Uma chuva de gols e uma tempestade na Espanha…


Messi 24032014

Galera, esse fim de semana parece que os gols ficaram maiores e estava mais fácil para balançar a rede.

Teve Flamengo 5×3 Cabofriense, América-MG 1×4 Atlético-MG, Portuguesa 4×3 Rio Claro, Naútico 3×5 Santa Cruz, Chelsea 6×0 Arsenal, Cardiff 3×6 Liverpool, Manchester City 5×0 Fulham e Real 3×4 Barça. Pareciam torneios de futsal.

Contudo, vi um pouco do jogo do Liverpool e do Flamengo, e um vt compacto do jogo do Santinha, jogo na íntegra mesmo só o que aconteceu em Madrid e vamos a ele.

Achei que Ancelotti diferentemente de Mourinho tentou pressionar mais o adversário ao invés de ficar todo atrás esperando. Gostei da atitude de Ancelotti, só não gostei da mexida tática, a movimentação de Di Maria e Ronaldo.

Normalmente, essa troca de posições serve para tirar a marcação de Ronaldo e ainda aproveitar quando deixam Di Maria livre. Ontem, no clássico, claramente Ronaldo se movimentava apenas para levar a marcação, enquanto Di Maria criava as melhores jogadas pelo Real.

De certa forma, deu certo, Di Maria deu duas assistências e foi o melhor pelo lado merengue, mas acho inconcebível dar a Ronaldo apenas um papel tático no jogo, ele é o cara que decide no clube merengue, não Di Maria e Benzema.

Já do lado blaugrana, Messi foi Messi. Acho engraçado quando alguns comentam que o time do Real deixou Messi muito livre, não pode dar espaço para o argentino. Peraí, e o mérito dele em se movimentar de maneira inteligente, começar o jogo como um típico 10, para depois ir chegando mais próximo da área como de costume?

Messi é genial com os pés e com a cabeça (cabeça, no sentido de como lê o jogo, não como o Jardel), ele percebeu que seu time não ia aguentar fisicamente contra os merengues, que Xavi pouco aparecia e que Neymar não rende preso na faixa da direita, cabia a ele criar alternativas, achar Iniesta solto e tudo mais o que ele fez.

Messi decidiu a partida, foi incrível e criou um certo temor ao que ele poderá fazer em nossos “belíssimos” estádios, a Argentina pode não ter o melhor elenco, mas tem Messi.

Sim, a arbitragem tentou ser protagonista, na minha opinião de maneira corajosa, apenas o pênalti de Ronaldo foi mal marcado, foi fora da área. Neymar exagerou na queda, exagerou, mas foi tocado quando cruzou na frente do marcador.

Mas, como eu disse a arbitragem tentou, porque em jogo onde Messi joga, o protagonista sempre será ele.

Anúncios

Uma resposta em “Uma chuva de gols e uma tempestade na Espanha…

  1. Messi joga muito isso é fato. Desequilibrou para o Barça ontem.
    O Real entrou perdido e tomou o gol rápido depois controlou o jogo e só não virou o 1º tempo ganhando de 3×1 porque o Pique fez mágica salvando uma bola em cima da linha.
    Acho que o Ronaldo não foi tão bem, por que o Tata soube travar as jogadas mas conseguiu fazer Di maria ficar livre e o argentino jogou muito. Benzema mostrou que é centro avante de verdade e meteu dois gols sendo o segundo bem bonito.
    Neymar muito discreto e preso do lado, mas teve chances e não mostrou muito futebol.
    sobre o lance capital, não achei penalti, estava impedido e a expulsão foi errada. Logo, o jogo que deveria ter terminado empatado, estragou no final.

    Bom para o Atlético que joga a final do campeonato (última rodada Atl. Madrid x Barça), quem levará a melhor?

    Ps. Esse barça tem chance de ser campeão da Europa? Acho que mostrou que sim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s