O camisa 10 nem sempre está dentro de campo…

Créditos: retirado do site Diario do Flamengo / imagem de Flavio Veloso

Créditos: retirado do site Diario do Flamengo / imagem de Flavio Veloso

Galera do blog, invariavelmente um ou outro grande amigo resolve arriscar algumas linhas aqui no blog. E dessa vez, o texto vem do flamenguista de Niterói Fellipe Mello. Todo marrento como manda a cartilha de um flamenguista, segue um texto que é um exculacho só!!

Por Fellipe Mello

A campanha pífia do Flamengo no brasileirão e a escalação no papel digna de um timeco daqueles que possuem sede nas Laranjeiras, São Januário, General Severiano e afins, anunciava que 2013 tinha tudo para ser uma tragédia para os rubro-negros.

O nosso affair com o Z4 durou alguns meses e a série B parecia a periguete da novela louca pra dar o golpe da barriga no Mais querido do Brasil. Mas o Flamengo como bom garanhão-comedor da noitada carioca, botou a capa no “menino”e mostrou mais uma vez que segunda é apenas o dia seguinte ao domingo.

Como bom cafajeste que é o Mengão deixou a mulherada acreditar que ele era bom moço e que não oferecia perigo a ninguém! E foi assim no sapatinho e na humildade que o Mengão começou a rapelar na balada, deixou a periguete da série B pro Vice da Gama comer de novo e resolveu se preocupar com a gostosa da Copa do Brasil que tava ali no cantinho e não parava de dar mole mais uma vez!

Pela frente o Cruzeiro, líder absoluto do brazuca, e a gatomestragem já cravava nossa eliminação. Porém, esqueceram o detalhe de que as mineiras adoram os cariocas, e lá fomos nós levar as 3 Marias pro motel pra mostrar como é que faz!

Suruba com as 3 Marias finalizada era hora de enfrentar as viúvas do Garrincha.

O canil de General Severiano estava em polvorosa com o Botachoro figurando no G4 durante boa parte do brazuca. A terceira idade carioca já sonhava com o título, comparava o time de 1963 como de 2013, usava a camisa da sorte do bisavô ganhou do Nilton Santos e todas as supertições que só os botafoguenses acham que funcionam, mas que nós todos sabemos que não adiantam porra nenhuma há mais de 50 anos.

Pra variar o primeiro jogo terminou empatado em 1×1. Pros chorões era mais um sinal de que algo bom estava por vir, pro Flamengo apenas aquela chatisse de ganhar mais uma vez nos pênaltis e eles terminarem o jogo em prantos botando a culpa no gandula, no massagista, na periguete atrás do gol do Jefferson e etc.

Pela milhonésima vez em uma decisão o Mengão tinha o pior time, acabara de sair da crise, jogadores jovens formados na base e um técnico desconhecido. Pra cornetagem de plantão um sinal de fragilidade, pra nós a certeza de mais um triunfo, afinal só quem conhece a favela circula tranquilo por seus becos sem tomar esculacho! E foi assim que Claudio Coutinho, Carpegiani, Carlinhos, Andrade e agora Jayme de Almeida fizeram, porque técnico o Flamengo também faz em casa.

A semana que antecedeu ao jogo de ontem alimentava as esperanças no canil e nos asilos pelo Brasil afora! O Foguinho havia vencido o Mengão no brazuca, o que era um sinal de que eles poderiam avançar na Copa do Brasil na última quarta-feira.

Eis que o maior craque da história do futebol mundial resolve anunciar sua participação! Seu nome não é Pelé, nem Zico! Ele não veste a 10 e jamais jogou pela seleção brasileira! Ele veste a 12, ou melhor eles vestem a 12! Aliás milhares vestiriam a 12! SIM, a NAÇÃO RUBRO NEGRA resolveu jogar mais uma vez! E quando ela entra em campo até Zico se rende a sua força e reconhece que maior que ela não há!

Enquanto a os flamenguistas já haviam comprado 50 mil ingressos na TV anunciava que em General Severiano o calor carioca castigava 6 idosos na fila.

Chegava então o dia do jogo! A Magnética em peso invadia o Maraca mais uma vez para que o timeco da Gávea pudesse ter um jogador a mais em campo!

Antes do jogo começar o craque Seedorf olhava pras arquibancadas destinadas ao Flamengo e parecia ter comido os famosos bolinhos alucinógenos de Amsterdam. Não queridão tu não tá doidão, é que hoje o bicho vai pegar!

