Os grupos da Libertadores 2017

libertadores221216

E ontem foram definidos os grupos da Libertadores 2017.

Vamos comentar um pouco sobre o grupo, mas particularmente achei os grupos de 1 a 4 mais equilibrados do que os de 5 a 8.

No grupo 1, o atual campeão, o Atletico Nacional, além de Estudiantes, Barcelona (EQU) e Ganhador 2 (Botafogo, Colo-Colo, Olimpia, D. Municipal ou I. del Valle). Possivelmente, o ganhador 2 será uma força no grupo que se juntará a três times tradicionais, o time campeão não terá vida fácil para avançar de grupo, junto com o grupo 4, é o grupo mais equilibrado.

Grupo 2 terá Santos, Santa Fé, Sporting Cristal e Ganhador 3 (U. de Sucre, M. Wanderers, Atlético Cerro, Unión Española ou The Strongest). Acredito que o The Strongest será o classificado para o grupo, sendo assim, o maior adversário do Santos serão as longas viagens. Logicamente não dá para ignorar o grupo, pois serão jogos bem complicados, o Santos deve avançar, mas não pode tropeçar.

Pelo Grupo 3 teremos River Plate, Emelec, Ind. de Medellin e Melgar. Acredito que a ordem do grupo será a mesma que foi sorteado, minha única dúvida fica pelos duelos entre Emelec e Medellin quem ficará com a segunda vaga.

No grupo 4 temos San Lorenzo, Univ. Catolica, Flamengo e Ganhador 1 (Atlético-PR, Millionarios, Tachirá, Capiatá ou Universitario). Ganhador 1 deve ficar entre o Furacão e o Millionarios, que se juntarão a times tradicionais, o clube de Almagro vem muito bem com Diego Aguirre (sim, ele mesmo), acho que pelo time do Flamengo é obrigação passar, mas a tarefa será mais complicada do que se imaginava.

Já no grupo 5 ficamos com Penarol, Palmeiras, Jorge Wilstermann e Ganhador 4 (Carabobo, Junior Barranquila, A. Tucuman e El Nacional). Aposto no Junior para a última vaga, mas que eu gostaria muito de ver Carabobo, gostaria, é piada pronta. 2016 anda tão bom com o Palmeiras que até no sorteio dá tudo certo, grupo tranquilo.

O grupo 6 tem Atlético-MG, Libertad, Godoy Cruz e Sport Boys. Outro daqueles grupos que o sorteio indica a provável ordem ao final da fase de grupos, grupo muito tranquilo para o Galo, ótimo para Roger fazer testes e colocar sua forma de pensar o jogo.

No grupo 7, Nacional, Chapecoense, Lanus e Zulia. Grupo sem nenhum favorito, mas com o Zulia de saco de pancada, ele poderá ser o diferencial para avançar ou não de fase, dependendo do grupo que a Chape conseguir formar para 2017, pode alcançar o feito espetacular de avançar de fase, torcida não faltará.

Para fechar, o grupo 8 tem Grêmio, Guarani (PAR), Zamora e Iquique. Assim como o Palmeiras, a sorte do Grêmio continua intacta em 2016, o grupo mais fácil disparadamente, o time brasileiro tem quase obrigação de terminar com a melhor campanha da Libertadores.

E vocês o que acharam?

Anúncios

A tecnologia no futebol, porque não?

arbitragem151216

E ontem um gol polêmico iniciou a eliminação do Atlético Nacional da Colômbia no Mundial de Clubes.

Polêmico, pelo uso da tecnologia, não vou entrar no mérito se foi acertado ou não. Acho que a polêmica maior é sobre o uso da tecnologia. Eu sou a favor, e achei muito oportuna a tentativa. É lógico que algumas coisas precisam ser aprimoradas e não banalizar a decisão.

Eu sou a favor do método de desafio, igual no tênis, cada time teria um desafio por tempo, não cumulativo e se utilizado de forma equivocada perderia o do outro tempo, além de um tempo máximo para pedir o desafio, 30 segundo no máximo.

Além disso, algumas tecnologias seriam implantadas sem necessidade de uso de desafio, como o chip na bola para dizer se ela entrou ou não, por exemplo.

Por exemplo um carrinho que o jogador tem certeza que foi tocado e que sofreu o pênalti, logo após ele receber o contato ele mesmo, avisa o capitão para solicitar o desafio. Além de certificar da decisão correta, cria a consciência nos atletas de pararem de inventar falta e só pedir se realmente sofreram a falta.

