Ceni, fique a vontade em escolher o que você vai fazer ano que vem!

rogerio-ceni-fazendo-a-defesa-que-desafiou-as-leis-da-fisica

Galera do blog, ontem acompanhei o jogo do meu tricolor contra a Universidad Católica. Até tentei ver simultaneamente o que acontecia nas decisões pela Copa do Brasil, mas o jogo do São Paulo foi tão intenso que ficou impossível.

O time de Muricy precisa jogar ligado o tempo inteiro, caso contrário se torna a presa fácil que frequentou por muitas rodadas a zona do rebaixamento. E o time entrou sonolento ontem, o que fez a Catolica logo abrir o placar. O São Paulo despertou um pouco e chegou ao empate com o incansável boi bandido.

Novamente a Catolica ficou a frente, e mais uma vez boi bandido empatou a partida. No segundo tempo, Boi Bandido ainda deu mais uma assistência e viu Welliton dar números finais a partida quando o time era pressionado pela Católica que havia empatado novamente a partida. No fim, 4×3 para o São Paulo que avança para a próxima fase.

Esse bem poderia ser o resumo da partida, e pelas participações nos gols, Aloísio teria tudo para ser o nome da partida. Mas não foi, porque durante toda essa chuva de gols, Ceni foi magistral debaixo da meta paulista. Fez toda a sua torcida lembrar dele mesmo em 2005 contra o Liverpool, dele mesmo contra o Chivas em 2006, Cruzeiro 2006 e até mesmo de Zetti naquela sequência de defesas contra a mesma Católica em 1993.

Eu confesso que já me conformava e até apoiava a decisão de aposentadoria do Mito, mas as atuações dele debaixo do gol em 2013, me fazem pensar porque não mais um ano. Sem apelos clubísticos e você pde até não gostar da pessoa Rogério Ceni, achá-lo arrogante ou qualquer outra coisa, mas existe cinco goleiros melhor do que ele atuando no Brasil? Hoje, sinceramente, só vejo Victor e Jefferson acima. Cavalieri igual e acabou.

Não sei qual será a decisão dele, se encerrar, esses vídeos servirão para relembrar suas atuações, se continuar, a torcida são paulina agradece.

Para quem não viu…

E hoje ainda tem um flamenguista convidado escrevendo sobre a sonora vitória sobre o Botafogo, aguardem!

Um gol de Keirrison, um desabafo de Walter e uma quase voadora de Aloisio para salvar a 30ª rodada.

Keirrison21102013

E o segundo turno desse Brasileirão parece que não engrenou, nada muda de fato na tabela.

Cruzeiro continua na liderança com folga, mesmo ganhando apenas duas das últimas cinco partidas. Isso tudo porque Grêmio, Furacão e Botafogo não conseguem embalar uma sequência para encostar de vez na Raposa. Na verdade, essa oscilação toda só permitiu ao Goiás e ao Galo chegarem próximo ao G4, aliás o Goiás protagonizou uma das melhores cena dessa rodada.

Walter não comemorou o seu gol, o terceiro do esmeraldino e ainda botou a boca no trombone para reclamar da torcida que foi ao estádio para brigar. O atacante sensação desse campeonato não poupou críticas a atitude da torcida e resumiu tudo como uma grande palhaçada. Walter dá sinais claros de que merece uma chance em um clube de maior expressão, inclusive para que ele seja melhor preparado fisicamente.

Outro lance memorável foi o reencontro de Keirrison com as redes. O atacante que fazia mais de dois anos que não marcava um gol, deixou o seu na importante vitória do Coxa sobre o líder Cruzeiro. Particularmente, nunca me encantei com o futebol do menino, contudo desejo toda a sorte e que ele volte sem mais nenhum problema físico para poder atuar tranquilamente.

