Caldense fora dos padrões

Caldense 30042015

Galera querida, hoje teremos mais uma daquelas participações incríveis que o Cadê Meu Camisa 10? traz. André Russo, são paulino, maestro e atualmente morador de Poços de Caldas comenta com um pouquinho de doce de leite e um pão de queijo.

Por André Russo

Há algumas semanas me mudei para Poços de Caldas/MG, como bom fanático por futebol, passei a acompanhar o campeonato mineiro e o time local, a Caldense.

Esse final de semana a “veterana” jogou o primeiro jogo da decisão contra o Galo no Mineirão, foi um jogo truncado, com o time mandante dando muito chutão e o visitante bem fechado jogando no contra-ataque. Mesmo o jogo estando emocionante, algo ficou na minha cabeça durante ele, uma coisa que diz muito sobre o nosso futebol – Padrão.

Resolvi escrever o texto dividindo-o em alguns tópicos, sobre o padrão ou a falta dele no futebol brasileiro.

Padrão de Campeonato

Entendo que cada estado no país é diferente, mas todos terem estruturas de campeonato diferente me parece ser estranho. O campeonato paulista, que conheço melhor, já foi realizado de inúmeras formas nos últimos anos, o campeonato carioca que era o mais interessante também mudou esse ano, logo, cada um por si.

Padrão de arbitragem

Acho muito interessante a regra do basquete de que cada jogador só pode fazer 5 faltas por jogo ou que cada time poder apenas 5 faltas (coletivamente) por quarto de jogo.

Triste é perceber como isso seria impossível no futebol, principalmente no país da bola, já que os juízes aqui não conseguem manter um padrão dentro de um campeonato e às vezes (como domingo) dentro de um jogo. O árbitro da final do mineiro conseguiu em lances iguais, tomar atitudes diferentes do 1º para o 2º tempo. Segura tudo no começo, marca até pensamento no final da 2ª etapa e cumprir a regra é besteira.

Padrão tático

Hoje é difícil vermos times com padrões bem definidos, times que conseguiram isso nos últimos anos tem vencido e sobressaído no futebol, vide o modo de jogar do Corinthians desde a primeira era Mano, Cruzeiro dos últimos 3 anos e, porque não, o São Paulo do Muricybol de 2005-2008.

A Caldense, mesmo sendo um time com pouco investimento financeiro e fora do cenário maior do futebol, montou um time que joga de maneira igual desde o 1º jogo do mineiro, linhas defensivas e esquema tático definido, mesmo trocando as peças de um jogo para o outro seu jogo aéreo é eficaz, jogadores altos e fortes fisicamente marcam e correm muito, talvez por isso tenha chegado aonde chegou esse ano.

O Palpitando, feito pelo blogueiro às terças-feiras, prova que está fácil conhecer o jogo da Caldense, nas últimas duas semanas somei 40pontos de 50 possíveis nos jogos que envolviam a Veterana (joguei 1×0 e foi 2×0 e nesse domingo cravei resultado, 0x0).

Força Veterana, mantenha seu futebol rumo ao bi-campeonato mineiro.

Anúncios

Ah, também não adianta mais não comprar o videogame.

image

Você acha normal um torcedor ter um time de outro estado? E de um país próximo? Que tal de um país, onde talvez você nunca veja o jogo do seu time no estádio?

Bom, se acostumem, o que parecia uma grande brincadeira, tem tudo para se consolidar.

Esses dias recebi de um grande amigo, Daniel Chiozzini, um texto sobre a geração videogame.

Nele, aparecia um ranking que a Centauro (empresa de material esportivo) divulgou sobre vendas das camisas de futebol infantis.

Entre as dez primeiras, apenas quatro times brasileiros.

A ordem foi: Barcelona, Palmeiras, Manchester City, Flamengo, Manchester United, São Paulo, Corinthians, Bayern Munchen, Real Madrid e Chelsea.

Eu não vejo problema nisso, nos acostumamos a ver torcedores do Brasil afora buscarem os grandes times brasileiros para torcerem.

O  caso do Flamengo é o maior exemplo, um time que sobrou na década de 80 e ainda contou com o apoio irrestrito da maior emissora do país.

