Simpatia sim, e se possível mais torcida também!


30400_real_manchester

Amistoso entre Real x Manchester dia 02/08/2014. Público de mais de 109.000 pessoas.

Entre um tweet e outro que lia, parei em um do Rica Perrone que dizia sobre as torcidas no Brasil. Nele, ele afirmava que o número representa algo maior do que a quantidade real de torcedores, tratava-se de uma soma entre torcida e simpatizantes.

E ele alegava isso em virtude das grandes dividas dos clubes. Por exemplo, se o Flamengo fizesse um programa “Recupera Flamengo”, onde cada torcedor contribuísse com R$ 2,00 por mês. Sendo assim, o clube que segundo pesquisas tem 30 milhões de torcedores, teria 60 milhões por mês e R$ 720 milhões em um ano.

720 milhões! Dinheiro para comprar um Messi por ano!

Mas, porque isso não funciona?

Porque segundo Rica, desses 30 milhões, boa parte é apenas simpatizante. Aquela esposa que torce para o time do marido para agradar, aquele filho que só curte MMA ou basquete e decidi torce para um clube para acompanhar o pai nos estádios. E por aí vai?

Confesso que sem a questão numérica que trouxe de exemplo, acharia exagero essa história toda, mas com ela eu fui atrás dos números de sócio-torcedor. Aí, é outro exemplo de como nós simpatizamos com nosso time e não torcemos.

Para se ter uma ideia, o Internacional que é disparado o clube com o maior número de sócios-torcedores, possui aproximadamente 120.000 sócios, o que representa apenas 3% da sua torcida. Flamengo e Corinthians então, possuem 0,17% da sua torcida como sócio-torcedor.

0,17% é menos que 1% mesmo.

Muitos dirão que também não acham certo, simplesmente entrar no programa só para ajudar o clube sem contrapartida, ou que muitos estão distantes geograficamente e não vale a pena, ou que não possuem dinheiro para ajudar. E todos eles são válidos.

E não acho que precisamos chegar a 100%, 50% de sócios-torcedores. Talvez 5%, o mais ousados a 10%. Não trouxe esses números, para convencer alguém a ser sócio-torcedor, só acho que o número baixo tem relação com o sucateamento do nosso produto. M

Dentro do furacão 7×1, aqui está outro exemplo de como o futebol é um subproduto no Brasil. A torcida não torce porque o espetáculo é ruim, o espetáculo é ruim porque não tem torcida, aí não tem dinheiro, aí a TV perde o interesse. E aí, queremos botar a culpa apenas nos 23 que vestem a amarela.

Simpatia sim, e se possível mais torcida também!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s