Rapidinhas do Camisa 10 – 29.05.2013

levante

E ele enfim, foi. Neymar assinou o contrato com o Barcelona. Aquilo que todo mundo já antecipava a tempos, enfim aconteceu. Neymar ficará por cinco temporadas na Catalunha e terá tudo para ter sucesso. Estará em um time, onde ele não precisa ser protagonista logo de cara, em um time que tem uma filosofia bem clara que valoriza o futebol dele, além de ser um time que sempre está disputando títulos. Basta ele também entender tudo isso.

Neymar já chega causando… A chegada de Neymar já evidenciou um esquema que ficou um pouco mais obscuro pela aliança envolvida. Foi relatado que Real Madrid e Manchester City se uniram para superfaturar as transações do time catalão, a idéia é sempre um dos dois aparecer para inflacionar qualquer tentativa do Barça se reforçar. A princípio uma prática comum em qualquer lugar do mundo, o curioso é a união entre dois times, sendo um deles financiado pelos novos sheiks do futebol.

Para quem tinha dúvidas… sobre o tamanho de Neymar, basta dizer que com a venda dele, o Santos pensa em repatriar não apenas um, mas dois ídolos do passado recente. Para substituir o garoto prodígio, o Santos quer trazer de volta Diego e Robinho de uma vez só. Uma coisa é fato, o time precisa trazer peças para repor a saída de Neymar, lógico que não dá para substituir ele, mas qualificar o elenco é necessário.

A velha história. Fazia tempo que isso não acontecia, mas o Bayern resolveu reviver um problema antigo. O Bayern bateu o pé para que Dante e Luiz Gustavo estejam presente para a partida da final da Copa da Alemanha. O problema é que dessa vez, a seleção tem direito de acordo com as regras da Fifa, contudo a questão é saber se vale ou não a pena arrumar essa confusão. Como sempre, acho que o bom senso deve prevalecer, nesse caso, não custa deixar Dante e Luiz Gustavo jogarem uma final e chegarem apenas para o segundo amistoso.

Mais um Sheik milionário… Agora o Mônaco da França ganha um sheik como dono do clube e disposto a investir dinheiro no clube francês, o time que está pronto para descarregar um caminhão para levar Falcão Garcia para o time francês também abriu o olho para um time brasileiro, o São Paulo. Na França especula-se que o sheik quer de uma vez só, Jádson, Ganso e Luis Fabiano. Acho difícil, qualquer um deles sair, mas dinheiro para isso não vai faltar.

Seedorf para presidente da CBF!! O profissionalismo demonstrado pelo holandês é invejável. O jogador dá uma lição de moral para um monte de chinelos, arrogante e acomodados de plantão. O Botafogo foi campeão carioca com sobras, e a única “premiação” foi a ausência de salários, e ao invés de permitir o boicote dos jogadores, Seedorf junto de Jeferson reuniram o elenco e decidiram que irão honrar seus compromissos com o time e esperam que o clube consiga fazer o mesmo. Pelo que demonstraram contra o Corinthians, todo mundo entendeu o recado.

Uma caixa de surpresas… Falando em Botafogo, li em alguns lugares uma matéria no mínimo suspeita. O clube carioca havia conseguido um excelente contrato com a Volkswagen para adquirir o naming rights do Engenhão, inclusive com amistoso contra o Wolfsburg marcardo. Contudo, “forças ocultas” produziram um laudo para interditar o estádio além de uma carta de recomendação para a diretoria botafoguense acertar com a Caixa os naming rights mesmo com os valores inferiores. Viva o lado negro da força!

Brasileiro quer torcer e só… Nada de Caxirola, as nossas vuvuzelas foram vetadas de vez, após os incidentes em Salvador. A engenhoca criada para substituir um instrumento já existente e nunca usado em um estádio para concorrer com as vuvuzelas sulafricanas fracassaram. Além do mico criado pelo próprio governo brasileiro, a sensação de cordialidade do brasileiro começa a mudar, como já percebido, os brasileiros são bem mais hostis que os africanos.

São Paulo B? Após acertar a contratação por empréstimo do meia argentino Cañete, agora é a vez da Lusa praticamente dar como certa a contratação do volante Fabrício, além dos dois o carismático Souza também está no time paulista, se acertar com toda a baciada restante que o Juvenal “Castro” “colocou” a disposição, o time paulista pode montar um bom elenco. É esperar para ver!