Só entre os comentaristas, dois casos desse processo já saltam aos olhos. Mauro Cezar Pereira e seu Racing, assim como Marcelo Bechler e o seu Barça.

Considero que muito se reflete a falta de qualidade do espetáculo por aqui, da gosto ver os times europeus jogarem, principalmente as grandes forças e não considero complexo de vira lata, continuando torcendo para o São Paulo, amando nosso futebol por aqui, mas achando que maltratamos ele como entretenimento.

Acho que antes de crucificar e condenar a geração Playstation deve se olhar pela ótica deles.

Eles devem ver jogos de Barcelona e dos demais clubes estrangeiros dessa lista em quantidades iguais ou superiores ao tupiniquins.

Soma-se a isso, um total desinteresse de um adulto próximo em defender algum clube brasileiro, essa geração insatisfeita com o que vê aqui é a principal responsável por esse garoto adotar um time a milhares de quilômetros de distância.

Só que a responsabilidade por esse adulto estar desistindo ou na gíria futebolística “dando o famoso migué” é porque quem cuida do futebol não está nem aí.

Ou seja, olhar o fenômeno de brasileiros torcendo para times estrangeiros achando que a culpa é só do videogame, é esquecer quem deu o videogame e quem fez com que nossos times não fossem solicitados ao mesmo.

Ah, também não adianta mais não comprar o videogame.

Esse processo já está aí!

Palpitando 28.04.2015

Imagem

Fim do mês de Abril e agora começa o mês de Maio, fim dos estaduais, definições dos nacionais da Europa incluindo um clássico da Áustria. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Cadê Meu Camisa 10? – 105 pontos
2 – Ramon – 95 pontos
3 – Andre Russo – 90 pontos
4 – Wagner – 45 pontos
5 – Rodrigo – 35 pontos

Ramon administrou a vantagem na última rodada e venceu o mês de Abril. Veja os rankings:

rm28042015

rg28042015

Vamos aos palpites da rodada:
Quarta, 29 de Abril de 2015
22h00 Capivariano 1×2 Botafogo – Copa do Brasil

Sábado, 02 de Maio de 2015
10h30 Schalke 04 3×2 Stuttgart – Alemão
13h00 Atletico de Madrid 0x0 Athletic Bilbao – Espanholão
15h00 Sevilla 2×3 Real Madrid – Espanholão
16h00 Olimpia 1×1 Cerro Porteño – Paraguaizão
18h10 San Lorenzo 1×0 Veléz Sarsfield – Argentinão

Domingo, 03 de Maio de 2015
11h30 Sturm Graz 2×2 Rapid Vienna – Austriacão
12h00 Tottenham 0x1 Manchester City – Inglesão
15h45 Napoli 3×0 Milan – Italianão
16h00 Santos 2×1 Palmeiras – Paulistinha
16h00 Botafogo 1×2 Vasco – Carioquinha
16h00 Internacional 2×1 Grêmio – Gauchinho
16h00 Caldense 1×2 Atlético-MG – Mineirinho
16h00 Joinville 0x0 Figueirense – Catarininha
18h15 Boca Juniors 1×0 River Plate – Argentinão

Brasil, Argentina e o resto na luta pela América!!

liberta230415

Acabou a fase de grupos da Libertadores!

Sobraram 16 times, 5 brasileiros, 4 argentinos, 2 colombianos, 1 paraguaio, 1 uruguaio, 1 boliviano, 1 mexicano e 1 equatoriano. Ou seja três blocos, os brasileiros, os argentinos e o resto.

Veja o que esperar dos confrontos:

Boca x River

Para começar os cruzamentos apenas o clássico de maior rivalidade argentino, Buenos Aires irá parar nos próximos dias. O time do Boca fez campanha irretocável na primeira fase garantido com 100%  de aproveitamento. A dupla Lodeiro-Osvaldo tem sido importante.

Já pelo River a situação é completamente inexplicável, de time vencedor da sulamericana em 2014 e credenciado para ser o principal time a combater os brasileiros, o River se foi muito mal na fase de grupos, classificou-se na última rodada graças a uma combinação de resultados e com a campanha de pior segundo colocado.

