And the Oscars goes to…. Brazil. NOT!

10526023_10202899739067078_4426700700557560780_n Após a vitória da Flalemanha, Ramon Ribeiro está de volta sobre as particularidades dos dois jogos que restam para acabar a Copa das Copas.

Por Ramon Ribeiro

Quem escreve o roteiro da vida merecia um Oscar (não estou falando do Oscar da seleção)

Sábado: Brasil x Holanda Terceiro e quarto é sempre um jogo deprê, pouco vale para as equipes de ponta. No entanto se tornou um jogo foda. O Brasil vai ter que voltar a campo com a vergonha na garganta e jogar pela honra. Vai ter que colocar o time titular; não pode fugir.

E se começar jogando mal, vai levar vaia, vai entrar em paranóia e depressão e aí nem Freud (e muito menos Fred) salva: leva outro caminhão de gols.

Domingo: Alemanha x Argentina O país todo rubro-negro, como já é normalmente. Mas se a Alemanha não conseguir jogar no nível do Flamengo, a Argentina pode levar o caneco, principalmente se Messi emular Maradona.

Aí vem a cereja do bolo: nossa excelentíssima presidenta do Brasil Dilma Rousseff vai ter que entregar a taça na mão dos hermanos. Nem o mais otimista dos pessimistas com a Copa, torcendo por aeroportos e estádios desabando, poderia prever um final assim.

A vida é bela.

A bola pune.

Facebook: Ramon Ribeiro 

Anúncios