Acho que o desafio criaria uma responsabilidade no jogador perante ao jogo, hoje é comodo para alguns atletas simularem faltas e cometerem faltas escondidas e jogar tudo nas costas da arbitragem.

O futebol hoje é visto por milhões de pessoas e os erros percebidos em menos de um minuto dentro do estádio, todo mundo acessar o celular e logo, todo mundo está sabendo do que aconteceu, o futebol precisa acompanhar isso,  para evitar que por várias vezes o centro da polêmica fique sobre a arbitragem ou qualquer decisão dela.

Eu desconfio muito da muleta de quem assina para manter essa restrição, ou não querer resolver de verdade, parece que cria uma forma de mostrar que a tecnologia não serve e que comodamente é melhor não seguir em frente.

Deixar a dúvida e a culpa na arbitragem parece conveniente para quem suborna até voto para escolher a sede do maior evento do mundo de futebol.

Tecnologia é mais difícil subornar.

Restam 16 na Libertadores-16

libertadores-trofeu-480-getty-images

Depois de quase três meses de Libertadores encerra-se a fase de grupos, restam agora apenas 16 times.

São 5 argentinos, 4 brasileiros, 2 mexicanos, 1 uruguaio, 1 paraguaio, 1 colombiano, 1 equatoriano e 1 venezuelano. 8 países diferentes seguem, mas a soberania fica com Argentina e Brasil. Só San Lorenzo e Palmeiras não avançaram.

Vamos aos confrontos: (Irei listar de 1º ao 16º, sendo que do 9º em diante serão os segundos colocados de acordo com a campanha, certo)

Atletico Nacional-COL (1º) x Huracán-ARG (16º): O time da Colômbia tinha tudo para terminar com 100%, mas se poupou e empatou a última partida, além disso segue com a espetacular marca de não ter tomado nenhum gol na competição. Apesar disso, times colombianos costumam prezar pela imprevisibilidade. Assim, como esperar algo do time argentino.

O Huracan é um time advindo do próprio grupo dos colombianos, a tendência é que o Nacional passe sem grandes dificuldades, só perdem para si mesmo.

Pumas-MEX (2º) x Deportivo Táchira-VEN (15º): Confronto teoricamente tranquilo para os mexicanos. Outro confronto com origem dentro do mesmo grupo, ambos estavam no grupo 7. O Táchira tem o fator casa como força, mas é goleado facilmente fora. A tendência é que o Pumas avance.

Corinthians-BRA (3º) x Nacional-URU (14º): Confronto na teoria fácil. O Corinthians tem sido forte dentro de casa e conseguido também impor seu jogo fora. O Nacional conseguiu a classificação graças a duas vitórias consecutivas sobre o Palmeiras.

O time uruguaio com exceção a esses dois jogos, tem feito apresentações bem abaixo, apenas a camisa tem a mística, a questão é saber se o que desperta o time uruguaio é um time brasileiro do outro lado, ou foi apenas um lampejo contra o Palmeiras.

Atlético-MG-BRA (4º) x Racing-ARG (13º): Confronto duríssimo para o Galo. Apesar da ótima campanha na fase de grupos, pegou um adversário duro que usa seu estádio como um verdadeiro caldeirão para fazer seu resultado.

O Galo tem jogado um futebol excelente, talvez o melhor dentro do Brasil, mas isso não o coloca como favoritaço no confronto, precisa mostrar esse futebol e aquele 1% que a Libertadores exige. Promessa de duas grandes partidas.

Toluca-MEX (5º) x São Paulo-BRA (12º): Confronto parelho. O time mexicano fez ótima campanha dentro do considerado grupo da morte, tem boa proposta coletiva e decide em casa.

Já o tricolor paulista, tem a mística da camisa dentro da competição e a crescente do time nos três últimos jogos, o time ainda tem suas oscilações, mas já demonstra um estilo mais compatível com o que a Libertadores exige. Acredito que o São Paulo possa passar para a próxima fase.

Boca Juniors-ARG (6º) x Cerro Porteño-PAR (11º): Confronto também bem parelho. O Boca é o Boca, assim como o São Paulo começou patinando, mas embalou no returno, a diferença é que além do Nacional da Colômbia, apenas os argentinos ainda não perderam na competição. E o time deu sinais de melhora nos dois últimos jogos.

O Cerro talvez tenha um dos seus melhores times dos últimos anos, pode dar trabalho, mas ainda é o início desse time, talvez a pressão de enfrentar uma Bombonera entupida valendo vaga, pese e consequentemente custe a próxima fase.

