Palpitando 31.03.2015

Imagem

O mês de Março acabou, agora é a vez de mostrar seu talento palpitando no mês de Abril com vários clássicos, tanto por aqui, como pela Europa afora. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Rodrigo – 140 pontos
2 – Andre Russo – 100 pontos
3 – Cadê Meu Camisa 10? – 95 pontos
4 – Ramon – 90 pontos

Rodrigo sobrou nessa rodada, mas com uma atuação consistente ao longo do mês acabei vencendo, vejam os rankings:
rm31032015

rg31032015

Vamos aos palpites da rodada:
Quarta, 01 de Abril de 2015
19h45 San Lorenzo (ARG) 1×0 São Paulo (BRA) – Libertadores
22h00 Campinense 1×2 Grêmio – Copa do Brasil

Sábado, 04 de Abril de 2015
07h30 Roma 1×0 Napoli – Italianão
08h45 Arsenal 4×1 Liverpool – Inglesão
11h00 Sevilla 2×0 Athletic Bilbao – Espanholão
12h15 Al-Saad 5×1 Al-Gharafa – Sheikão do Catar
13h30 Borussia Dortmund 0x1 Bayern Munchen – Alemãozão

Domingo, 05 de Abril de 2015
07h30 Zenit 2×1 CSKA Moscou – Russão
12h00 Universidad Catolica 2×4 Universidad de Chile – Chilenão
16h00 River Plate 1×0 San Lorenzo – Argentinão
16h00 Marseille 2×3 PSG – Francesão
16h00 Sport Recife 1×1 Santa Cruz – Pernambuquinho
16h00 Corinthians 1×1 Santos – Paulistinha
17h00 Flamengo 3×0 Fluminense – Carioquinha
22h00 Tolima 1×1 Once Caldas – Shakirão

Anúncios

Tá bom para vocês?

image

8 jogos, 8 vitórias.

Sim, essa é a campanha de Dunga na sua segunda passagem pela seleção. Desempenho muito acima da previsão de qualquer otimista, mas e aí, agora está bom?

Não sei.

Dunga resgata o velho dilema de melhor vencer ou jogar bem, eu sempre vou preferir jogar bem, mas hoje depois do desastre na copa é ótimo para a seleção vencer.

A questão fica toda para o daqui pra frente, Dunga recuperou a estima da seleção, mas será que ele aprendeu o suficiente na Europa para conciliar esse jeito competitivo dele com futebol vistoso?

Minha sensação é que não, Dunguinha me dá indícios de que a vitória está acima de tudo, sua experiência de vida (Copa de 90 e 94) reforça esse pensamento.

Espero que Dunga além de vitorioso seja surpreendente e faça a amarelinha recuperar a alcunha de país do futebol.

A tal coisa muito errada…

SPFCsemsangue

Se você é treinador e sabe que o próximo time que você irá treinar tem Rogério Ceni, Souza (jogador de seleção), Michel Bastos, Ganso, Pato, Kardec e Luis Fabiano. Além disso, bons nomes como Toloi, Denilson e Carlinhos e as apostas Hudson, Thiago Mendes e Centurion. Você ficaria feliz?

Com todo o respeito aos demais times, o São Paulo possui o elenco com o maior número de jogadores de nome. Hoje é difícil comparar tecnicamente, ainda mais depois da traulitada que levou do Palmeiras, mas se o tricolor fosse um time de videogame era tranquilamente mais forte que seus rivais nacionais.

Porém, o videogame isenta a única coisa que faz o futebol ser esse esporte tão surpreendente, a cabeça, o lado psicológico do time.

Sim, lado psicológico do time.

O time é uma parte de um organismo vivo chamado clube. E como um bom organismo vivo o equilíbrio do seu corpo é fundamental para que ele funcione bem. Ataíde Gil Guerreiro ontem disse após o jogo que “alguma coisa muito errada está acontecendo”.

Sim Ataíde, você está certo e tudo começa de onde você está sentado. A diretoria está rachada, não se entende e por fim decidiram atrasar o São Paulo por causa de ego. Isso invariavelmente chega no time, por maior que seja a blindagem, quando uma diretoria está descoberta, perguntas sobre bastidores respingam toda hora aos jogadores, seja sobre salário atrasado ou sobre quaisquer discussões de vocês.

Exemplo concreto, o São Paulo deve em quantidade de meses muito menos do que o Corinthians deve aos seus atletas, agora veja o alarde que foi isso a alguns dias atrás para o São Paulo e veja se alguém bate firme no Corinthians sobre isso, porque? Todos na diretoria estão defendendo o clube.

Não acho que os jogadores do São Paulo não tenham personalidade para enfrentar um clássico. Kardec já foi decisivo várias vezes em clássico, seja por São Paulo, seja por Palmeiras, Ganso sempre mostrou personalidade forte, Ceni nem precisa dizer. O problema está no São Paulo.

O São Paulo Futebol Clube está sem confiança, está irritadiço.

A coisa muito errada a qual você se refere meu caro é Ataíde, é uma coisa só mesmo. É o São Paulo!

Acho que agora vai……

sem-rumo

Não achei que escreveria sobre o Rio tão rapidamente, mas a demissão de Cristovão me fez querer teclar mais algumas linhas sobre o futebol carioca que agora convivo tão de perto.