O grande jogo da rodada foi o Grenal. Repleto de provocações dos dois lados, o jogo foi brigado como todo Grenal é, mas principalmente foi jogado. Ótima atuação dos dois times, premiando os torcedores com uma partida cheia de variáveis. No final, um 2×2 com Vargas e D”Ale comemorando com provocações e terminando com Renato Gaúcho provocando mais um pouco e dizendo que adorou esse Grenal por isso. Teve a zuação, mas todo mundo se respeitou, sem nenhuma violência.

Da minha parte, concordo com Renato e espero que essa graça no futebol volte, sem que as pessoas precisem levar tudo tão a sério.

Outro destaque foi o jogo do São Paulo que conseguiu segurar a vitória contra Bahia por 1×0. O tricolor paulista jogou com dois menos boa parte da partida, mas conseguiu na superação manter o resultado e levar os três pontos. Além dos três pontos, o time acabou com um tabu de 42 anos em Salvador, abriu sete pontos de vantagem para o rebaixamento e teve a certeza de que o Boi Bandido é completamente louco mesmo. A comemoração do gol dele foi a melhor da rodada.

Fora isso, nenhum outro jogo que mereça destaque, apenas dizer que antes do início de todas as partidas, os clubes se reuniram nos centros dos gramados para reforçar a importância do Bom Senso FC.

Pitacos: Organizado é bem mais fácil… São Paulo 1×2 Corinthians

renatoaugusto_gol2_afp.jpg_95

Galera do blog, ontem foi dia do primeiro jogo da final da Recopa.

Esperava um jogo bem ruim, em virtude da parada das Confederações e pelos próprios times. O Corinthians vinha sem Paulinho, sua principal referência. E o São Paulo continua no mesmo cenário do início do ano, Ney Franco não sabe qual esquema deseja para o tricolor.

Resultado, o começo do jogo foi péssimo, com o jogo sendo parado o tempo inteiro e com poucas chances para os times. Até que lá pelos 20 minutos de jogo, o Corinthians percebeu como os São Paulo possui laterais pífios na marcação e começou a dominar o jogo com as jogadas pelos flancos, ora com Romarinho, ora com Sheik.

E foi com Romarinho para cima de Juan que surgiu o primeiro gol do Corinthians, cruzamento na área, Sheik divide com a zaga e a bola sobra limpa para Guerrero encher o pé e abrir o marcador. Aqui já vale, para mim, a principal diferença hoje do Corinthians entre São Paulo, o aspecto tático. Se você comparar os jogadores individualmente, você fica na dúvida de quem é melhor, contudo, o time alvinegro é muito mais compacto, todo mundo tem bem claro o seu papel.

Osvaldo nunca teve Fabio Santos no mano a mano, já Sheik e Romarinho cansaram de encarar Douglas e Juan sozinhos. Esse problema passa pelo dinamismo de Denilson e Ganso. O primeiro precisa ser mais ágil na compactação para auxiliar os laterais dando cobertura, o mesmo serve para Ganso, o meia precisa colaborar mais na parte defensiva, ou sempre o setor defensivo tricolor estará sobrecarregado.

O time do Sâo Paulo parece um time da década de 90, com muita posse, bons passes, mas falta velocidade, força física para o elenco.

E assim o Corinthians que acumula tudo o que falta no São Paulo sobrou no restante do primeiro tempo.

Com o início da segunda etapa, Ney tentou arrumar o próprio erro e sacou Douglas e Ganso para colocar Wellington e Aloisio, deslocando Rodrigo Caio para a direita. O time ganhou mais mobilidade e ainda contou com um frangaço de Cassio para empatar a partida ainda no começo da etapa complementar.

O gol foi suficiente para incendiar o time do Morumbi por alguns minutos que tentou na vontade arrancar o segundo tempo, mas Weelington resolveu colaborar sem querer. Em uma entrada duríssima, o volante tricolor tirou Douglas da partida e obrigou Tite a mandar Renato Augusto para o jogo.

O meia trouxe de novo, o domínio ao time do Corinthians que passou a atuar com volume de jogo novamente pelos flancos, enquanto o São Paulo se lançava ao ataque desorganizadamente. Resultado, em belo lançamento, Renato Augusto dominou a bola e encobriu Rogério Ceni, marcando um golaço.