River Plate-ARG (7º) x Independiente del Valle-EQU (10º): O time equatoriano tem seu valor, mas só, enfrentará o tradicional time argentino e atual campeão da competição, a tendência é que fique pelo caminho.

Rosário Central-ARG (8º) x Grêmio-BRA (9º): Nem sempre um cruzamento é lógico, as vezes o primeiro não pega o pior time classificado, mas nesse caso, não poderia representar melhor o emparelhamento.

Rosário como o pior primeiro e Grêmio como o melhor segundo representam bem o equilíbrio que será o duelo. É inevitável ficar em cima do muro, talvez o fator de jogar a última em casa, jogue a favor do Rosário, além de eu achar o time com o melhor potencial da competição. Mas é confronto duríssimo, o mais parelho dessa fase.

Mas como o Cadê Meu Camisa 10 não fica em cima do muro, segue meus palpites para os confrontos das quartas:

Nacional-COL x Rosário-ARG
Pumas-MEX x River-ARG
Corinthians-BRA x Boca-ARG
São Paulo-BRA x Racing-ARG

Sorteio dos grupos da Libertadores 2016!

libertadores 231215

E os grupos da Libertadores foram sorteados.

Sorte de São Paulo, Corinthians e Atlético-MG, azar de Palmeiras e Grêmio. É lógico que tudo é relativo, existe aquela premissa de que aqueles que já pegam dureza logo de cara, já entram fortalecido na fase de mata mata ou que é melhor pegar um grupo tranquilo para o time ganhar corpo na hora certa.

Contudo diante do peso dos nomes e pensando apenas na facilidade em chegar nas oitavas, fico com essa divisão para sorte ou azar. Vejam os grupos:

Grupo 1 – River Plate (ARG), The Strongest (BOL), Trujilianos (VEN) e São Paulo ou Cesar Vallejo (PER).

Ao que tudo indica, São Paulo passa pelos peruanos e disputa com o atual campeão o posto de primeiro do grupo. Ao meu ver, um grupo perfeito, dois times fracos, mas com o efeito altitude para testar o time e ainda o atual campeão e um dos favoritos para testar o time na fase de grupos. Bauza pode aproveitar muito toda essa primeira fase da competição para encorpar o time.

Grupo 2 – Nacional (URU), Palmeiras (BRA), Rosario Central (ARG) e River Plate (URU) ou La U (CHI)

La U deve completar o grupo e junto com o grupo 6 se tornar o grupo mais incerto dessa fase. As distâncias percorridas serão pequenas, mas a entrega será máxima, todo ponto jogado fora em casa fará toda a diferença. Sem nenhuma previsão dos possíveis classificados. Qualquer palpite será mero e aleatório chute.

Grupo 3 – Boca Juniors (ARG), Bolivar (BOL) Deportivo Cali (COL) e Puebla (MEX) ou Racing (ARG)

Pela fase de pré-libertadores esse é o jogo mais incerto, mas aposto na força do Racing no jogo de volta dentro de seu estádio, sendo assim os dois argentinos tem tudo para avançarem para a próxima fase, somente o Cali poderá causar algum imprevisto, mas fora isso, os hermanos devem avançar nesse grupo.

Grupo 4 – Penarol (URU), Atletico Nacional (COL), Sporting Cristal (PER) e Huracan (ARG) ou Caracas (VEN).

Huracan deve avançar e completar o grupo, consequentemente deverá ser o rival do Penarol pela segunda vaga, pois a primeira ficará com o bom time colombiano. Ainda assim, acho difícil o Penarol não figurar nas oitavas, só uma bobeira mesmo contra os argentinos dentro de casa os tiraria da próxima fase.

Grupo 5 – Atlético-MG (BRA), Colo Colo (CHI), Melgar (CHI) e Ind. del Valle (EQU) ou Guarani (PAR)

O Galo pegou um grupo facílimo, o mais tranquilo, faz tempo que o Colo Colo não assusta ninguém e apenas o Guarani pode apresentar resistência, mas a saida de Jubero ainda não foi testada e tampouco sabe-se o impacto. Se Aguirre souber aproveitar essa fase, emplaca a melhor campanha da fase de grupos.

Grupo 6 – San Lorenzo (ARG), Grêmio (BRA), LDU (EQU) e Toluca (MEX).

Outro grupo equilibradíssimo, três campeões de Libertadores no mesmo grupo, dois campeões com o novo treinador são paulino, além disso a força mexicana que sempre causa dor de cabeça. Outro grupo sem nenhuma previsão, acho que o Grêmio passa, não sei em qual posição, mas passa, de resto, também será um puro palpite.

