A vida real imitando a arte


tucuman080217

O futebol tem várias histórias mirabolantes e por muitas vezes quando não vivenciamos, temos dificuldades para acreditar que elas realmente aconteceram como foram descritas.

Mas ontem, foi dia do futebol me lembrar e me proporcionar a possibilidade de não esquecer dessa capacidade dele, aliás, a semana começou assim, mostrando como o esporte é incrível.

De domingo para cá, tivemos a reação espetacular na final do Super Bowl, independente de gostar o não do esporte, a história é épica, a cesta de Lebron na segunda feira empatando um jogo com um movimento de rara destreza, e ontem a Libertadores.

O campeonato mais querido, quase sempre lembrado pela sua luta (as vezes até literal), por cachorros em campo, estádios em lugares exóticos, teve uma história daquelas dignas de contos de Nelson Rodrigues ou do mestre Armando Nogueira.

O Atlético Tucuman da Argentina estreante na Libertadores faria seu primeiro jogo fora e teria a cidade de Quito para começar a aprender o que é andar pela América do Sul e tudo deu errado, seu voo não está com a documentação em dia e o time não conseguiria chegar a tempo do jogo contra o El Nacional no Equador.

O time acionou a Conmebol e se comprometeu a entrar no primeiro voo disponível para Quito, mas com o risco do jogo começar atrasado, foi aceito e o time chegou com uma hora de atraso para a partida, não suficiente e na pressa de estar presente em campo logo, o time não possuía uniforme para a partida.

E naquelas coincidências (??) que essas histórias permitem, a seleção argentina sub20 estava próximo e pode fornecer o uniforme deles para que o time argentino pudesse entrar em campo.

Então a história teve seu complemente triunfal, o time que passou por uma situação complicada chegou com o aquecimento prejudicado e todo o processo para ir para a partida afetado, jogou com a camisa da seleção Argentina e conseguiu arrancar uma vitória heroica pela vantagem mínima, classificando o time para a fase seguinte.

O Tucuman tinha ficado no empate em seus domínios e precisou construir essa história quase folclórica para se classificar para a próxima fase.

O time argentino pode nem chegar na fase de grupos, seu próximo rival será o complicado Junior Barranquilla, mas pelo menos, eles fizeram história para inspirar qualquer um nessa semana a entender o poder do esporte. E mostrar que as vezes, a vida é quem se inspira em contos que parecem que nunca iriam acontecer.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s