Pronto, Ceni estava certo!! “Cavalieri, parabéns pelo título!!”

Galera do blog, encerramos a 35ª rodada do Brasileirão e já temos um campeão matematicamente declarado. O Fluminense que aumentou o sofrimento palestrino e garantiu a faixa de campeão no peito. Quinta feira faço um post específico para o tricolor carioca. Essa rodada teve 30 gols, 6 vitórias do mandantes, 2 empates e 2 vitórias dos visitantes.

A rodada começou com o Botafogo atropelando a última esperança palestrina de se manter na Série A, a Lusinha. O bom time paulista decidiu parar de jogar bola desde que o mês de outubro começou, fazem sete partidas que o time não vence. Já o Botafogo alimenta a esperança de conquistar uma vaga para a Libertadores, chance mínima, mas ainda existe. Bruno Mendes segue em estado de graça com a camisa alvinegra.

O Santos foi o time menos confiável nesse Brasileirão, toda a vez que você aposta em uma boa partida do time de Muricy, ele decepciona e o mesmo vale para o contrário, quando você não espera nada, o time aplica uma goleada. Dessa vez, o time decepcionou e saiu derrotado pelo já rebaixado Atlético-GO.

Para terminar o sábado, o Corinthians atropelou o Coritiba e mostrou que as engrenagens estão prontas para o Mundial. O time venceu por 5×1 e deixou Tite orgulhoso da dúvida que possui. Quem serão os 4 “atacantes” do time titular. Guerrero, Martinez, Romarinho, Danilo, Douglas, Jorge Henrique e Sheik disputam essa “honraria”. E pensar que Sheik no momento é azarão.

A única chance do Galo era vencer a partida e torcer para o Palmeiras conseguir pontuar contra o Fluminense. O Atlético até começou fazendo a sua parte ao abrir o marcador, mas não conseguiu segurar o resultado, acabou empatando com o Vasco e ainda viu o Grêmio assumir a vice-liderança do campeonato. Para Vasco e Galo, o mais importante agora é já preparar o elenco do ano que vem.

E o Grêmio tomou a vice-liderança do Galo ao vencer o São Paulo por 2×1. Cada time jogou um tempo, melhor para o Grêmio que escolheu o segundo tempo para jogar. No primeiro a superioridade do time paulista foi pequena, já no segundo tempo, o time gaúcho foi muito superior ao rival e na pressão e apoio da torcida virou a partida e garantiu sua vaga na Libertadores.

O Cruzeiro venceu o Bahia por 3×1. Para a Raposa, essas rodadas finais servem para a construção da equipe na busca para retomar a posição de destaque dos últimos anos. No jogo em particular, destaque para Martinuccio que tem feito boas partidas nesta reta final e mostrando ser um ótimo parceiro para o apagado Montillo. Já o Bahia ainda corre risco, mas parece o menos ameaçado.

A Ponte Preta venceu o Inter por 1×0. A Macaca silenciosamente vai fazendo um ótimo trabalho nesse campeonato, após um período turbulento durante a transição de Kleina para Guto, mas já voltou a entrar nos trilhos e a Sulamericana parece um sonho possível. Já o Inter foi a maior decepção dessa edição do Brasileirão, o time tem um plantel fortíssimo, mas nunca convenceu nesse Brasileirão e irá terminar apenas com a vaga para a Sulamericana.

O Naútico perdeu para o Flamengo dentro dos Aflitos por 1×0. O time pernambucano que vinha fazendo uma campanha excelente dentro de seus domínios resolveu tropeçar ontem. O Flamengo venceu com um gol de pênalti e afastou de vez qualquer fantasma do rebaixamento. Resta ao rubro-negro, aproveitar essas férias antecipadas e organizar a casa para que o Flamengo ocupe a posição de destaque.

Figueirense e Sport empataram por 1×1. O Figueira foi matematicamente rebaixado com esse empate e empurrou um pouco mais o Sport para a Série B. O Sport tem uma tabela razoável para somar os pontos, mas a próxima rodada é fundamental. O time precisa vencer o Botafogo em seus domínios, caso contrário a Série B baterá na porta do time pernambucano.

Para finalizar, guardei a partida do time campeão brasileiro de 2012. O Fluminense venceu o Palmeiras por 3×2 em um jogo emocionante. O time carioca foi novamente letal como em todo campeonato e Fred foi mais uma vez decisivo ao marcar dois gols. O Flu chegou a abrir 2×0 no marcador, mas bravamente o Palmeiras buscou o empate. Mas Fred, queria o título e foi atrás do terceiro gol do Flu, que deu o título ao time e deixou os palmeirenses ainda mais desesperados.

