O tal Gestor de Vestiário!


Tite-Vestiario-Corinthians-Arena-640x480-Daniel-Augusto-Jr-Agencia-Corinthians

Nesse final de semana, vi muitos jogos, entre Premier League, La Liga e a nossa querida Copinha. Mas meu destaque fica pelo Real Madrid.

Os merengues voltaram a jogar bem, com alegria, com vontade de fazer bonito e muito mais do que o efeito Zidane, o efeito Benitez longe é o que impera pela capital espanhola.

O que acontece no maior clube da Europa escancara como a profissão de treinador não é apenas ser um excelente estrategista, ou conhecer um monte de jogada ensaiada, ou mesmo saber contratar bem, ou ter filosofia, etc, etc e etc.

Antes de mais nada, o fator mais importante para o sucesso de um treinador é cuidar de gente, saber lidar com as pessoas, com seus egos e vaidades, parafraseando Tite, treinador acima de tudo, precisa ser Gestor de Vestiário.

Eu vou dizer que alguns clubes essa questão é mais importante que a tática. No caso do Real Madrid, pode elevar essa questão ao cubo. O time que tem por costume contratar as principais estrelas e  nomear o elenco como “Galáctico algum número” tem no vestiário egos que são maiores dos que as expedições da colonização das Américas.

Só que ao mesmo tempo é um elenco recheado de talento, de maneira bem simplória, se você chegar em ganhar o elenco, tanto faz a tática, eles vão entrar lá e atropelar a maioria dos rivais, pois eles são fortes o suficiente.

E Zidane ainda está começando, por enquanto, tudo é festa, ele precisará demonstrar seu valor nas eventuais derrotas, nas necessidades de troca ao longo de jogos complicados, e ali que ele mostrará para todos o porque de suas escolhas e testará o quão habilidoso é para conduzir o vestiário.

James, Bale, Cristiano, Kroos e Benzema foram contratados a peso de ouro, tratados como cracaços e sabem quem poderiam ter destaques isolados em outras equipes.

Por enquanto, vale aproveitar o momento e também desfrutar do time do Real que voltou a jogar bem e torcer logo para que Real, Barça e Bayern se enfrentem logo e nos propiciem grandes jogos.

Para Zidane, mais do que aprimorar a parte tática, seu primeiro desafio irá lhe preparar para a tarefa mais árdua de um treinador, cuidar das pessoas, cuidar de gente, administrar egos, ser o tal Gestor de Vestiário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s