Carta de Ronaldinho para Ronaldinho


ronaldinho130117

Caro Ronaldinho de 8 anos de idade,

Amanhã, quando você voltar para casa depois de ter jogado futebol, vai ter muita gente em sua casa. Seus tios, amigos da família e algumas pessoas que você não vai reconhecer estarão na cozinha. A princípio, você pensará que se trata de uma festa. Todos estarão lá para comemorar os 18 anos de seu irmão, Roberto.

Geralmente, quando você volta para casa depois do futebol, sua mãe está sempre rindo ou fazendo algum tipo de piada.

Mas desta vez ela estará chorando.

Então, você vai ver Roberto. Ele colocará o braço em volta dos teus ombros e vai te levar para o banheiro para que vocês possam estar num local mais reservado. Ele vai te contar algo que você não irá compreender.

“Houve um acidente. Papai se foi. Ele morreu”

Essa notícia não fará sentido para você. O que isso quer dizer? Quando é que o papai volta? Como é que ele pode ter ido embora?

O papai é quem dizia para você para usar e abusar da sua criatividade em campo; é ele quem dizia para você fazer o jogo bonito – para você apenas brincar com a bola. Ele acreditou em você mais do que qualquer outra pessoa. Quando Roberto começou a jogar profissionalmente pelo Grêmio no ano passado, o papai disse: “Roberto é muito bom, mas prestem atenção no irmão mais novo dele que está chegando”.

O papai foi um super-herói. Ele gostava tanto de futebol que, mesmo depois de trabalhar durante a semana, ele ainda trabalharia na segurança do estádio do Grêmio nos finais de semana. Como é que você jamais o encontraria novamente? Você não entenderá o que seu irmão Roberto está contando para você.

Você não ficará triste imediatamente. A tristeza virá com o tempo. Daqui a alguns anos, você aceitará que o papai jamais retornará à terra. Mas o que eu quero que você entenda é que, todas as vezes que você estiver com a bola nos pés, papai estará com você.

Quando você tem uma bola de futebol aos seus pés, você está livre. Você está feliz. É quase como se você estivesse ouvindo música. É aquela sensação que faz você querer espalhar alegria para os outros.

Nas imediações onde você mora, em Porto Alegre, existe tráfico de drogas e criminalidade e todo esse tipo de coisa. Vai ser difícil, mas enquanto você estiver jogando futebol – nas ruas, no parque, com seu cachorro – você se sentirá seguro.

Sim, eu disse isso mesmo: seu cachorro. Ele será um defensor incansável.

Você jogará com Roberto. Você jogará com outros garotos e com rapazes mais velhos no parque. Mas, eventualmente, todo mundo ficará cansado – e você vai querer continuar jogando. Portanto, sempre leve seu cachorro, Bombom, junto com você. Bombom é um vira-lata. Um típico cachorro do Brasil. E no Brasil até mesmo os cachorros gostam de futebol. Bombom será perfeito para praticar os dribles e para colocar em prática seu estilo… e talvez Bombom seja a primeira vítima de um dos seus famosos elásticos.

Daqui a alguns anos, quando você estiver jogando na Europa, alguns defensores farão você se lembrar de Bombom.

Pense no que o Pai disse: jogar livre e apenas brincar com a bola. Jogue com alegria. Isso é algo que muitos técnicos não entenderão, mas quando você estiver em campo, você jamais irá calcular. Todas as coisas vão acontecer naturalmente. Antes de você ter tempo para pensar, seus pés já terão tomado a decisão.

A criatividade te levará mais longe do que o cálculo.

Como posso dizer a uma criança que nasceu uma casa de madeira em uma comunidade como será a vida na Europa? É impossível. Você não vai entender, mesmo que eu te diga. A partir do momento em que você sair para Paris, Barcelona e, em seguida, Milão, tudo vai passar muito, muito rápido. Alguns dos meios de comunicação na Europa não vão compreender o seu estilo de jogo. Eles não vão entender por que você está sempre sorrindo.

Bem, você está sorrindo porque o futebol é divertido. Por que você ficaria sério? Seu objetivo é espalhar a alegria. Vou dizer novamente – criatividade antes do cálculo.

Permaneça livre, e você vai ganhar uma Copa do Mundo para o Brasil. 

Permaneça livre, e você ganhará as Ligas dos Campeões, La Liga, Serie A.

Permaneça livre, e você ganhará uma Ballon d’Or.

Quando teu pai deixar esta terra, você não terá nenhum filme dele. Tua família não tem muito dinheiro, então seus pais não possuem uma câmera de vídeo. Você não será capaz de ouvir a voz de teu pai, ou ouvi-lo rindo novamente.

Mas entre suas posses, há uma coisa que você sempre terá que lembrar dele. É uma foto de você e ele jogando futebol juntos. Você está sorrindo, feliz com a bola em seus pés. Ele está feliz em te ver.

Quando o dinheiro vier, e a pressão, e os críticos, permaneça livre.

Jogue como ele disse para você jogar.

Brinque com a bola.

Anúncios

Uma resposta em “Carta de Ronaldinho para Ronaldinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s