Eu fico tentando entender o que leva um presidente de clube trocar seu treinador no início da pré-temporada. E o chavão mais clássico para a única resposta aplicável nesse caso, “é mais fácil trocar um do que onze”. Ou seja, a prova que o amadorismo ainda ronda os clubes vez ou outra.

Nem digo que Cristovão era bom ou Drubsky é ruim, nem se um é melhor do que outro é apenas uma questão de planejamento.

Você consegue medir o resultado de Cristovão e dizer se é bom ou ruim no Fluminense, a partir daí, basta escolher no início da temporada se dá sequência a esse trabalho ou não. Trocar no final de Março o treinador é condenar o time a reformulação nesse ano.

Repasso cinco perguntas que penso quando acontecem essas trocas de treinadores no meio de um ano.

– Quantos jogadores ali foram contratados pelo novo treinador?
– Quanto tempo o novo treinador terá para conhecer o planejamento da equipe para os próximos anos?
– Quanto tempo ele demorará para conhecer o elenco que possui?
– A partir daí, quanto tempo para ele passar sua filosofia de jogo e o time começar a jogar com a sua cara?
– Pra que a pré-temporada?

Ou seja, Drubsky pode ser um gênio como treinador, ou até mesmo um cara com muitas ideias inovadoras para colocar em prática, porém, diante do momento, é conhecer o time e montar uma proposta simples de jogo, para quem sabe o time estar pronto lá pela décima rodada do Brasileirão.

Por isso digo que o velho chavão é a única resposta, o presidente não quer dor de cabeça, troca o treinador apenas para agradar o pensamento imediatista do torcedor e para ver se alguns jogadores mudam de atitude com a demissão do “ex-professor”.

E você torcedor dirá: “Acho que agora vai!”.

Será que vai? Ou melhor, vai para onde?

Palpitando 24.03.2015

Imagem

Vai começar a última rodada do mês de Março, como essa semana tem jogos da Euro e amistosos, os jogos foram selecionados tentando buscar o que ainda acontece entre os clubes mais os jogos das seleções, inclusive a nossa escrete canarinha. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Andre Russo / Ramon – 100 pontos
2 – Rodrigo – 95 pontos
3 – Cadê Meu Camisa 10? – 90 pontos
4 – Wagner – 75 pontos

Uma rodada bem equilibrada, dessa forma pouca coisa em relação as posições da semana passada alteraram, mas vejam os rankings:
rm24032015

rg22032015

Vamos aos palpites da rodada:
Quarta, 25 de Março de 2015
22h00 Palmeiras 3×0 São Paulo – Paulistinha

Quinta, 26 de Março de 2015
17h00 França 1×2 Brasil – Amistosos

Sábado, 28 de Março de 2015
10h00 Brondby (DEN) 1×1 Linkopings (SWE) – Champions League Feminina
14h00 Croácia 5×1 Noruega – Eurocopa
16h00 Bahia 1×0 Campinense – Copa do Nordeste
16h45 Bulgária 2×2 Itália – Eurocopa
17h00 Montreal 2×2 Orlando City – MLS
22h30 México 1×0 Equador – Amistosos

Domingo, 29 de Março de 2015
09h00 África do Sul 1×1 Nigéria – Amistosos
11h00 Brasil 1×0 Chile – Amistosos
15h45 Hungria 0x0 Grécia – Eurocopa
16h00 Vasco 1×1 Botafogo – Carioquinha
16h00 Paraná 0x0 Coritiba – Paranazinho
16h00 Chapecoense 1×1 Figueirense – Catarininha
16h00 Boca Juniors 3×0 Estudiantes – Argentinão

O primeiro clássico dos milhões…

image

Ontem foi meu primeiro clássico dos milhões.

Cheguei ao Rio de Janeiro na noite do domingo retrasado agora (15/03), durante a semana acompanhei a Libertadores, mas ontem decidi assistir ao clássico.

Apesar do gol na primeira parte do jogo, vou me concentrar ao “pós chuva”.

Para quem não sabe, ontem caiu uma senhora chuva no Maracanã, o jogo foi interrompido com 22 minutos do primeiro tempo e só retornou com quase uma hora de diferença.

Nessa primeira parte, pouca coisa vale destacar, pois o Maraca estava um verdadeiro brejo, apenas que Martin Silva deu um mole tremendo ao tentar arremessar a bola para Rodrigo e ver a pelota parar na poça e sobrar para Alecsandro abrir o placar.
Depois disso e da chuva dar trégua, aí sim tivemos um jogo de futebol.

O jogo não valia nada oficialmente, mas como Euricão anuncia aos quatro cantos que Flamengo é um campeonato à parte, o jogo foi pegado.

Ambos mostram características similares, elenco com limitação técnica, mas com técnicos fazendo grandes trabalhos.

Luxa e Doriva estão aproveitando muito bem o estadual para montar os times.

É lógico que ainda falta muita coisa para o longo do ano, mas serão times que podem surpreender nos campeonatos nacionais.

Pelo Flamengo, destaco a trinca Marcelo, Everton e Paulinho. No Vasco, Bernardo, Dagoberto e Gilberto. Jogadores velozes e de muita movimentação.

Agora é esperar para ver, e de hoje em diante estarei olhando não só São Paulo, mas o “eixo do mal” inteiro.