Mais que um clube!

CampNou

E o Barcelona inovou novamente.

Ontem ao jogar contra o Villanovense pela Copa do Rei, o time goleou o modesto adversário por 6×1 com os reservas. Os gols foram marcados por Daniel Alves, Sandro (3x) e Munir (2x).

Até aí nenhuma novidade. Contudo entre 25 e 30 do primeiro tempo, o zagueiro Mathieu sentiu uma lesão e precisou sair. O que Luis Henrique fez? Nada, absolutamente nada.

O zagueiro francês foi retirado de maca e mesmo com ainda 2 possibilidades de substituição, Luis nada fez, optou por seguir em campo com apenas 10 jogadores, já que o placar a essa altura já era 6×1.

No banco disponíveis, apenas Iniesta, Neymar, Suarez e o goleiro Bravo. Dentro de campo, Adriano jogava avançado e poderia ser recuado para lateral esquerda que era onde Mathieu improvisado jogava. E aí poderia escolher qualquer uma das opções.

Luis. disse que não mexeu porque o tempo frio dificultaria o aquecimento do atleta e ele temia por uma lesão. E disse que não achou nenhum desrespeito.

Eu considero sim, o grande desrespeito, era melhor ter colocado qualquer um dos craques, agradar a modesta torcida do rival e continuar fazendo gols aos montes, manter o espirito de competição no jogo.

Ao abdicar de jogar com aquilo que lhe era direito, Luis foi arrogante sim, pensou apenas no seu clube e abriu do esporte como um todo.

E como o próprio Barça disse ele não é só um clube é mais que um clube.

Anúncios

Rapidinhas do Camisa 10 – 06.02.2013

Imagem

Bons amistosos na TV… Hoje é dia de amistosos, e fazia tempo que não via bons confrontos, como os dessa quarta-feira (06/02). Temos Brasil x Inglaterra, com estréia da nova família Scolari, com Julio Cesar e retorno de Gaucho. Holanda x Itália, no duelo particular de Van Persie com Balotelli. França x Alemanha, acredito que será a melhor partida. Além desses, Espanha x Uruguai e Suécia x Argentina são partidas que valem a atenção.

Falando nisso… Aproveitando que estamos falando sobre as seleções. Me agradou muito o time que Felipão escalou, chegou até a me surpreender pela ofensividade do time. Para um amistoso está ótimo, resta saber se Neymar, Gaúcho e Fabiano irão se dedicar na marcação. O time inicial será Júlio Cesar, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Adriano, Ramires, Paulinho, Oscar, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Luis Fabiano.

Um pouco de esperança verde… Tudo bem que ainda são apenas especulações, mas ao que tudo indica estão bem avançadas. Kleber (Porto), Diogo (ex-Lusa e Fla) e Ibson (Fla) são ótimas opções para reforçar o elenco palmeirense, Marcelo Oliveira e Charles são bons nomes para compor o elenco. É sutil, mas Paulo Nobre já mostra mais inteligência para montar o elenco do que as recentes gestões do clube.

O surpreendente será o contrário… Valdívia conseguiu a proeza de tornar suas lesões um fato corriqueiro nos jornais, ninguém mais se impressiona com o estaleiro do chileno, em compensação se o chileno embalar cinco jogos seguidos é capaz de ir parar na capa de um jornal.

Imagina na Copa… Bem que a Brahma tentou, mas o término das obras concluídas para a Copa estão mostrando que essa Copa será danada! Na nova Arena do Grêmio, a primeira avalanche levou não só a torcida ao delírio como a tela de proteção e alguns torcedores para o hospital. No Mineirão, nada caiu, mas faltou quase tudo, água, comida e até grama que saia a qualquer jogada no clássico mineiro. Agora, só imagina como será…

Mudando de idéia… Sempre defendi a permanência de Neymar no futebol brasileiro, mas esse início de Paulista me faz repensar algumas coisas. O craque santista sobra nos gramados sulamericanos e para evitar de ser machucado, simula demais as faltas. Acho que chegou a hora dele desfilar seu futebol na Europa, amadurecer dentro de campo e entender de vez o espírito coletivo e que a individualidade aparece quando todos jogam pelo time.