Um clássico pode mudar tudo isso, mas o Boca sai como favorito.

Cruzeiro x São Paulo

Campeão e vice campeão brasileiro se encontram nessa próxima fase. O São Paulo tem um ótimo retrospecto contra o Cruzeiro, menos quando se fala de mata-mata. Vale lembrar a Libertadores de 2009 e a Copa do Brasil de 2000.

Contudo o tricolor paulista parece enfim ter começado o seu ano, se o time entender que precisa entrar em campo com a mesma disposição de ontem, torna-se favorito para o duelo, se entrar como tem feito durante quase todo 2015, o Cruzeiro estará nas quartas.

Já o Cruzeiro ainda está chegando ao nível do time bicampeão brasileiro, como muitas peças foram trocadas o time ainda encontra algumas dificuldades. Sinceramente, não vejo favorito para o duelo.

Corinthians x Guarani (PAR)

O alvinegro não pode pedir nada melhor para a luta pelo segundo título da Libertadores, um dos adversários mais fáceis dessas oitavas o Guarani não promete oferecer resistência ao Corinthians. O time paraguaio se classificou pelo grupo do Racing e mostrou que até consegue alguma coisa em casa, mas é presa fácil fora de casa.

Para o Corinthians melhor do que pegar o adversário teoricamente mais fácil será a oportunidade que esse confronto trará de recuperar seus melhores jogadores e voltar ao mesmo ritmo do começo do ano, já que nos últimos  6 jogos o time caiu muito de produção.

Corinthians é amplamente favorito nesse confronto.

Racing (ARG) x Montevideo Wanderers (URU)

O Racing é outro que não pode reclamar do adversário, o Montevideo se classificou no grupo do Boca por falta de opção entre os demais. Todos os integrantes com exceção do Boca eram fraquíssimos, aí caiu no colo do Montevideo uma passagem para a segunda fase.

Já o Racing começou a Libertadores dando pinta de que eles seriam a melhor campanha da primeira fase, mas depois de três vitórias seguidas, tropeçou duas vezes e só voltou a vencer na última rodada em uma virada histórica. O time é rápido, quase a mesma base mantida com relação ao time ganhador do Argertinão, Bou e Milito (sim, aquele Milito) são os destaques desse time.

A Academia deverá passar sem problemas para a alegria de Mauro Cezar Pereira.

Tigres (MEX) x Universitario Sucre (BOL)

O Tigres é a grande surpresa dessa primeira fase, o time mexicano que conta com Rafael Sóbis no elenco fez uma campanha excelente no grupo que tinha o River Plate, saiu sem nenhuma derrota e com a segunda melhor campanha do campeonato. E também foi premiado nessa fase.

O Sucre é o típico time de altitude, em seu território dá uma canseira, quando desce a ladeira se segura como pode. Mesmo em seus domínios o time conseguiu apenas uma vitória.

Ou seja, o Tigres tem tudo para seguir em frente na competição.

Internacional x Atlético-MG

Outro clássico brasileiro, outro duelo equilibradíssimo, promessa de grandes jogos.

Ambos estão em evolução, Aguirre parece enfim ter conquistado a paz que precisava para fazer seu trabalho no Inter e vem feito um trabalho sólido, ainda com pouca “magia” que se espera do elenco recheado do Colorado, mas firme e vencedor. Nilmar como protagonista.

Já o Galo doido, vai se apegando no seu mantra “Eu Acredito” e passou de fase. Em um grupo equilibradíssimo, o verdadeiro grupo da morte, o Galo passou com uma vitória na última rodada e também chega empolgado para o duelo.

O único problema do Galo é não poder jogar com o mantra no último jogo, já que o mando será do Inter. Confronto apertado, sem favorito.

Independiente Santa Fé (COL) x Estudiantes (ARG)

O confronto de dois times que já foram melhores, já assustaram mais em passados recentes, hoje são apenas uma sombra do que foram, o Santa Fé se classificou no confuso grupo do Galo em primeiro, enquanto o Estudiantes fez campanha modesta no grupo 7.