Bola rolando e a Nação chamando a responsa mais uma vez! Ela atacava, defendia, avisava o ladrão e tudo mais! O nosso camisa 12 tava afim de jogo mais uma vez!

O jogo começou tenso! Muitos erros de ambos os lados! Mas dava pra ver o sangue nozóio da nossa molecada empolgada pelos berros ensurdecedores de nosso craque-maior vindos das arquibancadas.Embora a Nação seja maior que Pelé, colocar a bola no barbante nunca foi seu forte! Ficou então por conta de Hernane a responsabilidade de dar TRÊS brocadas sem tirar nas meninas choronas! Uma canela de primeira após o bololô na área, uma chapada pro chão depois do rebote de Jefferson e uma testada no cantinho decretaram a vitória! Aos 15 minutos do segundo tempo metade da torcida do botachoro já tinha ido embora: Só restavam 3 pessoas!

Mas como surra em idoso é crime, Hernane Brocador, que só não fez o quarto porque teve humildade em gol, presenteou Leo Moura que fechou os 4×0 no dia que nosso vovô-moicano completara 35 anos!

Pra finalizar eu gostaria apenas de deixar minhas sinceras desculpas à Luísa Mel e os defensores dos animais pelo nosso feito de ontem, afinal logo na semana que eles salvaram 300 beagles do instituto Royal o Mengão foi lá e matou a cachorrada!

Agora que venha nossa baranga de fé de São Januário ou o pessoal das terras das duplas sertajenas na semifinal!

Copa do Brasil, já te falei, tu é bonita, gostosa e tá me dando mole! To avisando hein, se eu te pego, eu te esculacho e ainda te troco pela Libertadores no ano que vem!

Deixou chegar, fudeu! Pra cima delas Mengão! SRN!

P.S.: O Flamengo não é um time é uma NAÇÃO! E nação meus amigos, não precisa de um camisa 10, precisa apenas da união do seu povo para vencer e é exatamente essa união que desde de 1989, quando Zico abandonou o futebol, que ensina país afora que o jogo nem sempre se ganha dentro das quatro linhas, quebrando mais um ditado popular.

Anúncios

Jogos de Quarta!

Galera do blog mais querido, ontem alguns jogos rolaram pelos estaduais e Libertadores. Acompanhei alguns e aqui vão os meus comentários sobre o que eu vi.

Cruzeiro 7 x 0 Real Potosi: No jogo de volta pela Libertadores, o time celeste atropelou o time boliviano e deixou mais evidente como a altitude influencia o time que está acostumado com ela. Os gols cruzeirenses foram marcados por Marquinhos Paraná, Thiago Ribeiro, Kléber Gladiador, Jonathan, Eliandro, Bernardo e Guerron.

O time boliviano até tentou uma correria inicial, mas com o passar do tempo foi facilmente dominado pelo time brasileiro, tanto que ficou evidente a total fragilidade do time boliviano. Dessa forma, o Cruzeiro vai para o grupo 07 e encara de primeira o Velez, um dos maiores adversários dos clubes brasileiros na conquista desta Libertadores.

São Paulo 3 x 0 São Caetano: Enfim, o considerado time titular (com exceção dos recém-chegados), e deu para ver uma grande evolução, talvez ainda longe do ideal, porém o time atuou de maneira mais equilibrada. Gols de Washington, Dagoberto e Hernanes.

O time são paulino entrou com sua força máximae animou os torcedores desconfiados, principalmente na parte ofensiva, a movimentação de Paraíba e Dagoberto foi muito interessante e atormentou o sistema defensivo do Azulão, outro ponto positivo é a constante evolução de Jean como ala direita, o volante está melhorando cada vez mais o quesito cruzamento. A defesa ainda precisa de entrosamento, mas Xandão mostrou qualidade, o trio titular (Xandão, A. Silva e Miranda) promete dar conta do recado.

Flamengo 3 x 3 Olaria: Nada de novo no time rubro-negro, enquanto o ataque funciona muito bem, a defesa continua tomando muitos e muitos gols. Ontem, Vagner Love marcou dois e Imperador marcou mais um.

