Champions League das Américas!

rogerio-ceni-fazendo-a-defesa-que-desafiou-as-leis-da-fisica

Você conhece o italiano Riccardo Silva?

Então, esse mega empresário pode mudar como enxergamos nossa Libertadores por aqui. Aliás, a tendência é que ela nem exista mais.

Sim, a ideia do empresário é criar a Champions League das Américas, torneio que contaria com 64 clubes e teria modelo parecido com a Champions europeia. Inclusive nos valores. Para se ter uma idéia, hoje um clube que ganha a Libertadores recebe algo em torno de US$ 7 milhões, só para participar da Champions ganhará 5.

A proposta é ousada, mas ao mesmo tempo está muito bem arquitetada e conta com apoio do pessoal da MLS, e americano sabe fazer um evento.

Do lado de cá, cabe esperar o quanto Conmebol cederá e topará esse torneio unificado.

Sinceramente, tirando a questão de distância, não vejo o porque de recusar. A questão de distância é um ponto a ser discutido, já que pode chegar a 10.000km de distância um confronto. Por exemplo, Estudiantes x Montreal Impact.

Contudo, com calendário planejado e com a proposta de duração de fevereiro a novembro, esses impactos podem ser totalmente minimizados.

E principalmente com essa proposta que alavanca tanto a questão financeira, vemos uma possibilidade de começar a tornar tão forte nosso clubes como os europeus, ainda que com valores menores, o excesso de matéria prima por aqui, faria com que nossos clubes pudessem brigar de maneira mais similar contra os grandes europeus.

Espero que a proposta seja discutida e se possível que ela aconteça, é a chance de chegar em Dezembro e disputar o Mundial sem depender de uma única bola que Gabiru acerte ou uma atuação de gala de Ceni.