Confronto duro onde não vejo favorito.

Atlético Nacional (COL) x Emelec (EQU)

Confesso que esperava mais do vice campeão da sulamericana no ano passado, mas o Atletico perdeu algumas peças importantes do elenco e parece que ainda não se reencontrou. O time fez uma campanha firme, mas sem um futebol de encher os olhos. É um time que joga melhor fora do que em casa, ou seja, gosta de esperar o adversário atacar.

E terá o Emelec pela frente, um time com o DNA equatoriano de futebol, quase disciplicente, mas ofensivo por natureza. O time ficou em segundo no grupo do Inter deixando para trás a altitude do Strongest e a famosa La U.

Será um bom duelo, mas esse DNA equatoriano cobrará caro na fase de mata-mata, aposto que o Atlético avança.

E vocês o que acharam dos confrontos?

Van Gaal no Barça = sulamericanos no banco?

image

Ontem estava vendo os jogos da Champions e percebi a quantidade de brasileiros que os quatro times de ontem possuíam.

Eram 20 brasileiros entre eles, Barcelona (5),Paris Saint Germain (6), Bayern (2) e Porto (7).

Aí lembrei de Mircea Lucescu e Louis Van Gaal.

O primeiro pela quantidade de brasileiros que possui no time, Mircea é técnico do Shakthar Donetsk, e Van Gaal pela birra que possui com sulamericanos, principalmente brasileiros.

Sobre Mircea, entre um problema ou outro, tem se virado bem com o batalhão canarinho.

Agora, gostaria de saber qual o trauma que Van Gaal tem com os sulamericanos, basta lembrar que no atualmente no United, Di Maria, Falcão, Rojo e Rafael não possuem nenhuma chance com ele.

Isso sem falar a birra histórica com Rivaldo no Barcelona, ou seja, Van Gaal não gosta de ver no seu time nenhum sulamericano como titular.

Então pensei, e se ele fosse chamado para treinar o Barcelona?

Como lidaria com o espetacular trio de ataque sulamericano? Van Gaal teria em mãos, os três melhores da América do Sul e com três dos dez melhores atacantes do mundo.

Sim, tudo é um exercício de imaginação, mas não duvidaria que ele iria aos poucos tirando um por um, menos Messi que não é desse planeta.

Palpitando 21.04.2015

Imagem

É dada a largada para a última rodada do mês de Abril, enfim os estaduais estão para acabar, além disso, o fim da fase de grupos na Libertadores, definição dos semifinalistas da Champions e clássicos nos nacionais da Europa. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Wagner – 105 pontos
2 – Cadê Meu Camisa 10? – 100 pontos
3 – Andre Russo – 85 pontos
4 – Ramon – 80 pontos
5 – Rodrigo – 45 pontos

Ramon abriu vantagem para Rodrigo, mas vê Wagner e o blogueiro aqui aproximar nessa reta final do mês de Abril. Vejam os rankings:
rm21042015

rg21042015

Vamos aos palpites da rodada:
Quarta, 22 de Abril de 2015
15h45 Mônaco 0x0 Juventus – Champions League
15h45 Real Madrid 1×0 Atletico de Madrid – Libertadores
22h00 São Paulo 2×0 Corinthians – Libertadores
22h00 Bahia 0x1 Ceará – Copa do Nordeste

Sábado, 25 de Abril de 2015
15h45 Inter de Milão 2×1 Roma – Italianão
20h30 Atlanta Silverbacks 0x0 New York Cosmos – NASL

Domingo, 26 de Abril de 2015
09h00 Saint Etienne 1×0 Montpellier – Francesão
12h00 Arsenal 0x0 Chelsea – Inglesão
12h30 Borussia Moenchengladbach 1×0 Wolfsburg – Alemãozão
13h00 Benfica 0x0 Porto – Portuguesão
16h00 Palmeiras 1×0 Santos – Paulistinha
16h00 Vasco 1×0 Botafogo – Carioquinha
16h00 Internacional 0x0 Grêmio – Gaúchinho
16h00 Fortaleza 2×1 Ceará – Cearensinho
16h00 Caldense 0x0 Atlético-MG – Mineirinho