O time rubro-negro segue atuando da mesma forma como se tornou campeão, porém a diferença está na parte defensiva de seu meio campo, Airton, Willians e Maldonado possuiam excelente poder de marcação e rápida saída de bola. O chileno principalmente fazia uma proteção a frente da zada como poucos, hoje o time depende de Toró, logo a certeza de gols tomados é enorme. Airton tem muita facilidade em roubar a bola e sair em velocidade para o contra-ataque, apesar de toda qualidade de Kléberson, o jogador não possui o mesmo ímpeto do antigo jogador. Andrade terá que mostrar suas qualidades como treinador para ajustar o meio, ou reinventá-lo.

Além desses jogos, notei que o Corinthians entregou o ouro para a Ponte Preta na estréia do “seu lindo uniforme 3”. Que o Grêmio tropeçou contra o São Luiz e o Internacional não teve trabalho para vencer o Novo Hamburgo.

Craques do Brasileirão 2009!!

Depois de toda a festa, nem deu tempo dos jogadores flamenguistas curarem da ressaca e já estava todo mundo pronto para receber os prêmios “Craque do Brasileirão”. Vejam os vencedores:

Goleiro: Victor (Grêmio)
Lat. Direito: Jonathan (Cruzeiro)
Zag. Direito: André Dias (São Paulo)
Zag. Esquerdo: Miranda (São Paulo)
Lat. Esquerdo: Julio Cesar (Goiás)
Volante Direito: Guinazu (Internacional)
Volante Esquerdo: Hernanes (São Paulo)
Meia Direita: Diego Souza (Palmeiras)
Meia Esquerda: Petkovic (Flamengo)
Primeiro Atacante: Diego Tardelli (Atlético-MG)
Segundo Atacante: Adriano Imperador (Flamengo)

Técnico: Andrade (Flamengo)
Revelação: Fernandinho (Barueri)
Craque da Galera: Conca (Fluminense)

Em resumo, me surpreendeu positivamente a lista, acreditava que haveria mais politicagem e mais jogadores do time campeão, até porque era o time com o maior número de indicados. Mas no final, no time eleito, o São Paulo teve 100% de aproveitamento, seu três jogadores que disputaram ganharam a vaga e tornaram o time tricolor o com maior número de representantes. De qualquer forma, entendo o prêmio para Andrade, mas também não seria nenhum um pouco ruim se ele estivesse na mão do Silas, o meu preferido. Quanto a opção do árbitro, prefiro não comentar…

Pitacos da última rodada do Brasileirão 2009

Que festa linda, a torcida rubro-negra fez!!

É Galera, o campeonato acabou, o mais emocionante campeonato dos últimos tempos, teve talvez a rodada mais previsível de todas. De qualquer jeito, com ela o Flamengo se sagrou campeão brasileiro (segundo a CBF, é o quinto título do clube) de forma merecida, até porque na minha opinião merece o título quem fez mais pontos. Eu parabenizo Petkovic, Adriano e principalmente Andrade pelo título rubro-negro, na minha opinião, o último é o principal responsável, fazia tempo que o Flamengo não investia em alguém que conhece o peso da camisa. Vamos aos pitacos da rodada:

Flamengo(1º) 2 x 1 Grêmio(8º): Não foi fácil, contrariando o que muitos acharam, o time reserva do Grêmio deu muito trabalho ao rubro-negro, ao ponto de por quase 70 minutos o título ficar nas mãos do Inter. De qualquer forma, a dupla de zaga, marcou os dois gols e fez explodir a festa dentro do Maraca. Pelo tricolor gaúcho, restou saber que terminou a competição como o melhor ataque com 67 gols.

São Paulo(3º) 4 x 0 Sport(20º): O São Paulo fez a sua parte e detonou o time pernambucano. Washington marcou três gols e a torcida entoou o famoso “Fica” dentro do Morumbi. Eu não estava lá, mas pode incluir o meu grito nessa torcida. Mais uma vez, o São Paulo termina o campeonato com a melhor defesa, o time sofreu apenas 42 gols, e mais uma vez termina como o melhor paulista da tabela. Do lado pernambucano, apenas pensar como será 2010 é o consolo.

Internacional(2º) 4 x 1 Santo André(18º): Assim como no Morumbi, no Beira-Rio também foi feita a parte que cabia ao time interessado no título, tanto que por muitos minutos nesta última rodada, o time era o campeão virtual. De qualquer jeito, de consolo fica a classificação na Libertadores conseguida no final do camopeonato de forma convicentem resta agora definir quem será o treinador na temporada de 2010, para o bem dos colorados, torço para que não seja Luxemburgo.

