A passagem de Bauza foi boa?


Paton 020816

Analisar a passagem de Bauza pelo São Paulo vai além dos números, que aliás, são péssimos.

Sim, quando você olha os números de Bauza pelo São Paulo, seu aproveitamento foi pífio, não teve conquistas e o time não mostrou um futebol vistoso.

Contudo, é inegável que ele fez o papel que lhe foi pedido, recuperou o brio do grupo, criou enfim um sentimento de grupo no elenco, para que os jogadores se dediquem uns pelos outros e consequentemente pelo time.

Bauza tem outros números interessantes, enfim fez o time ganhar um clássico, depois de um longo jejum o São Paulo venceu o Palmeiras pelo Brasileirão, enfim o time não perdeu na nova casa do Corinthians, o time voltou a ser mais respeitado nos clássicos, briga mais e não se torna presa fácil.

Paton, deslanchou de vez Ganso e fez o nosso 10 enfim ir tentar o sonho da Europa, fez torcida ter paz com Michel e Wesley mesmo que a qualquer momento, isso pode acabar. Mas também insistiu em Centurion e agora deixou Chavez ai para a gente.

Ele sai com o time tendo a terceira melhor defesa do Brasileirão, algo inimaginável no começo do ano. Em contrapartida, o time precisa melhorar muito no ataque, é o 5º pior do campeonato.

Por fim, acho que a passagem de Bauza foi positiva, muito mais pela alma reconquistada do que pelos resultados e no fim a saída neste momento, diferente da de Osório, foi conveniente para todos.

Bauza poderá ter uma oportunidade única na vida, caiu no colo a chance de dirigir uma seleção argentina, uma série de fatores contribuíram. Em compensação para o São Paulo a oportunidade vem em boa hora, com o time sendo reconstruído e com a sensação de que estava difícil Bauza tirar algo a mais do time, era uma boa hora para um sangue novo.

Cabe agora ao São Paulo escolher bem a continuidade do trabalho de Bauza, além da filosofia de jogo parecido, tem que ser alguém que não tenha restrição com estrangeiros e que rapidamente siga o que o São Paulo pode oferecer, remontar o time durante o Brasileirão e fazer frente pela Copa do Brasil.

Para Bauza, fica um muito obrigado e que não tenha tanta sorte na Argentina, ou que mantenha o desempenho de aproveitamento igual foi no meu tricolor..rs..

Além disso, a dúvida que fica agora é se o São Paulo traz outro gringo para virar técnico de seleção daqui 6 meses ou se investe em algum brasileiro.

De longe, eu apostaria em Diego Aguirre, Ricardo Ferretti, mas acho que São Paulo pode estar olhando Abelão também.

E você são paulino, quem você queria ver no tricolor?

Anúncios

3 respostas em “A passagem de Bauza foi boa?

  1. Vai com Deus!
    O trabalho do Bauza não dos melhores, o fato de ter chegado às semi fã libertadores foi sorte, tanto que o time não existiu com o rival campeão e passou maior sufoco nas quartas.
    No paulista o time capenga mesmo tendo no papel e na folha salarial um dos times mais fortes, além de uma torcida que é, para os padrões da Série A, presente nos jogos em casa.
    O trabalho foi mediano e não condiz com o tamanho do São Paulo, assim como tem sido todos os últimos técnicos do time.
    Sobre o próximo treinador, não espero muito, pegará um time que está com um ataque sem nenhuma referência, trocando lateral e com muitas indecisões no meio. Não terá tempo de treinar e ainda será cobrado por resultados.
    Logo, espero um 2o semestre de merda para o nosso clube do coração.
    Classificar pra libertadores e uma semifinal na copa do Brasil serão nossos objetivos.

  2. Abel Braga… esse é o nome mais forte pra assumir o São Paulo, mas depois, talvez, volte a este assunto.

    Por todos esses meses que o “Bauzta”, apelido carinhoso que usei de abril ou maio pra cá, acredito que eu seja o único são paulino que ficou muito satisfeito com a saída dele e que mesmo durante a “””boa””” fase na parte final da Libertadores nunca o vi como um treinador para o gigante São Paulo.

    A virada do São Paulo para um time mais aguerrido, o que concordo, tem fatores que extrapolaram o trabalho feito pelo Bauza, que teve como principais fatores a vinda inicialmente do Diós Lugano, Maicon e do limitado, mas goleador e muito brigador Calleri. Mas o fator principal e que não é de conhecimento dos torcedores em geral foi a vinda do ex-diretor Luiz Cunha e do Pintado, já que o povo tem memória curta e não lembra que até a vinda deles Bauza já era treinador e a coisa ia de mal a pior.

    Futebol é resultado e o resultado em campo do time do Bauza, inclusive na época que as pessoas viam como um time bom, o que eu nunca consegui ver, sempre foram abaixo do aceitável. Vale lembrar que o ponto alto do São Paulo foram a vitória contra o excelente, rs, Trujillanos, o empate fora contra o poderoso Estrogonofe, rsss e a vitória contra o Toluca, em um jogo atípico que até o Centurion jogou bem.

    Meu querido e amigo Thiago, desculpe não concordar com você de maneira totalmente contrária, mas ganhar do Palmeiras no Morumbi, algo mais do que normal, por uma simples vitória é mais que obrigação e o trabalho do Bauza não fez diferença. Do Corinthians então é ridículo comemorar empate, temos que querer muito mais! Esse é um problema da torcida no geral, se conformar com pouco.

    Pra finalizar esse assunto Bauza ou “Patón Tales” ou “Duck Bauza” ou até mesmo “Bauzta”, rsss, vimos um cara sem palavra, que falou demais e não teve culhão para manter. A diretoria fez o favor de trazer jogadores da confiança dele para ficarem aqui, mesmo com essa possibilidade de ida para ser treinador da Argentina iminente.

    Aproveitando o espaço, Centurion já está com a cabeça no Boca, sabemos que a diretoria não é provida de inteligência e manter ele seria mais uma das “trapalhadas” desses fracos no comando do clube.

    Voltando ao assunto próximo treinador… Abel Braga, por ser do Sul, brasileiro, ou seja, em condições de conhecer o futebol argentino e a forma de jogo, mas principalmente por conhecer as opções no mercado brasileiro para virem jogar no São Paulo e até influência pra isso… o que o anterior não tinha e ainda mandaram o Milton Cruz embora que era quem poderia fazer, Abel é uma opção que eu não traria (e por mim apenas com salário bem reduzido para vir), mas é interessante dentro dos nomes disponíveis e do perfil de elenco e de jogo que o São Paulo vem traçando. Junto deste treinador, que além disso tem o perfil do mais amado, pela torcida, o Muricy (que eu apenas tenho respeito e muito), deveria ser trazido para cuidar da categoria de base e transição dos jovens para o time profissional. Rafael Sóbis poderia ser nosso hoje se isso tivesse acontecido antes.
    Aguirre seria um nome interessante se não pesassem contra o momento do São Paulo que não pode ter outro comando ruim, com chances até da segunda divisão se não fizerem direito, e pelos trabalhos mais recentes que foram pífios em outros clubes brasileiros.
    Como nomes, na minha visão conversaria com Vasco e Grêmio para tentar Jorginho ou Roger, mas sabemos que por estarem trabalhando é algo mais complicado… apesar que no Brasil isso não conta muito, nem os estrangeiros respeitam e os clubes não dão motivo pra isso.

    Caraiii… escrevi pra porra… rs… abraços!

    • Loschi, só um parênteses, não comemorei vitória contra Palmeiras e tampouco o empate, só estou dizendo que foram resultados que não aconteciam a muito tempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s