Para não morrer afogado… Ganso precisa ter paciência, assim como torcida. Ele precisará de sequência de jogos para se destacar, mas o que ninguém esperava era o volume de jogo apresentado pelos concorrentes dentro do tricolor. Osvaldo continua em grande fase, Jadson começa a ser tornar intocável, Cañete está voando nessa temporada, Aloísio fez um grande jogo. Ganso precisa de tempo, mas a briga vai ser boa nesse ataque tricolor.

Coisa séria e dessa vez na mão de gente séria… A Europol parece ter um caminhão de informação e provas sobre um velho câncer no nosso querido futebol, a manipulação de resultados. São muitos os jogos investigados e vários jogadores, dirigentes e treinadores estão na alça de mira. Será difícil acabar com esse câncer, mas se conseguirem colocar alguns para verem o sol quadrado, já será um grande passo.

O que o Brasil tem bom e de ruim… Voltando a falar sobre o amistoso, os ingleses soltaram as famosas listas. Dessa vez, dos cinco melhores brasileiros atuando nos campos da Rainha e consequentemente dos cinco piores. Na lista de melhores estão: 1- Juninho Paulista, 2-Gilberto Silva, 3- Ramires, 4- Rafael (lateral) e Elano. Entre os piores: 1-Andre Santos, 2- Afonso Alves, 3- Gomes, 4- Kleberson e 5- Jo

Chelsea melhor que Seleções enquanto o ingresso para qualquer jogo do Chelsea não sai por menos de R$ 300,00, o amistoso entre Brasil x Inglaterra te ingresso sendo vendido a R$ 140,00! Haja prestígio, hein!

Dúvida da semana. A solução para o Pato deslanchar seria jogar em um time diferente por mês?

Rapidinhas do Camisa 10 – 07.11.2012

Imagem

Agora pode tirar do armário… Vagner Love parece ter se oferecido para jogar no Corinthians. A história ainda está um pouco nebulosa, mas que Love merecia jogar em um time melhor, merece. Além do que, o estilo de jogo do atacante encaixa perfeitamente no esquema de Tite, seria uma ótima para os dois. Para a torcida corintiana, um alívio, poderiam tirar do armário a famosa camisa 09 com o nome de Love estampado nas costas.

Falando em armário… A Federação holandesa resolveu inovar e lançou uma campanha para que os jogadores homossexuais que disputam o campeonato local saiam do armário. A campanha é pioneira em um meio excessivamente hipócrita, já que se esconde no conceito machista mesmo sendo conhecido por muitos que a homossexualidade faz parte do dia a dia no futebol. Resta esperar para ver se terá resultado e quem irá se transferir para o futebol holandês em Janeiro.

Base em campo… O Barcelona está prestes a realizar um feito que dificilmente alguém mais repetirá, dentro dos próximos meses são grandes as possibilidades do time entrar com 11 jogadores formados em “La Masia”, a base do time catalão. Tito Vilanova projeta escalar o time com Valdez, Montoya, Pique, Puyol, Alba, Busquets, Xavi, Iniesta, Fabregas, Messi e Pedro. Sem falar de Tello, Thiago Alcantara e outros jovens que estão surgindo. Praticamente, um time autosuficiente.

Imperador nunca perdeu. Pelo uma coisa o Imperador pode alegar, que com ele o time do Flamengo nunca sofreu derrota dentro de campo. Já fora de campo, a passagem final de Adriano pelo Flamengo foi desastrosa para o clube. Expôs demais o clube, deixou as figuras administrativas ocupadas com seus problemas ao invés de se dedicarem ao clube. Resultado, o time teve um ano de time mediano, um absurdo para o tamanho do Rubro-negro.