Toda a força do mundo… para Oscar Schimdt que vai iniciar a partida mais difícil da sua vida. A luta contra o câncer. Para quem já vencou o Dream Team com sobra, tenho certeza de que força e dedicação não faltarão e o nosso mão santa irá vencer essa partida duríssima.

Dúvida da semana… Com o Palmeiras vencendo o ASA com tranquilidade, o time já superou o trauma?

Rapidinhas do Camisa 10 – 06.02.2013

Imagem

Bons amistosos na TV… Hoje é dia de amistosos, e fazia tempo que não via bons confrontos, como os dessa quarta-feira (06/02). Temos Brasil x Inglaterra, com estréia da nova família Scolari, com Julio Cesar e retorno de Gaucho. Holanda x Itália, no duelo particular de Van Persie com Balotelli. França x Alemanha, acredito que será a melhor partida. Além desses, Espanha x Uruguai e Suécia x Argentina são partidas que valem a atenção.

Falando nisso… Aproveitando que estamos falando sobre as seleções. Me agradou muito o time que Felipão escalou, chegou até a me surpreender pela ofensividade do time. Para um amistoso está ótimo, resta saber se Neymar, Gaúcho e Fabiano irão se dedicar na marcação. O time inicial será Júlio Cesar, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Adriano, Ramires, Paulinho, Oscar, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Luis Fabiano.

Um pouco de esperança verde… Tudo bem que ainda são apenas especulações, mas ao que tudo indica estão bem avançadas. Kleber (Porto), Diogo (ex-Lusa e Fla) e Ibson (Fla) são ótimas opções para reforçar o elenco palmeirense, Marcelo Oliveira e Charles são bons nomes para compor o elenco. É sutil, mas Paulo Nobre já mostra mais inteligência para montar o elenco do que as recentes gestões do clube.

O surpreendente será o contrário… Valdívia conseguiu a proeza de tornar suas lesões um fato corriqueiro nos jornais, ninguém mais se impressiona com o estaleiro do chileno, em compensação se o chileno embalar cinco jogos seguidos é capaz de ir parar na capa de um jornal.

Imagina na Copa… Bem que a Brahma tentou, mas o término das obras concluídas para a Copa estão mostrando que essa Copa será danada! Na nova Arena do Grêmio, a primeira avalanche levou não só a torcida ao delírio como a tela de proteção e alguns torcedores para o hospital. No Mineirão, nada caiu, mas faltou quase tudo, água, comida e até grama que saia a qualquer jogada no clássico mineiro. Agora, só imagina como será…

Mudando de idéia… Sempre defendi a permanência de Neymar no futebol brasileiro, mas esse início de Paulista me faz repensar algumas coisas. O craque santista sobra nos gramados sulamericanos e para evitar de ser machucado, simula demais as faltas. Acho que chegou a hora dele desfilar seu futebol na Europa, amadurecer dentro de campo e entender de vez o espírito coletivo e que a individualidade aparece quando todos jogam pelo time.

Para não morrer afogado… Ganso precisa ter paciência, assim como torcida. Ele precisará de sequência de jogos para se destacar, mas o que ninguém esperava era o volume de jogo apresentado pelos concorrentes dentro do tricolor. Osvaldo continua em grande fase, Jadson começa a ser tornar intocável, Cañete está voando nessa temporada, Aloísio fez um grande jogo. Ganso precisa de tempo, mas a briga vai ser boa nesse ataque tricolor.

Coisa séria e dessa vez na mão de gente séria… A Europol parece ter um caminhão de informação e provas sobre um velho câncer no nosso querido futebol, a manipulação de resultados. São muitos os jogos investigados e vários jogadores, dirigentes e treinadores estão na alça de mira. Será difícil acabar com esse câncer, mas se conseguirem colocar alguns para verem o sol quadrado, já será um grande passo.

