Tudo eu, tudo eu…


TUDOEU

Gato escaldado deveria ter medo de água fria, correto?

Bom, pelo menos eu penso dessa forma sobre alguns jogadores. A sociedade adora rotular as pessoas, é uma forma de associar o comportamento, ou guardar determinado personagem no seu cérebro.

Consequentemente, rotular alguém significa quase sempre ignorar qualquer comportamento diferente, ou simplesmente achar que uma sincera mudança foi apenas um “desvio de conduta” daquele ser humano, como se a afirmação do fictício Doutor House fosse uma verdade absoluta, “as pessoas não mudam”.

Eu acredito que algumas mudanças mediante alguns contextos são possíveis, contudo o esforço para que essa mudança seja percebida é gigantesco exige muita dedicação para evitar qualquer falha que remeta ao comportamento antigo.

Tudo isso para falar da atitude de Luis Fabiano ontem. Passei os 30 minutos seguintes (15 finais do primeiro tempo + 15 do intervalo) a sua expulsão tentando entender porque a ficha não cai para ele. Será que Luis Fabiano não entende que ele possui um histórico violento na carreira, que qualquer “ah” mais alto, qualquer braço que queira apenas se desvencilhar de um zagueiro, que qualquer lance com excesso de vontade poderá ser interpretado como um lance violento.

Ainda fui buscar uma ajuda com um grande amigo meu que é psiquiatra . Logicamente, ele disse que é impossívelv fazer qualquer análise específica sem que ele tenha contato com o paciente. Mas, busquei algumas informações com ele, para que eu possa especular sobre Luis.

Sei que a comparação parece um pouco injusta, mas serve como olhar algumas coisas que faltaram para Luis Fabiano, veja Neymar. Por várias vezes, teve possibilidade de tomar atitude equivocadas, inclusive foi taxado por Renê Simões como um monstro, e era no mal sentido, contudo Neymar sempre teve alguém como exemplo, seu pai, que o fez entender o que realmente deveria ser feito para não cair nessa armadilha.

Resultado, Neymar é nossa maior estrela.

É difícil cravar qualquer coisa a respeito de Luis Fabiano, também não conheço ele, só escuto coisas boas a respeito do seu caráter e da sua personalidade, porém dentro de campo algum curto circuito acontece, algum lapso. Luis Fabiano não pode mais se dar ao luxo de agir como um iniciante no futebol. Sei que o momento dele é delicado, ficou 3 meses parado, quando começa a voltar o time não precisa mais dele, ele se tornou apenas mais um e está no final de carreira.

Ele precisa achar uma forma de se manter equilibrado, e não digo que ele está desequilibrado, mas precisa entender que não pode esquecer do rótulo que ele possui.

Luis Fabiano está mais próximo de superar Serginho Chulapa nas expulsões do que nos gols.

Se Luis ainda quer terminar a carreira de maneira mais honesta com o que ele já fez, tá na hora de parar de achar “que a culpa é sempre minha”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s