ficou com o vice-campeonato foi para mim a mais grata surpresa deste campeonato. Montou um time competitivo que joga para cima e ainda resgatou Ronaldinho Gaúcho. O camisa 49 foi na minha opinião o melhor jogador deste Brasileirão, jogou muita bola, calou minha boca e mostrou que ainda tem espaço na seleção. Sem falar no pequenino Bernard, uma espécie de “Lucas mineiro”.

O Grêmio viu seu estádio ser aposentado ontem em um Grenal tumultuado e terá a nova arena no próximo fim de semana. No campeonato, o principal destaque foi o retorno de Luxemburgo como um grande treinador. Novamente, Luxa voltou a ser competitivo e montou um ótimo time.

O São Paulo depois de muita turbulência nos últimos anos, parece ter encontrado enfim seu treinador e caiu nas graças da torcida que anda enchendo o estádio sempre. O time foi campeão do segundo turno e encerrou o Brasileirão praticando o futebol mais vistoso do campeonato, se Ganso engrenar 2013 tem tudo para ser um excelente ano.

O Vasco terminou em quinto lugar, mas decepcionou sua torcida. O time que figurou o tempo todo entre os quatro primeiros perdeu força na reta final. O time cometeu o pecado de desmanchar o time durante o campeonato, o retorno de Ricardo Gomes mesmo longe do banco, tem tudo para contribuir com o time carioca.

O Corinthians teve seu passaporte carimbado de forma indigesta, mas terminou o campeonato com a sensação de que poderia ter disputado o título. Quando o time realmente jogou foi muito bem e terminou na sexta posição.

O Botafogo teve mais um ano de coelho de maratona, começou prometendo e ficou pelo caminho. Pelo menos, um destaque positivo, Seedorf foi uma grande aposta, o holandês foi um dos grandes destaques desse Brasileirão esbanjando talento e simpatia pelos gramados do Brasil.

O Santos deixou ainda mais claro a Neymardependência. Se não fosse o craque, o time corria grandes riscos de terminar no lugar do Palmeiras neste campeonato. Acima de tudo, o time precisa se reforçar e dar jogadores de mais qualidade para atuarem ao lado do craque.

O Cruzeiro terminou em 9º. O time fez um campeonato bem fraco e terminou em uma posição bem acima do que eu esperava. O time que adotou a falta como recurso durante o campeonato todo, jogou mais tae-kwon-do do que futebol.

A maior decepção terminou em 10º lugar. O Internacional não conseguiu colocar todo o talento do time em campo, colecionou tropeços e erros administrativos e ficará longe da Libertadores por mais um ano. A chegada do Dunga irá colocar tudo isso no eixo.

O Flamengo me surpreendeu, o time conseguiu terminar em 11º. Confesso que os jogos que vi do time carioca, era para ele lutar para não cair, mas a camisa pesou e conseguiu levar o time para uma Sulamericana. Após a decisão do novo presidente, o maior desafio será montar um time do tamanho da camisa.

O Naútico fez muito bem a lição de casa para se manter na primeira divisão. Dos 49 pontos conquistados, 42 foram ganhos no Aflitos. O time conseguiu ser o pior visitante, mas o quarto melhor mandante.

O Coritiba terminou em 13º, mas fez um campeonato de altos e baixos. O time até começou bem, mas a perda da segunda final consecutiva da Copa do Brasil foi muito dolorosa, o time desceu ladeira abaixo e só se recuperou nas últimas rodadas dando um respiro para sua torcida;

A Ponte conseguiu fazer uma campanha regular, venceu seus rivais mais fracos, arrancou alguns empates contra os maiores e se manteve na primeira divisão. O time jogou como mineiro, quietinho em um canto e foi muito feliz.

O Bahia se salvou apenas na última rodada, o time foi muito instável principalmente no primeiro turno. No segundo após a chegada de Jorginho, o time melhorou muito, tanto que o time terminou com a 5ª posição no returno. Já o segundo bom trabalho de Jorginho, merece mais tempo em um grande time.