Botafogo(16º) 2 x 1 Palmeiras(5º): Como eu havia anunciado desde muito tempo, o Palmeiras não vai a Libertadores. Na minha opinião, o time durou muito ainda, era para ter saído há muito tempo, mas no final tudo se resolveu. Isso tudo é culpa, exclusiva de Luxemburgo que nos últimos anos, por onde passou só trouxe bons atacantes, pois se lucra mais com a venda deles e não com zagueiros. Pelo Botafogo, a salvação na última rodada, o time precisa pensar de maneira grande para o ano que vem, mas já começou errado, sua promessa Jobson já mudou de ares e jogará pelo Cruzeiro.

Santos(12º) 1 x 2 Cruzeiro(4º): Aliás, o Cruzeiro já sabe que valeu a pena contratar Jobson, o atacante classificou o time para a Libertadores. Outra ironia, o gol da vitória foi de Kleber Gladiador. Além do nosso “querido” Luxa no banco adversário. Com a classificação do Cruzeiro, o Brasil vai bem representado com força total para a Libertadores, do lado santista é esperar 2010 que vem com diretoria nova e com o maior reforço do time, a certeza que Luxemburgo não continua no Santos.

Coritiba(17º) 1 x 1 Fluminense(15º): O jogo mais tenso do campeonato, terminou com um empate que salvou a heróica campanha tricolor e derrubou o forte time do Coritiba no ano do centenário do clube. Como já disse aqui inúmeras vezes, o time paranaense não merecia a segunda divisão, o time é muito superior a outros times.

Vitória(13º) 2 x 2 Goiás(9º): Em um jogo movimentado, o Vitória empatou e jogou pelo ralo a chance de disputar a Sulamericana. Pelo esmeraldino, a certeza que o time podia ter feito campanha melhor, mas sua sindrome de Robin Hood atrapalhou suas pretensões.

Barueri(11º) 0 x 0 Atlético-PR(14º): O Barueri jogou fora a chance de ter o artilheiro do campeonato, bastava Val Baiano guardar uma bolinha na rede. De qualquer forma, o Abelhão encerra o campeonato com a sensação de objetivo superado, resta agora saber se o planejamento que tanto deu certo na curta história do clube, sobreviverá no próximo ano, já que o time promete ser inteiramente desmontado.

Naútico(19º) 0 x 1 Avaí(6º): No sábado, o time catarinense encerrou com chave de ouro sua campanha no Brasileirão, e terminou com o incrível sexto lugar, assim como o time do Barueri, resta ao Avaí remontar o time após o “redemoinho” de final de ano que levará vários jogadores do time.

Atlético-MG(7º) 0 x 3 Corinthians(10º): Para fechar, esse jogo que foi o resumo de tão louco que foi esse Brasileirão. O meu Galo querido, que era favorito ao título, tomou um sapeca de 3×0 de um time que abdicou totalmente do campeonato, com gols de Souza e Bill, segundo que um dos gols de Souza, foi um golaço. Além de Tardelli, perder um pênalti.
Barueri(

Melhores do Brasileirão 2009

Os melhores de 2008.

Galera do Blog mais querido, já que o assunto do Ricardo Gomes rendeu, resolvi trazer a lista completa dos indicados ao prêmio de Melhores do Brasileirão 2009, destaquei em vermelho aqueles que na minha opinião são os favoritos ao título:

Goleiro
Bruno (Flamengo)
Marcos (Palmeiras)
Victor (Grêmio)

Lateral-direito
Jonathan (Cruzeiro)
Léo Moura (Flamengo)
Vitor (Goiás)

Zagueiro pelo lado direito
André Dias (São Paulo)
Chicão (Corinthians)
Danilo (Palmeiras)

Zagueiro pelo lado esquerdo
Miranda (São Paulo)
Rever (Grêmio)
Ronaldo Angelim (Flamengo)

Lateral-esquerdo
Armero (Palmeiras)
Júlio César (Goiás)
Kleber (Internacional)

Volante pelo lado direito
Hernanes (São Paulo)
Pierre (Palmeiras)
Willians (Flamengo)

Volante pelo lado esquerdo
Guiñazu (Internacional)
Maldonado (Flamengo) – Apesar de gostar muito de Guinazu, para mim ele foi fundamental para a ascensão do Flamengo.
Sandro (Internacional)

Meia direita
Cleiton Xavier (Palmeiras) – Se os dois jogam juntos, como podem disputar a mesma posição?
Diego Souza (Palmeiras)
Souza (Grêmio)

Meia esquerda
Conca (Fluminense)
Marcelinho Paraíba (Coritiba)
Petkovic (Flamengo)

Atacantes pela direita
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Fernandinho (Barueri)
Fred (Fluminense) – Como foi difícil escolher nessa posição, os três para mim fizeram um campeonato formidável.