Tudo que é bom dura pouco. Para mim, esse foi o melhor campeonato de pontos corridos. Ainda que muitos erros de arbitragem e vários times fracos, gostei do campeonato. Porém como uma obra do Sobrenatural de Almeida, esse foi o campeonato que todas as definições já aconteceram. Fluminense será campeão, Galo, Grêmio e São Paulo na Libertadores. Assim, como Atlético-GO, Figueira e Palmeiras já estão na Série B, só Lusa e Sport decidem a última vaga do descenso.

Galo forte e vingador… Apesar do provável vice-campeonato, o Galo sai desse campeonato como um dos times mais fortalecidos do campeonato, após dois anos de um início promissor e um final desastroso, dessa vez o time está lutando pelo título até as últimas rodadas. Além disso, Kalil dá sinais da manutenção do time, incluindo Cuca e o recuperado e melhor jogador do campeonato Ronaldinho. Com esse pensamento simples, mas tão ausente nas demais diretorias, o Galo está traçando um caminho que em breve lhe dará as glórias merecidas.

Chama o Zagallo… E o Brasil atingiu a posição de 13º no ranking da FIFA. Confesso que apesar da lógica desses rankings, não dá para usar de parâmetro FIFA e IFFHS para muita coisa. Por exemplo, o Brasil está atrás de Colômbia, Croácia, Rússia e Grécia. A única coisa é a acreditar na tradição do Zagallo e pensar que essa posição é um sinal de sorte, de que daqui para frente tudo irá de vento e popa.

Canhota boa nas palavras… “Hoje acontece uma coisa, e aí você espera uma semana para resolver, para você julgar. Isso não existe. O que o árbitro faz lá? Então põe uma câmera, porque o juiz nem autoridade tem mais” frase dita pelo craque Rivelino, que retornou suas atividades como comentarista no Cartão Verde da TV Cultura. Essa foi apenas uma das várias frases que ele disse. Começou ganhando minha admiração.

Grande Sr. Adenor… Tite foi eleito pela revista Alfa o homem mais influente do ano, desbancando o ministro do STF Joaquim Barbosa, o autor de Avenida Brasil João E. Carneiro e o ator Reynaldo Gianecchini. Tite conseguiu um grande feito, graças a conquista do título que faltava para uma torcida que possui enorme devoção ao time. Com certeza, para quase 30 milhões a influência de Tite é diária em 2012. Parabéns ao Sr. Adenor!!

Uma vitória maior do que um título. Ricardo Gomes foi liberado para exercer a função que desejar, inclusive de treinador. Uma vitória incrível do treinador que venceu um grave AVC. Sem demagogia, Gomes tem tudo para ser um grande treinador, não acompanhei sua carreira no exterior, mas seu trabalho no São Paulo e no Vasco o credenciam para entrar na elite de treinadores do Brasil.

Dúvida da semana. O que vem primeiro o titulo do Flu ou o rebaixamento do Palmeiras?

Pitacos: Paulistão pode ser o melhor estadual, mas ainda sim é fraquíssimo!!

Faltam apenas 20 gols para o "Pirata".. fonte: Edson Silva / folhapress

Galera do blog, nesse fim de semana tive uma tarde bem paulistana, meuu..

Acompanhei os jogos dos quatro grandes e faremos uma breve análise de cada um deles, de acordo com suas partidas.

Mogi Mirim 3×1 Santos: O Santos levou o time B para enfrentar o Mogi e foi o responsável pela primeira derrota de um dos grandes para os considerados “pequenos”. A coisa foi tão feia para o Santos que Aranha foi o melhor em campo, evitando o que poderia ser uma tragédia maior.

O que fica de certeza é que o time santista precisa urgentemente contratar um zagueiro de qualidade, não só para ter opção em um eventual desfalque da titular como até mesmo para assumir a titularidade. Os titulares são medianos e os reservas são medonhos. Mas, nem tudo foi tragédia, de boa notícia foi a volta de Adriano, o volante reencontrou os gramados e em forma é uma ótima peça para o time.