Renato contou que tinha percebido durante o jogo, o quanto o goleiro adversário estava jogando adiantado.

No final, o resultado manteve a chance para o São Paulo, já que o Corinthians poderia ter terminado com um placar mais elástico.

Rapidinhas do Camisa 10 – 06.02.2013

Imagem

Bons amistosos na TV… Hoje é dia de amistosos, e fazia tempo que não via bons confrontos, como os dessa quarta-feira (06/02). Temos Brasil x Inglaterra, com estréia da nova família Scolari, com Julio Cesar e retorno de Gaucho. Holanda x Itália, no duelo particular de Van Persie com Balotelli. França x Alemanha, acredito que será a melhor partida. Além desses, Espanha x Uruguai e Suécia x Argentina são partidas que valem a atenção.

Falando nisso… Aproveitando que estamos falando sobre as seleções. Me agradou muito o time que Felipão escalou, chegou até a me surpreender pela ofensividade do time. Para um amistoso está ótimo, resta saber se Neymar, Gaúcho e Fabiano irão se dedicar na marcação. O time inicial será Júlio Cesar, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Adriano, Ramires, Paulinho, Oscar, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Luis Fabiano.

Um pouco de esperança verde… Tudo bem que ainda são apenas especulações, mas ao que tudo indica estão bem avançadas. Kleber (Porto), Diogo (ex-Lusa e Fla) e Ibson (Fla) são ótimas opções para reforçar o elenco palmeirense, Marcelo Oliveira e Charles são bons nomes para compor o elenco. É sutil, mas Paulo Nobre já mostra mais inteligência para montar o elenco do que as recentes gestões do clube.

O surpreendente será o contrário… Valdívia conseguiu a proeza de tornar suas lesões um fato corriqueiro nos jornais, ninguém mais se impressiona com o estaleiro do chileno, em compensação se o chileno embalar cinco jogos seguidos é capaz de ir parar na capa de um jornal.

Imagina na Copa… Bem que a Brahma tentou, mas o término das obras concluídas para a Copa estão mostrando que essa Copa será danada! Na nova Arena do Grêmio, a primeira avalanche levou não só a torcida ao delírio como a tela de proteção e alguns torcedores para o hospital. No Mineirão, nada caiu, mas faltou quase tudo, água, comida e até grama que saia a qualquer jogada no clássico mineiro. Agora, só imagina como será…

Mudando de idéia… Sempre defendi a permanência de Neymar no futebol brasileiro, mas esse início de Paulista me faz repensar algumas coisas. O craque santista sobra nos gramados sulamericanos e para evitar de ser machucado, simula demais as faltas. Acho que chegou a hora dele desfilar seu futebol na Europa, amadurecer dentro de campo e entender de vez o espírito coletivo e que a individualidade aparece quando todos jogam pelo time.

Para não morrer afogado… Ganso precisa ter paciência, assim como torcida. Ele precisará de sequência de jogos para se destacar, mas o que ninguém esperava era o volume de jogo apresentado pelos concorrentes dentro do tricolor. Osvaldo continua em grande fase, Jadson começa a ser tornar intocável, Cañete está voando nessa temporada, Aloísio fez um grande jogo. Ganso precisa de tempo, mas a briga vai ser boa nesse ataque tricolor.

Coisa séria e dessa vez na mão de gente séria… A Europol parece ter um caminhão de informação e provas sobre um velho câncer no nosso querido futebol, a manipulação de resultados. São muitos os jogos investigados e vários jogadores, dirigentes e treinadores estão na alça de mira. Será difícil acabar com esse câncer, mas se conseguirem colocar alguns para verem o sol quadrado, já será um grande passo.