Anúncios

Pitacos: Eu não sei o que foi pior, largar a praia para ir votar, ou o que aconteceu no Beira Rio.

Galera do blog, a 33ª rodada praticamente terminou (falta apenas o jogo do Galo) e foi marcada pelo polêmico gol do pirata Barcos, pela certeza de que o São Paulo é o time que vive o melhor momento no campeonato e que Seedorf é um exemplo de atleta para qualquer garoto que pensa em jogar bola como um profissional. A rodada teve 20 gols em 09 jogos, com cinco vitórias dos mandantes, três empates e uma vitória do visitante.

Novamente, devido às eleições tivemos a rodada acontecendo na quinta e no sábado. Na quinta, a Ponte conseguiu uma vitória magra contra o Cruzeiro e praticamente afastou o fantasma do rebaixamento, o time campineiro que passou por uma fase turbulenta após a saída de Kleina parece ter se reencontrado. Quanto a Raposa, o time poderia pelo menos diminuir o número de faltas cometidas por jogo.

Também na quinta, o Peixe empatou sem gols com o Timbu. Nada mudou para os dois times, que possuem pouca pretensão no campeonato. O destaque ficou pelo desabafo de Neymar, que reclamou de seus companheiros ficarem esperando ele resolver a partida sozinho. A reclamação de Neymar é válida, mas só precisam avisar para ele que falta talento ao resto do time mesmo. Por enquanto, só ele resolve mesmo.

Para completar a quinta, o Fluminense mostrou porque está com uma mão na taça. Novamente o time foi inferior ao adversário e conseguiu vencer o Coritiba por 2×1. Dessa vez, Wellington Nem foi o destaque da partida, com oportunismo para marcar um gol e inteligência para dar uma assistência. O Fluminense além de toda a competência, está com aquela sorte de campeão.

O sábado começou com o Corinthians vencendo o Vasco por 1×0. Foi um bom jogo, o Corinthians teve o domínio da partida, mas sempre que o Vasco conseguiu um contra golpe foi perigoso. O jogo merecia mais gols, mas faltou um pouco de capricho dos dois times. O Corinthians volta a acelerar o time visando o mundial, o Vasco tenta reencontrar o acelerador perdido no segundo turno.

O Inter venceu o Palmeiras por 2×1. O Inter foi merecedor do placar, o time gaúcho tem muito mais técnica do que o alviverde e soube explorar essa vantagem. Contudo, o jogo ficou marcado pelo gol feito por Barcos com a mão. Inicialmente, o gol foi validado pelo juiz e depois de muito barulho, repórter auxiliando quarto árbitro e o delegado da partida avisando o árbitro principal, o gol foi anulado. Sinceramente, o gol foi irregular, mas o que aconteceu no Beira Rio é vergonhoso.

Vergonha quem passou também foi o Atlético-GO. O dragão foi até o Engenhão para apanhar de 4×0 para o Botafogo. Na próxima rodada, o Dragão tem tudo para ser o primeiro time rebaixado. Pelo Fogão, os destaques ficam, para o primeiro gol do Botafogo, um golaço pela coletividade, para a fase do menino Bruno Mendes, 5 gols em 4 jogos e pelo caráter de Seedorf, uma aula para os jogadores mimimi’s de plantão.

O Figueirense também deu um passo largo para fazer companhia ao Atlético-GO.
O time ficou no empate sem gols com a Portuguesa em pleno Orlando Scarpelli. Para o Figueira, resta começar a operar milagres para tentar a permanência na Séria A, enquanto para a Lusinha uma vitória deve garantir o time na Série A do Brasileirão.

O Bahia não conseguiu vencer o Grêmio e deixou os palmeirenses ainda esperançosos. Os baianos ficaram no empate em 1×1 com o tricolor gaúcho. Os baianos até pressionaram os comandados de Luxemburgo, mas pararam na boa marcação e na tarde feliz de Marcelo Grohe. O time baiano precisa segurar as pontas nas duas próximas rodadas, pois nas três últimas a tabela é favorável. Para o Grêmio, a má notícia é a aproximação do São Paulo, a boa é que Kléber enfim desencantou.

Para fechar, o São Paulo venceu o Sport por 4×2 em plena Ilha do Retiro. Lucas foi o nome do jogo, ao marcar três gols para o tricolor. O time está em grande fase, sendo o melhor time do Brasileirão neste momento. O time tem tudo para conseguir a tão sonhada vaga na Libertadores, o cenário para 2013 é esperançoso para o torcedor tricolor. Mesmo sem a estrela da partida.

Pitacos: Flu vai avançando seja na raça, no talento e até no apito. As faixas já começam a ser preparadas!!!