Corinthians 1×1 Guarani: Nenhuma novidade no resultado do jogo. É lógico que o normal era o Corinthians ganhar, mas como sempre o time fez um gol e não teve ímpeto ofensivo para definir a partida e foi castigado com um pênalti no final. Pênalti bem marcado, já que o zagueiro alvinegro foi no mínimo atrapalhado no lance.

Se o Santos tem problemas quando olha para o banco, o contrário acontece com o Corinthians. Tite conseguiu “doutrinar” todos os jogadores ao seu esquema, então a diferença é apenas de qualidade na mudança, mas o time mantém o padrão tático firme. Uma grata surpresa é Edenílson na lateral direita, na minha opinião, já pode assumir a lateral. O que faria o time precisar ter boas opções na reserva de Ralf e Paulinho. Além disso, Douglas é titular absoluto, ele é cracaço, acha espaço onde ninguém vê. Problema do Tite, sobre quem sai, mas Douglas tem que ser titular.

Botafogo-SP 2×6 Palmeiras: Quem diria que o Palmeiras terminaria a 13ª rodada do Paulistão com o melhor ataque. Além do que o terceiro gol do Palmeiras foi uma obra prima pela coletividade e a comemoração mostra que toda a turbulência do time passou, pelo jeito somente uma pessoa não gostava do Felipão.

O time está super arrumado e já não depende mais tanto de Marcos Assunção. Barcos tem se mostrado uma ótima contratação. Aliás, em 2012 Felipão foi extremamente feliz na escolha do seus “camarões”. Barcos, Juninho, Daniel Carvalho e Artur cairam muito bem nesse time. Apenas Roman que ainda não teve sua chance. O Palmeiras talvez sofra mais no Brasileirão, mas tanto no Paulista como na Copa do Brasil sai como favorito. Aliás, na Copa do Brasil é para mim o favorito neste momento.

São Paulo 2×1 Portuguesa: Mais uma vez, o grande mais instável de São Paulo teve uma atuação digna do seu ano. Um primeiro tempo bizonho e um bom segundo tempo. No primeiro, a falta de qualidade da Portuguesa evitou uma derrota logo de cara, mas não evitou que o time saisse vaiado para o vestiário. No segundo tempo, Jadson cresceu e o time “milagrosamente” resolveu jogar coletivamente e buscar Luis Fabiano, o time venceu com propriedade a Lusa no final.

O time parece não evoluir a dois meses, não se entrosa e continua um amontoado de jogadores, muito em culpa das lesões iniciais e outra parcela sim deve ser creditada a Leão. Contudo, o segundo tempo foi a primeira demonstração no ano de um futebol mais coletivo, que todos os jogadores revejam o taipe do segundo tempo e levem como regra. Alem disso, dois jogadores fundamentais tiveram atuação destacada e que precisavam, Jadson e Luis Fabiano. O time é bom, mas hoje está atrás de seus rivais paulistas.

Quem ainda não curtiu a página do Camisa 10? no Facebook?

Acesse agora!! 

Pitacos: Peñarol 0x0 Santos

Galera do blog ontem aconteceu a primeira partida da final da Libertadores. Empate para bom para o Santos, mas que não mudou nada para a partida de volta. Já que o Santos terá que atacar e o Peñarol fará o que mais gosta contra atacar.

No primeiro tempo, o Santos conseguiu controlar muito bem o jogo até porque o Peñarol mostrou que não é a praia dele atacar. Com boas subidas de Alex Sandro e algumas jogadas agudas de Neymar o Santos até teve chances de abrir o marcador. Falando em Neymar ele recebeu um cartão amarelo injustamente no primeiro tempo, mas ainda fruto dos seu histórico recente. De qualquer forma o menino se comportou muito bem ao longo do jogo.

Ainda no primeiro tempo, apesar do controle do Santos, o Peñarol criou as melhores chances graças ao Santos, em trÊs vacilos quase sequenciais do sistema defensivo santista os uruguaios sairam na cara de Rafael, em duas delas jogaram para fora e na outra a cabeçada foi muito fraca.