Grupo 7 – Olimpia (PAR), Emelec (EQU), Tachira (VEN) e Pumas (MEX)

O grupo com menor força, são bons times, mas longe de serem forças dessa edição, poderão aproveitar para beliscar umas oitavas e torcerem por um bom cruzamento para ousarem umas quartas, mas nada mais do que isso para provavelmente Emelec e Olimpia.

Grupo 8 – Corinthians (BRA), Cerro Porteno (PAR), Cobresal (CHI) e Oriente Petrolero (BOL) ou Ind. Santa Fé (COL)

O Corinthians caiu naquele grupo que parece que todo mundo tem sua posição bem definida. Os brasileiros ficarão em primeiro, os colombianos que passarão pelo Petrolero em segundo, os paraguaios em terceiro e os chilenos fazendo turismo. De qualquer forma, o Corinthians foi outro brasileiro que pegou o chamado ótimo grupo para começar, pouco transtorno com viagem, o Santa Fé, atual campeão da sulamericana como um bom teste e tempo para encorpar ainda mais, ou entender o time sem, por enquanto, Jadson.

A Libertadores dentro de campo começa só dia 03 de fevereiro, mas aqui no Cadê Meu Camisa 10 vocês já curtem uma prévia dos grupos.

Brasil, Argentina e o resto na luta pela América!!

liberta230415

Acabou a fase de grupos da Libertadores!

Sobraram 16 times, 5 brasileiros, 4 argentinos, 2 colombianos, 1 paraguaio, 1 uruguaio, 1 boliviano, 1 mexicano e 1 equatoriano. Ou seja três blocos, os brasileiros, os argentinos e o resto.

Veja o que esperar dos confrontos:

Boca x River

Para começar os cruzamentos apenas o clássico de maior rivalidade argentino, Buenos Aires irá parar nos próximos dias. O time do Boca fez campanha irretocável na primeira fase garantido com 100%  de aproveitamento. A dupla Lodeiro-Osvaldo tem sido importante.

Já pelo River a situação é completamente inexplicável, de time vencedor da sulamericana em 2014 e credenciado para ser o principal time a combater os brasileiros, o River se foi muito mal na fase de grupos, classificou-se na última rodada graças a uma combinação de resultados e com a campanha de pior segundo colocado.

Um clássico pode mudar tudo isso, mas o Boca sai como favorito.

Cruzeiro x São Paulo

Campeão e vice campeão brasileiro se encontram nessa próxima fase. O São Paulo tem um ótimo retrospecto contra o Cruzeiro, menos quando se fala de mata-mata. Vale lembrar a Libertadores de 2009 e a Copa do Brasil de 2000.

Contudo o tricolor paulista parece enfim ter começado o seu ano, se o time entender que precisa entrar em campo com a mesma disposição de ontem, torna-se favorito para o duelo, se entrar como tem feito durante quase todo 2015, o Cruzeiro estará nas quartas.

Já o Cruzeiro ainda está chegando ao nível do time bicampeão brasileiro, como muitas peças foram trocadas o time ainda encontra algumas dificuldades. Sinceramente, não vejo favorito para o duelo.

Corinthians x Guarani (PAR)

O alvinegro não pode pedir nada melhor para a luta pelo segundo título da Libertadores, um dos adversários mais fáceis dessas oitavas o Guarani não promete oferecer resistência ao Corinthians. O time paraguaio se classificou pelo grupo do Racing e mostrou que até consegue alguma coisa em casa, mas é presa fácil fora de casa.

Para o Corinthians melhor do que pegar o adversário teoricamente mais fácil será a oportunidade que esse confronto trará de recuperar seus melhores jogadores e voltar ao mesmo ritmo do começo do ano, já que nos últimos  6 jogos o time caiu muito de produção.

Corinthians é amplamente favorito nesse confronto.

Racing (ARG) x Montevideo Wanderers (URU)

O Racing é outro que não pode reclamar do adversário, o Montevideo se classificou no grupo do Boca por falta de opção entre os demais. Todos os integrantes com exceção do Boca eram fraquíssimos, aí caiu no colo do Montevideo uma passagem para a segunda fase.

Já o Racing começou a Libertadores dando pinta de que eles seriam a melhor campanha da primeira fase, mas depois de três vitórias seguidas, tropeçou duas vezes e só voltou a vencer na última rodada em uma virada histórica. O time é rápido, quase a mesma base mantida com relação ao time ganhador do Argertinão, Bou e Milito (sim, aquele Milito) são os destaques desse time.

A Academia deverá passar sem problemas para a alegria de Mauro Cezar Pereira.