Galera do blog, terminou a 30ª rodada e o Fluminense já começa a discutir com a gráfica como será a sua faixa. O São Paulo é o segundo melhor time do momento e chega com gás no G4, e o Palmeiras jogo duas chances fora e resta uma pequenina chance de se salvar. A rodada teve 24 gols com 07 vitórias dos mandantes e 03 empates.

O sábado começou com um tremendo vexame colorado, o time foi derrotado pelo Atlético-GO por 3×1. O lanterna que não possui mais pretensão nenhuma no campeonato a não ser esperar o martírio acabar venceu com tranquilidade os comandados de Fernandão. O treinador colorado chegou a entregar o boné, mas como a diretoria não quer a Libertadores, manteve o rapaz no cargo.

Flamengo e Cruzeiro empataram em 1×1. Mas sem grandes novidades na atuação dos dois times. O Flamengo falta qualidade no lance final e capricho no chute, até merecia a vitória na partida, tendo inclusive um gol mal anulado, mas faltou um melhor arremate. Já o Cruzeiro continua com o seu principal recurso a falta, o time mineiro parece só saber isso, se bobear até no gol tem falta.

Para fechar o sábado, Lusa e Corinthians também ficaram no empate em 1×1. Foram dois tempos distintos, o primeiro o Corinthians dominou as ações e a Lusa tentava assustar em rápidos contra ataques, já no segundo foi a vez da Lusa dominar as ações e o alvinegro ser perigoso nos contra ataques. No fim, Tite atingiu a marca que gostaria e parece que agora Zizao estreia.

O Vasco perdeu por 2×0 para o Santos na Vila Belmiro. Não que o resultado seja anormal, mas o que impressiona é a constatação de que está acabando o gás do time cruz maltino, as vezes rola um suspiro em uma partida ou outra, mas o ritmo não se sustenta. Já o Santos ganhou a segunda partida consecutiva sem seu craque, sinal de que enfim, o time se acertou e agora apenas espera o craque para melhorar o time.

O São Paulo jogou apenas 20 minutos contra o Figueirense, foi o bastante para vencer por 2×0 e entrar de vez no G4, depois o time se poupou, mas sem sofrer riscos. O time está jogando muito bem sem Lucas, o que mostra que Ney parece ter encontrado um esquema para não sofrer tanto quando o menino for embora, já o Figueirense precisa pensar até se esse time aguenta a Série B.

Quando a fase não é boa, não tem o que fazer. O Palmeiras até iniciou pressionando e criando boas chances, mas em um contra ataque, Kieza decretou a vitória do Naútico por 1×0. Após o gol o que se viu , foi o retrato de um time desesperado, o time palmeirense ficou completamente desorganizado e foi presa fácil para o Timbu. O Naútico graças ao poder dos Aflitos se manterá na Série A.

O Coritiba venceu o Bahia por 2×1 e se consolidou na fuga pelo rebaixamento. O time de Curitiba tem muito mais plantel do que os times ao seu redor, em compensação o Bahia é a única salvação para o Palmeiras permanecer na Série A, o time é bem fraco também e não consegue manter o mesmo time. A única força é a mão de Jorginho no time.

Atlético-MG venceu o Sport por 2×1 em uma partida que foi bem até o último minuto. O Sport surpreendeu ao iniciar a partida na frente. O Galo voltou a não fazer uma partida convincente, porém surpreendentemente Ronaldinho Gaúcho resolveu na garra comandar a virada do Galo, Leonardo que entrou no segundo tempo anotou os dois gols da partida. A única nota contra foi o pênalti não marcado a favor do Sport no final do jogo.

E o Grêmio tinha tudo para continuar na busca do Fluminense, enfrentou o Botafogo em casa. Porém, o time jogou muito mal e não conseguia vencer a defesa não tão bem postada do Fogo, mesmo assim no meio do segundo tempo, Léo Gago acertou um belo chute de falta e abriu o marcador para o Imortal fazendo a torcida enlouquecer, o jogo tinha tudo para terminar dessa forma, mas Oswaldo resolveu colocar o menino Bruno Mendes no final e ele marcou um golaço e calou o Olímpico.

Para fechar o jogo mais polêmico. Como sempre, graças a nossa querida e preparada arbitragem. A Ponte conseguiu achar um gol logo no início do jogo e soube se defender bravamente do líder do campeonato, e eis que Nielson (aliás começo achar que ele é o disparado o pior) inventou um pênalti a favor do Fluminense e depois foi o lance mais absurdo deste campeonato, o lance claro de falta a favor da Ponte, ele inverteu a mesma e no lance saiu o gol da virada tricolor.

Em tempo: Aqueles que acreditam em teorias de conspiração no futebol, favor procurarem o site da CIA ou se for uma conspiração nacional, procurar nosso serviço de inteligência. Grato, CMC10.