As mudanças na Libertadores!!


liberta031016

E a Conmebol resolveu mexer nas estruturas da Libertadores e consequentemente me tirou da inércia para voltar a escrever no blog.

Em tempo, estive parado, devido a um breve furacão que passou pela empresa junto a falta de assuntos no mês de Setembro para escrever, mas vamos lá, de volta.

Voltando ao tema principal, irei escrever um pouco sobre o que eu achei das mudanças promovidas pela Conmebol para a Libertadores.

Sobre a quantidade de clubes, para mim é indiferente, porque no fim, a fase final será com 32 clubes, o que aconteceu é que a pré ficou bem mais complicada.

A segunda mudança que irei comentar é sobre a final ser em partida única. Sinceramente, acho legal a ideia, porém a América não é a Europa, não temos uma malha ferroviária decente, além de possuirmos distâncias muito maiores de um país para outro. Acho que precisa ser melhor explorada a ideia para que o jogo não vire apenas um evento comercial.

E por fim, vamos falar da duração dela, que agora será durante o ano todo, achei ótima, impressionante e surpreendente, não acreditava que a confederação faria essa alteração, nada melhor do que você ter a principal competição continental durando o ano todo, obriga os clubes a olharem o planejamento do ano inteiro e não fica completamente desgastante o torneio durante um tiro curto.

Porém, o que eu faria diferente, começaria apenas em 2018, mas colocaria no mesmo período do calendário europeu, porque por melhor que seja o seu planejamento, o europeu vai querer seu jogador em julho e a Libertadores estará no meio do caminho. Além disso, o time teria mais tempo para se preparar para a viagem do Mundial, diferente do formato proposto onde poderia acontecer do clube ter apenas dez dias para resolver tudo.

De qualquer forma, acho que o mais importante nesse processo todo é a Conmebol buscar dar mais valor ao seu principal campeonato, talvez fosse necessário uma maior discussão e um processo mais democrático para as decisões, para que todas essas possibilidades fossem estressadas e buscasse uma solução com menos chances de erros.

Contudo, o mais interessante é que a Conmebol obriga a CBF a pensar no seu calendário daqui para frente, quem sabe fazendo Brasileirão e Copa do Brasil durante o ano todo e estaduais no final com o uso de menos datas, sem querer a Conmebol obriga a CBF a começar a quebrar a cabeça em como será o seu calendário.

Por fim, achei válidas as mudanças, mas ainda precisam de ajustes finos, o ideal é que valesse para 2018.

E vocês, o que acharam?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s