O que o Brasil tem bom e de ruim… Voltando a falar sobre o amistoso, os ingleses soltaram as famosas listas. Dessa vez, dos cinco melhores brasileiros atuando nos campos da Rainha e consequentemente dos cinco piores. Na lista de melhores estão: 1- Juninho Paulista, 2-Gilberto Silva, 3- Ramires, 4- Rafael (lateral) e Elano. Entre os piores: 1-Andre Santos, 2- Afonso Alves, 3- Gomes, 4- Kleberson e 5- Jo

Chelsea melhor que Seleções enquanto o ingresso para qualquer jogo do Chelsea não sai por menos de R$ 300,00, o amistoso entre Brasil x Inglaterra te ingresso sendo vendido a R$ 140,00! Haja prestígio, hein!

Dúvida da semana. A solução para o Pato deslanchar seria jogar em um time diferente por mês?

Pitacos: Alguns times prontos e outros nem tanto…

Galera do blog, mais um fim de semana repleto de futebol. Mas vamos concentrar nossa análise em dois jogos, Internacional e Botafogo no sábado e São Paulo e Atlético-MG no domingo.

No sábado, Inter e Botafogo proporcionaram um ótimo jogo, de muita movimentação no meio de campo que mostrou que é possível montar um meio de campo repleto de jogadores que sabem jogar bola.

O jogo teve um tempo para cada equipe. O primeiro tempo foi do time Colorado que tinha em Oscar e D’Alessandro os principais lances de criação do time, ora aproveitando as subidas de Fabricio, ora buscando os atacantes Dagoberto e Leandro Damião e foi assim que chegaram ao gol.

Em cruzamento de Oscar, Damião errou a cabeçada, mas acabou dando uma assistência para Dagoberto que só teve o trabalho de empurrar para as redes. O gol acordou o Botafogo, mas o primeiro tempo terminava com o resultado justo.

Veio o segundo tempo, e o despertar do Botafogo resultou em gols, primeiro em ótima finalização de Andrezinho, depois o mesmo Andrezinho cruzou na cabeça de Fellype Gabriel para virar o marcador.

Aliás, no segundo tempo, Andrezinho, Fellype Gabriel e Vitor Junior jogaram muito bola, o trio de meio de campo acompanhado de Renato que é um jogador fora de série mostraram uma qualidade incrível contra o Inter.

Em resumo, o Botafogo possui um elenco excelente e que tem potencial para ir mais longe esse ano, basta perder a síndrome de cavalo paraguaio. Para o Inter, uma derrota inesperada, mas que não tira o time como um dos favoritos ao título. Para mim, Dorival precisa apenas decidir se Dagoberto ou D’Alessandro vão colaborar na marcação, os dois sem marcar atrapalha.

No jogo do domingo, o jogo já foi um pouco mais sofrível, no papel ambos possuem potencial para ter times bem montados, mas para no papel. De bom mesmo, só a homenagem que o São Paulo fez para os campeões da primeira Libertadores conquistada pelo clube.

O São Paulo sente a falta de um organizador na partida, Jádson não exerce essa função e “a magia” que mantinha Cícero no time titular acabou. Canete é a esperança quando retornar, ou a busca de alguém de mercado. Lorenzetti da La U é uma boa opção.

Além disso, a indefinição da dupla de volantes também atrapalha o melhor entrosamento, Fabrício parece precisar de um forte banho de sal grosso, Denilson não continuara no clube e Wellington ainda ficará alguns meses afastado, ou seja, não existe uma dupla de volantes definida para o restante do Brasileirão.

Já no Galo, os problemas são parecidos. O time também carece de um organizador, Ronaldinho, Danilinho e Bernard são jogadores que atuam aberto pelas pontas, falta aquele cara que alimenta esses velocistas e o próprio centroavante (seja André, seja Jô).

Com os três atuando, o time inevitalmente fica preso nas pontas e deixa muito espaço para o volante adversário avançar no buraco que deveria ser ocupado por esse jogador centralizado.

Enfim, acompanhei os jogos de quatro grandes times que figuram no alto da tabela, mas cariocas e gaúchos estão mais azeitados para o restante do campeonato, mineiros e paulistas ainda estão preparando o time.

Rapidinhas do Camisa 10 – 11.04.2012

O fundo do poço é mais embaixo. Quando tudo parece perdido no nosso futebol, surge a informação de que a súmula do clássico entre Vasco x Flamengo foi adulterada para “sumir” com as expulsões do time do Vasco na partida. Triste notícia.