A Portuguesa quase jogou fora tudo por causa de dois meses ruins. A Lusinha era uma grata surpresa até Setembro, com um meio de campo que jogava um bonito futebol, mas a maré virou e Outubro e Novembro foram péssimos e quase levou o time para a segunda divisão.

O Sport sobreviveu muito pelo time que tinha. Na minha opinião, apenas o Atlético-GO era pior do que o time pernambucano, que até conseguiu trazer alguns medalhões para o segundo turno, mas faltou talento dentro de campo.

O Palmeiras vivou um ano de emoções opostas, conseguiu faturar o caneco da Copa do Brasil depois de tanto tempo e voltou a cair para a Série B. O time irá ser completamente reformulado e precisa decidir o que focar em 2013 e como montar o time.

O Atlético-GO era o time mais fraco, mas nas últimas rodadas aproveitou o descaso de alguns para faturar alguns pontinhos, mas o time tinha tudo para terminar em último colocado.

O Figueirense terminou na lanterninha, após algumas temporadas montando times chatos para a disputa do nacional, esse ano o time não acertou a mão. O time era muito fraco e o rebaixamento foi algo anunciado desde o começo.

No fim, esse Brasileirão que teve Ronaldinho recuperado, ambulância que não entrou, golaços de Neymar e o fim do Olímpico terminou muito bem e é inevitável montar uma seleção. Segue a minha:

Cavalieri (FLU), M. Rocha (At-MG), Rever (At-MG), L. Silva (At-MG), Carlinhos (FLU), Paulinho (Ctns), Seedorf (Bota), Ronaldinho (At-MG), Lucas (SP), Neymar (SAN) e Fred (FLU). Técnico: Jorginho (Bahia)

E o seu?

Sugestão para Mano…

Estamos chegando a 30ª rodada do Brasileirão, nessa hora começa as especulações sobre a seleção do Brasileirão. Vou especular a minha, lembrando sempre que faço a seleção diante da campanha apresentada, não significa que sejam os melhores na minha opinião.

No gol, meu voto vai para Fábio do Cruzeiro, apesar de nunca ser lembrado, e reclamar mais do que devia por causa disso, o goleirão da raposa está vivendo grande fase e é na minha opinião o melhor do campeonato. Victor do Grêmio e Renan do Avaí correm por fora.

Na lateral direita, Mariano do Fluminense está sobrando, ninguém está jogando tanto pela direita como o camisa 2 do tricolor carioca. Na minha opinião irão figurar na disputa, Alessandro do Corinthians e Léo Moura do Flamengo.

Na zaga, tenho várias dúvidas, hoje meu voto tende para Caçapa do Cruzeiro e Bolivar do Internacional, porém Gil também do Cruzeiro, Dedé do Vasco e Réver do Atlético-MG também merecem menção honrosa.

Na esquerda, gosto muito do futebol de Diego Renan do Cruzeiro, mas podem aparecer Roberto Carlos do Corinthians e Carlinhos do Fluminense.

Minha dupla de volantes é Arouca e Elias, tem mais uma dezena pelo menos, mas fico com esses dois.

No meio, é meu grande dilema e o pior, tem três argentinos e só posso colocar dois. D’ Alessandro, Conca e Montillo são os melhores deste campeonato tranquilamente. Vou optar por Conca e Montillo, pelas atuações decisivas nos times que lideram o campeonato.

Na dupla de ataque, não tem jeito. O menino craque problema Neymar é garantido, assim como Jonas que torna fácil a tarefa de fazer gol.

Como revelação, fico com o menino Lucas do São Paulo, acho que nenhum outro menino apareceu neste campeonato com tanto destaque. Para craque do Brasileirão, fico com Conca. Para melhor árbitro me recuso a escolher.

E para vocês, quem são os melhores até aqui?