Atacantes pela esquerda
Adriano (Flamengo)
Iarley (Goiás)
Ronaldo (Corinthians)

Técnico
Andrade (Flamengo)
Celso Roth (Atlético-MG)
Silas (Avaí)

Revelação
Fernandinho (Barueri)
Giuliano (Internacional)
Paulo Henrique Ganso (Santos)

Juiz – Me recuso a votar nesse quesito, um campeonato que tem Sandro Ricci e Vuaden ensinando todo mundo a apitar, eles escolhem politicamente esses três árbitros, o pior de tudo é saber que o “engavetado” Héber pode ganhar.
Héber Roberto Lopes
Leonardo Gaciba
Paulo César Oliveira

Craques da galera
Conca (Fluminense)
Hernanes (São Paulo) – Como é o craque da galera, dei meu voto de torcedor, pois o sérvio é mais digno desse prêmio.
Petkovic (Flamengo)

E vocês, dentro da relação disponível, quem vocês elegeriam?

Dança dos técnicos…

Meus caros leitores, sempre foi meio doentio a minha fixação em guardar escalações, datas e qualquer outro detalhe que acerca o futebol, diria que “um dia quero ser igual ao PVC”. Me vi pensando sobre os técnicos atuais de cada time e descobri que fazia tempo que não via tanta gente boa dirigindo os clubes. Ou seja, outro fator de equilíbrio nesse campeonato.

Hoje é difícil dizer quem é o melhor técnico em atividade, se abrirmos uma enquete, veremos o quão equilibrado é isso, na minha opinião é inegável que Silas seja o melhor do Brasileirão, pois tornou uma interrogação como a grande sensação do campeonato.

Mas dizer que Silas é o melhor técnico em atividade já é exagero, como não pensar em Andrade, o excelente trabalho que vem sendo realizado no Flamengo que pode coroá-lo com o título é fruto da sua inteligência como jogador.

E Ricardo Gomes que pegou um São Paulo viúvo do seu treinador tricampeão e reergueu o time, mostrando que existem vários caminhos para o mesmo fim que é o título. Assim como Celso Roth, que vai ano, vem ano, nunca cai no gosto de nenhuma torcida, levou um time até então desacreditado a disputar uma vaga no G4.

Adilson Batista é outro que a torcida vive em clima de tensão, mas como reclamar de um treinador que ligou o “nitro” do time no returno, e hoje o time volta a sonhar com Libertadores, como esquecer de Mano que segue intocável devido aos títulos do primeiro semestre, aliás Mano cria outra divisão, as dos técnicos copeiros e de pontos corridos.

No segundo quesito, Muricy Ramalho ainda é considerado o rei, suas recentes conquistas o credenciaram a esse título. Assim como Mano parece ser o rei dos mata-matas.

Tem aqueles que recuperaram um pouco de prestígio, como Cuca que vinha desacreditado, mas junto com a epopéia que o Fluminense vem desenhando, vem ganhando gás novo, assim como o bom e velho Delegado Lopes que soube arrumar a cozinha no Atlético-PR que parecia irremediável.

Assim como no futebol tem aqueles que ainda ninguém arrisca nada, nesse grupo estão, Marcelo Róspide, Mario Sérgio e Estevam Soares. Aqueles que viraram eternas promessas: Ney Franco, Vagner Mancini e Hélio dos Anjos e por último e não menos importante a categoria ex-técnico em atividade que incluo Vanderlei Luxemburgo, não questiono sua capacidade técnica, mas é nítido que o ex-técnico do Real Madrid abdicou de ser técnico.

Menção honrosa aos quatro técnicos que subiram para Série A, parabéns a Dorival Junior (Vasco), Vadão (Guarani), PC Gusmão (Ceará) e Artur Neto (Atlético-GO), todos disputaram a Série B inteirinha, mostrando a importância de acreditar em um trabalho do começo ao fim.