Problemas de entendimento. O possível patrocínio da Hyundai com o Corinthians pode ir por terra, por causa da 9ine. Os coreanos estão muito incomodados com a forma de Ronaldo lidar as negociações, soma-se a isso o fato de que está prevista uma mudança na presidência no curto prazo. Nos corredores da montadora, o nome do Sâo Paulo ganha força, será mais barato e mais fácil conversar com o topetudo.

Tem culpa eu?. O São Paulo resolveu acusar o Cruzeiro pelas lesões de Fabrício. Eu só queria entender de quem é a culpa nos casos de Luis Fabiano e Cañete. Coincidência ou não, essa “maré de azar” começou após o São Paulo demitir o Dr. Turíbio e o preparador físico Carlinhos Neves. Oooo praga, viu…

“O Barcelona é balela.” Andrés Sanchez teve coragem de dizer essa bobagem, e ainda usou como exemplo a vitória do Corinthians sub-17 sobre o Barcelona por 2×0. O Osasuna que venceu o time principal pelo mesmo placar deveria ser o time a ser copiado pela lógica estúpida de Andres.

Está começando a incomodar. Pelé só entrou em atrito com Maradona no final da carreira do ídolo argentino, mas quase nunca questionando seu talento. Em compensação, a hipótese de Messi superá-lo parece incomodar a majestade. Pelé tem feito críticas ao futebol do argentino, usando a famosa muleta de que não ganhou uma Copa. Quero ver quando o craque argentino levar o caneco, qual será a próxima desculpa.

Na expectativa. Tem gente que já voltou a treinar futevôlei em Copacabana e está só esperando o final da partida do Flamengo na quinta feira para assumir a prancheta de Papai Joel. No sul, ele se chama Portaluppi.. Pela cadeia de sucessão, no Brasileirão, o treinador deve ser o Andrade…

Agora vai. Manuel da Lupa, presidente da Portuguesa soltou o verbo e disse que vários jogadores que ele trouxe esse ano, não tem o menor comprometimento com o time e por isso o time teve essa péssima atuação no Paulistinha. Agora o clube corre atrás de Roger (Cruzeiro), jogador “reconhecidamente” comprometido com seus times.

A guerra é aqui. Nada de Oriente Médio e Palestina, a violência está nas ruas do Brasil nas vésperas dos clássicos. Desde de 1988 quando começou a contabilizar mortes por violência do futebol, já se somam 155 mortes.

Um troco, por favor… A dúvida de Tirone é se vale a pena retomar a vaquinha. Agora para pagar a recuperação de Wesley!!

Sugestões.. Olhando as oportunidades que o mundo da bola oferece, acredito que Ronaldinho podia ir para o showbol, Felipe Melo para o MMA, Adriano para o programa “Esquenta” e Joel Santana para o Zorra Total. Mais alguma?

Boa idéia. O pessoal que “apagou” as expulsões do clássico no Rio, pode aproveitar e pensar em uma forma de apagar os estaduais da nossa vida. Ou pelo menos, redesenhá-los.

Rapidinhas do Camisa 10 – 02.11.2011

Brincadeira de criança. “Eu amo jogar futebol. Dentro de campo me sinto uma criança brincando com uma bola” (do genial Neymar, após destruir o Furacão). E nós, nos sentimos criança assistindo ele jogar.

Vibrações positivas. O atacante Cassano do Milan passou mal no desembarque da equipe e foi internado com suspeita de AVC, que seja apenas um susto e que Cassano retorne logo ao clube.

Fullhouse. Falando em liderança, Chicão conseguiu uma nova chance como titular. O ex-capitão afirmou que ele “ainda exerce liderança no grupo”. Internamente, algumas pessoas confirmaram dizendo que desde a saída de Ronaldo e Roberto Carlos, Chicão é o líder do campeonato interno de Poquêr.

Medo de monstro. O Vasco já sabe como fazer para conseguir três pontos na próxima rodada, o time de São Januário está fazendo lobby para que o Santos já comece a poupar Neymar. Decisão inteligente, né!

Pouca gente no estádio e na TV também. A Globo vem registrando números medíocres de IBOPE se comparado aos últimos anos. Tem cravado em média 20 pontos, lembrando que a “Plim-Plim” já teve médias de 35 pontos.