Veio o segundo tempo e pouca coisa mudou na partida, apenas chances mais claras para o Santos, mas Zé Love voltou a jogar elas fora (tô achando que esse menino vai fazer o gol do título), o Santos dominou os primeiros 30 minutos novamente e depois foi pressionado pelos uruguaios mas sem sucesso. Resultado final 0x0 e decisão para o Pacaembu.

Pelo Santos, destaque para atuação de Adriano que não deixou Martinuccio jogar, Arouca fez boa partida e Neymar fez também uma partida regular, se considerarmos que o árbitro Larrionda ficou fazendo “terrorismo”, Neymar jogou bem.

O Santos deve jogar da mesma forma contra o Peñarol no Pacaembu, ganhando apenas o reforço de Ganso, a dúvida é pela saída de Adriano ou Danilo, se sair Adriano, Danilo recua e será o responsável pela marcação de Martinuccio. Com essa alteração, o Santos perde o poder de marcação de Adriano e a velocidade de Danilo subindo como segundo volante, mas ganha mais qualidade na saída de bola.

Se a opção for pela saída de Danilo, o time perde apenas a velocidade de Danilo nas subidas ao ataque. Acho que Muricy optará pela saída de Adriano mesmo, portanto ficará para Arouca a função de ser a “surpresa” ofensiva do time. Contudo, acho que Zé Love deveria fazer um trabalho psicológico fortíssimo, pois se ele jogar apenas 40% do que jogou no ano passado, tudo ficará mais tranquilo para o Santos. Como alerta, Muricy irá passar muitas vezes o jogo do Internacional, para todo mundo ficar alerta.

O Santos tem tudo para se sagrar campeão na próxima quarta, mas terá que suar sangue. O Peñarol é um time tipicamente preparado para a Libertadores. Mas, só falta uma partida, não é Muricy?

Pitacos: Santos 2×1 Corinthians

Galera do blog, ontem acompanhei a final do paulista, que terminou com a vitória de 2×1 para o Santos.

Durante a partida, aliás durante os 180 minutos da final, o Santos dominou todas as ações do jogo, foi superior ao Corintians e construiu o resultado de forma tranquila.

Do lado santista, reforço o que disse em posts passados, a chegada de Muricy mudou o time do Santos em pouco tempo, o treinador parece ter conseguido conciliar a forma compacta que ele gosta de ver o time jogar com o DNA ofensivo do Santos. Resultado disso, que o time do Santos quase não tem levado gols desde a chegada do técnico, aliás o de ontem foi muito mais por relaxamento do que mérito do adversário.

Individualmente, a dupla de zaga santista fez um partidaço ontem, Durval parecia zagueiro de seleção, Arouca foi o craque da partida, Adriano tem jogado muita bola e Neymar foi discreto para o que se espera dele, mas foi decisivo como os grandes craques devem ser nas partidas importantes. Confesso que estou impressionado com a maturidade de Neymar em 2011, o moleque mimado ainda tem suas crises, mas parece mais preparado para o jogo coletivo.

Do lado corintiano, o time até que fez uma boa partida dentro das suas limitações, mas é evidente que o time precisa de reforços para começar na linha de frente, com as saídas de Dentinho e Bruno César, e o “sumiço” de Jorge Henrique, o alvinegro precisa trazer um ataque titular inteiro. A chegada de Alex é ótima, mas o time precisa de mais. Do meio para trás também, o time é esforçado simplesmente, Fábio Santos, Castan e Paulinho são ótimos para compor elenco, não para titulares. Alessandro não tem reserva, e Júlio César é um bom goleiro, mas não o titular da meta corintiana, goleiro de verdade não faz defesas mirabolantes em algumas partidas, faz defesa fundamental em jogo decisivo.

Em resumo, o Corinthians precisa passar por uma reformulação, e toda reformulação precisa de tempo, isso que a torcida precisa entender. O objetivo do Corinthians esse ano será se classificar na Libertadores, enquanto o do Santos é disputar o título do Brasileirão, aliás na quarta-feira faço uma análise dos times na Série A.

Parabéns Santos!!