O que o Brasil tem bom e de ruim… Voltando a falar sobre o amistoso, os ingleses soltaram as famosas listas. Dessa vez, dos cinco melhores brasileiros atuando nos campos da Rainha e consequentemente dos cinco piores. Na lista de melhores estão: 1- Juninho Paulista, 2-Gilberto Silva, 3- Ramires, 4- Rafael (lateral) e Elano. Entre os piores: 1-Andre Santos, 2- Afonso Alves, 3- Gomes, 4- Kleberson e 5- Jo

Chelsea melhor que Seleções enquanto o ingresso para qualquer jogo do Chelsea não sai por menos de R$ 300,00, o amistoso entre Brasil x Inglaterra te ingresso sendo vendido a R$ 140,00! Haja prestígio, hein!

Dúvida da semana. A solução para o Pato deslanchar seria jogar em um time diferente por mês?

Pitacos: Rodada de clássicos empolgante e promessa de um ótimo returno.

Galera do blog, uma grande última rodada do primeiro turno. Apesar de apenas 23 gols, a rodada foi recheada de emoção nos clássicos. Tivemos 2 vitórias dos mandantes, 4 empates e 4 vitórias dos visitantes.

No sábado, o Fluminense fez três gols no Vasco, dois a favor e um contra. O Fluminense assume de vez a disputa pelo caneco com o Galo, com seu futebol de resultado, o time não encanta, mas vence. Já o Vasco precisa achar respostas rápidas, pois ao que tudo indica, o time irá sair do G4 rapidamente.

Palmeiras e Santos fizeram um bom clássico, o jogo foi muito parelho, mas Neymar resolveu aparecer e decidir na bola parada e em um chute despretensioso. É uma questão de tempo, a subida de posições do alviverde, assim como o Santos irá brigar por uma vaga na Libertadores.

Ponte e Lusa fecharam o sábado em um jogo com poucas emoções. Apenas os atacantes dos times proporcionaram boas jogadas, em duas Giancarlo marcou para a Ponte e em uma Bruno Mineiro marcou para a Portuguesa, no fim os times paulistas se aproximam na tabela e tentaram beliscar uma vaguinha na Sulamericana.

Botafogo e Flamengo fizeram um clássico fraco, com muitos erros e poucas emoções. O mais interessante na partida era a presença de Imperador na torcida, já que dentro de campo os times mostraram muita dificuldade para criar alguma chance, Felipe praticamente não fez nenhuma defesa.

O clássico paulista começou com a sensação de que o São Paulo iria tomar uma sonora goleada do arqui-rival, mas como o Corinthians não matou a partida abriu a chance para o São Paulo, foi o que Luis Fabiano precisava, em duas chances o atacante virou o jogo e deu a vitória ao tricolor que conseguiu no final equilibrar a partida.

No Gre-Nal, o Grêmio achou um gol logo no começo e depois foi o duelo de ataque x defesa. Forlan teve algumas chances claras, mas seu jejum continua. O melhor jogador da última copa do mundo está a mais de 500 minutos sem balançar as redes e começa a deixar torcida e comissão técnica preocupadas.

Em Santa Catarina, o Figueirense contou com uma ótima tarde do atacante Aloísio, que deixou três gols e trouxe uma esperança para o time escapar do rebaixamento, em compensação o Coxa que parecia que deslancharia não consegue sair de perto da zona da degola.

Na Ilha do Retiro, o goleiro do Naútico estava em noite inspirada, defendeu tudo o que podia e as que não podia pediu ajuda das traves. O Sport que estreava técnico novo, viu o time melhorar sua atitude, mas ainda precisará fazer muito para sair do rebaixamento.

Bahia e Atlético-GO jogaram para decidir quem ficaria fora da degola ao final do primeiro turno. E o jogo foi digno de um confronto de candidatos a rebaixamento, fraco tecnicamente que terminou empatado por 1×1. Resultado que aumenta ainda mais o jejum do time baiano dentro de casa, a última vitória foi apenas no dia 17/06.

Para fechar o Galo jogou o clássico contra a Raposa, foi com certeza o jogo mais tenso da rodada, tanto que chegou a ficar paralisado por alguns minutos por causa de objetos arremesados em campo. No fim, a raposa foi valente e conseguiu achar um gol de empate aos 49 do segundo tempo, enquanto Gaúcho fez um golaço e vai calando a boca de todo mundo, inclusive a minha.