Tiro curto. Cañete jogou 19 minutos contra o Fluminense antes de se machucar. Contra o Vasco foram 14. Alguém explicou para ele que jogar 90 minutos no Brasil, é para jogar todos os jogos e não para somar os minutos?

Vale a pena ver de novo. Chega janela e vai janela, e o Corinthians reabre a sua querendo trocar o goleiro. O nome da vez é Fábio do Cruzeiro.

Renascer. Falando em novela, agora o Mancini (técnico do City) disse que é possível reintegrar Tevez ao time, que basta uma boa conversa para se entenderem. Basta saber se alguém vai entender Tevez.

Continuo na dúvida. Marco Polo Del Nero disse que quer o Morumbi como estádio da Copa das Confederações. Juro que não entendi nada, se o Morumbi pode receber esta Copa, o que faltava para receber a Copa do Mundo? Amizade certa, presidente torcedor ou necessidade menor de lavar dinheiro público?

Dúvida cruel. Lucas seria o Lulinha são paulino?

Pitacos: São Paulo 1×2 Fluminense

Galera do blog, ontem acompanhei ao duelos de tricolores no Morumbi, São Paulo e Fluminense se enfrentaram e o tricolor paulista continua com aproveitamento coerente contra os cariocas dentro de casa, perdeu todas. O São Paulo perdeu por 2×1 e podia ter sido pior.

O jogo começou com o Fluminense pressionando a saída de bola do São Paulo, o clube paulista mostrou seu maior defeito, o time não tem movimentação no meio de campo para dar opção, apesar da qualidade dos jogadores, a falta de entrosamento tático não deixa o time sair jogando. Tanto que o Fluminense parecia jogar em casa, e o gol parecia questão de tempo e saiu aos 17, em tentativa de Marquinho, a bola sobrou para Lanzini abrir o marcador.

O gol não mudou muito no panorama da partida, o FLuminense continuava dominando as ações do jogo, apenas com o passar do primeiro tempo que o time carioca afrouxou um pouco a marcação e o São Paulo começou a pressionar, mas nada muito eficaz, novamente o São Paulo esbarrava na pouca mobilidade do meio de campo e na ausência de um centroavante para contribuir nessa movimentação.

No intervalo, surpreendentemente Adilson sacou Rivaldo e colocou William José, de fato uma boa substituição, Rivaldo foi muito mal no primeiro tempo e William é centroavante de ofício, jogador de joga dentro da área, com ele o São Paulo voltou mais forte e passou a pressionar o adversário, porém pressão de campo e posse de bola, não de chances de gol e ainda começava a se expor muito ao adversário, foi quando o Fluminense tratou de acertar uma ótima jogada que terminou com Sóbis aumentando a vantagem para o time de Abelão.

E a ducha de água fria que o time de Adilson levou só não foi pior, porque o árbitro resolveu dar um pouco de emoção na partida, o juiz deu um pênalti a favor do São Paulo, para mim não houve, porém, Ceni não tem nada a ver com isso, cobrou e diminuiu para o São Paulo, a partir daí o jogo se concentrou no campo de defesa do Fluminense, só que novamente foi uma pressão de volume de jogo e não de chances criadas. No fim, o São Paulo sonhou com a liderança e terminou em quinto lugar, muito trabalho a ser feito e Adilson já pode ser cobrado, mas o maior culpado ainda é a falta de planejamento nos últimos dois anos da diretoria.

Destaques positivos da partida:
Lanzini, o meia do tricolor carioca tem estilo completamente diferente de Conca, mas está substituindo muito bem o craque argentino.
Mariano, o lateral do Fluminense embalou de vez e voltou a ser o lateral que levou o Fluminense ao título.
Marquinho, o sempre contestado meia fez boa partida ele é o Luan do Fluminense.
Cañete, apesar da falta de ritmo e do pouco tempo de jogo, mostrou que é um meia talentoso, deverá ser o tão sonhado camisa 10 que o São Paulo tanto procura.

Destaques negativos da partida:
Casemiro, o volante fez uma partida fraquissima, acho que poderia voltar ao salário anterior que ele jogava melhor.
Meio campo do São Paulo, parece um time de futebol Gulliver, todo mundo tem sua posição definida e não se mexe.
Juan, uma avenida ontem, justo no momento em que ele vinha embalando uma sequência razoável de partida.