Ganso e Tardelli, eles ainda sonham com seleção…


Post 24022014

Esse fim de semana Ganso e Tardelli tiveram destaque nos clássicos que seus times jogaram.

Ganso foi destaque porque Muricy decidiu começar o clássico contra o Santos colocando Ganso na reserva. A primeira explicação era a mais usual, questão tática, Muricy optou por jogadores mais leves e dinâmicos para acompanhar o leve e jovem time santista. Até que deu certo, o jogo foi feio terminou 0x0, mas podia ter sido 1×0 para qualquer um.

Mas é nessa questão tática que aparece o problema técnico que mais incomoda quem ve Ganso jogar, sua apatia em alguns instantes. Apatia que parece originar-se no incomodo em ver que seu time não entende sua genialidade. Ganso já mostrou sua capacidade com a bola nos pés, o que ele precisa entender e acreditar é que hoje o futebol é mais cobrado pelo que se faz sem a redonda nos pés.

Quando Ganso entender que quem ele mais ama (a bola) não pode ser a única razão dele dentro de campo, ele se tornará o tal jogador diferenciado. E será o 10 do Brasil que todo mundo espera e que ele tanto sonha.

Tardelli é a resposta do futuro que esperamos de Ganso. Tardelli surgiu no São Paulo com um futebol diferente, atacante de área, mas com muita habilidade, Tardelli sempre foi abusado, mas de pavio curto e com a mesma preguiça de Ganso quando estava sem a bola nos pés.

Foi acolhido de uma maneira inesperada pelo Galo e respondeu a esse acolhimento, foi embora para o Leste Europeu, mas com a certeza de que voltaria. E voltou, mais maduro e experiente, entendeu como Cuca precisaria dele e como assim ele poderia jogar com Ronaldinho e Jô como titulares da campanha mais vitoriosa do Galo.

E sem perceber Tardelli se tornou o jogador ofensivo mais completo do nosso país. Ele pode não ser o melhor centroavante, nem o melhor atacante pelo direito ou esquerdo e nem o melhor meia, mas consegue jogar bem em todas essas posições, talvez falte uma certa “magia” que as vezes Ganso para nos proporcionar.

Ontem, ao decidir o “clássico” contra o América-MG na vitória por 3×2, Tardelli mostrou que ainda sonha com a seleção.

Ganso e Tardelli tem o mesmo sonho, mas caminhos completamente distintos a seguir. Ganso precisa olhar para Tardelli e achar essa transpiração, Tardelli precisa olhar para Ganso e trazer consigo mais inspiração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s