Tigres (MEX) x Universitario Sucre (BOL)

O Tigres é a grande surpresa dessa primeira fase, o time mexicano que conta com Rafael Sóbis no elenco fez uma campanha excelente no grupo que tinha o River Plate, saiu sem nenhuma derrota e com a segunda melhor campanha do campeonato. E também foi premiado nessa fase.

O Sucre é o típico time de altitude, em seu território dá uma canseira, quando desce a ladeira se segura como pode. Mesmo em seus domínios o time conseguiu apenas uma vitória.

Ou seja, o Tigres tem tudo para seguir em frente na competição.

Internacional x Atlético-MG

Outro clássico brasileiro, outro duelo equilibradíssimo, promessa de grandes jogos.

Ambos estão em evolução, Aguirre parece enfim ter conquistado a paz que precisava para fazer seu trabalho no Inter e vem feito um trabalho sólido, ainda com pouca “magia” que se espera do elenco recheado do Colorado, mas firme e vencedor. Nilmar como protagonista.

Já o Galo doido, vai se apegando no seu mantra “Eu Acredito” e passou de fase. Em um grupo equilibradíssimo, o verdadeiro grupo da morte, o Galo passou com uma vitória na última rodada e também chega empolgado para o duelo.

O único problema do Galo é não poder jogar com o mantra no último jogo, já que o mando será do Inter. Confronto apertado, sem favorito.

Independiente Santa Fé (COL) x Estudiantes (ARG)

O confronto de dois times que já foram melhores, já assustaram mais em passados recentes, hoje são apenas uma sombra do que foram, o Santa Fé se classificou no confuso grupo do Galo em primeiro, enquanto o Estudiantes fez campanha modesta no grupo 7.

Confronto duro onde não vejo favorito.

Atlético Nacional (COL) x Emelec (EQU)

Confesso que esperava mais do vice campeão da sulamericana no ano passado, mas o Atletico perdeu algumas peças importantes do elenco e parece que ainda não se reencontrou. O time fez uma campanha firme, mas sem um futebol de encher os olhos. É um time que joga melhor fora do que em casa, ou seja, gosta de esperar o adversário atacar.

E terá o Emelec pela frente, um time com o DNA equatoriano de futebol, quase disciplicente, mas ofensivo por natureza. O time ficou em segundo no grupo do Inter deixando para trás a altitude do Strongest e a famosa La U.

Será um bom duelo, mas esse DNA equatoriano cobrará caro na fase de mata-mata, aposto que o Atlético avança.

E vocês o que acharam dos confrontos?

Palpitando 10.03.2015

Imagem

Partiu segunda rodada de Março, como sempre a escolha feita para a alegria de vocês, tem Champions, Liga Europa, Libertadores, estaduais mequetrefes, campeonatos nacionais (incluindo o Russão e o Panamão), ou seja, só a nata do futebol. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Thiago / Cadê Meu Camisa 10? – 100 pontos
2 – Wagner – 95 pontos
3 – Ramon – 65 pontos
4 – Rodrigo – 45 pontos

O mês começou bem embolado ainda, muita coisa ainda pode acontecer, a seguir veja como está o ranking geral e o do mês de Março. Veja os rankings:
RM10032015

RG10032015

Vamos aos palpites da rodada:
Quarta, 11 de Março de 2015
16H45 Chelsea (ING) 1×1 PSG (FRA) – Champions League
22h00 Santos 2×1 Palmeiras – Paulistinha

Quinta, 12 de Março de 2015
15h00 Wolfsburg (ALE) 3×1 Inter de Milão (ITA) – Liga Europa
17h05 Fiorentina (ITA) 1×1 Roma (ITA) – Liga Europa
17h05 Villareal (ESP) 1×3 Sevilla (ESP) – Liga Europa
19h45 Libertad (PAR) 1×0 Estudiantes (ARG) – Libertadores

Sábado, 14 de Março de 2015
16h00 Universidad de Chile 1×2 Colo colo – Chilenão

Domingo, 15 de Março de 2015
07h30 Spartak Moscou 1×0 Dinamo Moscou – Russão
16h00 Ponte Preta 1×2 São Paulo – Paulistinha
17h00 Olympique Marseille 0x0 Lyon – Francesão
18h00 Miguelito 2×0 Chiriqui – Panamão
18h30 Joinville 0x0 Chapecoense – Catarininha
19h00 Atletico Nacional 3×1 Independiente Medellin – Colombião

Segunda, 16 de Março de 2015
15h00 Fiorentina 2×1 Milan – Italianão
15h00 Torino 0x2 Lazio – Italianão