Pitacos: Rodada sem graça, sem nehuma Peraltice…

Galera do blog, a décima sexta rodada acabou com apenas 21 gols (média de 2,1 por partida). Foram 04 vitórias dos mandantes, 02 empates e 04 vitórias dos visitantes. Uma rodada que acabou sem muito brilho, mas com a certeza de que Galo e Flu estarão na briga até o final, resta saber se só eles.

No sábado, Santos empatou com o indigesto Atlético-GO por 2×2. O time goiano tem dado trabalho para os paulistas, no Pacaembu apesar dos quatro gols, a única coisa boa foi a estréia de Patito. O meia/atacante argentino mostrou que tem que ser titular no time santista e que fará uma ótima dupla com Neymar.

O Figueira conseguiu arrancar uma vitória por 1×0 contra o Sport dentro da Ilha do Retiro. O Figueira mostrou um futebol mais combativo e venceu de maneira convicente o time pernambucano, o jogo serviu para tirar a zica do ótimo atacante Aloísio, mas o time catarinense ainda precisa melhorar sua performance em casa.

Celso Roth encontrou um pouco de gás em Salvador e o Cruzeiro venceu o Bahia por 1×0. O jogo serviu para resgatar mais um grande jogador, Montillo fez grande partida e foi premiado com o único tento da partida.

Como diria Claudinho e Buchecha, só Love, só Love. O atacante rubro-negro desencantou e novamente marcou os únicos dois gols do Flamengo contra o Náutico. O time vai ganhando uma organização tática melhor, mas ainda é um elenco fraquíssimo para a tradição do time.

No domingo, o Corinthians jogou para o gasto e conseguiu vencer o Coritiba por 2×1. O Coxa ainda sofre com a ansiedadede se firmar após a eliminação da Copa do Brasil e comete muitos erros na conclusão de uma jogada ou na marcação de uma bola parada. Já pelo Corinthians, fica evidente que Martinez foi uma ótima contratação e que Guerrero não é essa Coca-cola toda.

Já o São Paulo mostra que aproveitou a sequência de adversários fracos para somar pontos, ontem ao pegar um Grêmio forte perdeu no ultimo lance. O São Paulo mostra que é um bom time no geral, mas suas peças de meio de campo são muito fracas. Já o Grêmio está azeitado e pode sonhar alto nesse campeonato.

O Galo mostra que está firme esse ano, muito firme. Foi superior durante o jogo todo, o resultado de 1×0 contra o Vasco não refletiu o que o time jogou, o Galo poderia ter saido com 3×0 no placar que não seria exagero. O Vasco resolveu remontar o time durante o campeonato e irá pagar o preço por essa fase de entrosamento.

E a Macaca quase aprontou no Rio Grande do Sul, mas no fim o Inter venceu por 2×1 a Ponte Preta. Fernandão parece ter mudado o clima no Beira-Rio e o time tem jogado com mais vontade pelo menos, mesmo sem seus principais jogadores. Já a Ponte está muito bem organizada dentro da sua limitação.

No reencontro de Dida e Seedorf, Botafogo e Portuguesa terminaram empatados por 1×1. Oswaldo conseguiu colocar Seedorf no banco dessa vez, mas ainda terá que pensar como montar o time da melhor forma para aproveitar o talentoso holandês. Já a Lusinha, o mais importante é manter esse time até o final do ano e como disse anteriormente Bruno Mineiro foi uma ótima contratação.

Para fechar o Fluminense assumiu a vice-liderança ao bater o Palmeiras por 1×0. O time de Felipão foi superior ao tricolor carioca, principalmeente depois do Flu perder Wagner lesionado. Mas em um lance isolado e uma bobeada da zaga Sóbis deu a vitória ao fortíssimo Fluminense.

E aí, quais os destaques de vocês pelo Brasileirão?