Rapidinhas do Camisa 10 – 05.02.2014


super-bowl

TJD querendo aparecer logo cedo… O pior não é a discussão sobre Valdivia e Ceni no último clássico, o pior é saber que o TJD quer julgar, por achar um absurdo o ocorrido, mas não tem a menor idéia em qual artigo irá enquadrar. Sugestão, enquadra no artigo “coisas de futebol”e param com mimimi.

Insistir no erro é burrice, agora isso … E eis que vejo uma matéria que por alguns instantes quis acreditar que era antiga. O Botafogo volta a cogitar a hipótese de trazer Jobson. Sinceramente, eu não consegui enxergar até agora, alguma demonstração por parte do jogador de que ele tenha melhorado sua índole, portanto trazer, seria apenas repetir o erro.

Faltou sacola, André? E André Santos protagonizou uma cena no mínimo curiosa nessa segunda-feira. Participante do programa Bem Amigos no Sportv, o jogador do Flamengo foi levar vários kits do clube para entregar aos participantes. Até aí, tudo bem, até porque se não levar, Arnaldo reclama. O problema é que André levou os kits do Flamengo, patrocinado pela Adidas, em uma sacola da Nike. Pô Adidas, libera uma sacola aí…

Espanhol obrigatório, inglês desejável… Que apesar de toda essa procura por estrangeiros, entre os times da Série A, o número pouco mudou. Ao final do Brasileirão tinhamos 42 estrangeiros e agora estamos com 41, esse número pode aumentar e a tendência é essa. Além da força da nossa economia sobre os países sulamericanos, Seedorf abriu portas para a chegada de europeus no final de carreira.

A mão de um treinador… Nunca acreditei tanto na capacidade de um técnico ser o principal responsável por um título, mas vira e mexe alguém aparece para colocar essa minha certeza em dúvida. Mourinho transformou o bom Chelsea em um fortíssimo Chelsea. O time vai disputar tudo esse ano e com grandes chances.

Mais choro e menos beijinho… Hernanes chorou na saída do estacionamento da Lazio dias antes de se transferir para a Inter de Milão. A questão não foi financeira, mas sim, uma boa oportunidade para todos os envolvidos. Mas o choro de Hernanes mostrou que alguns jogadores podem aprender a respeitar uma camisa e sua história sem precisar torcer para o time. Parabéns pelo choro de Hernanes e ao fim dos beijos desinteressados nos símbolos dos clubes.

Reizinho da Colina. Falando de jogadores que respeitam a camisa, eis que um grande exemplo dessa linhagem decidiu se aposentar. Juninho Pernambucano optou por pendurar as chuteiras agora no início do ano. O Reizinho da Colina deixa orfão fãs no Vasco, em Lyon, na Ilha do Retiro e principalmente pelo mundo afora que aprendeu a respeitar esse craque do futebol.

Mãe dos clássicos… Essa alcunha bem que poderia caber ao São Paulo atualmente. O clube que passou 2013 inteiro sem vencer um clássico, começa 2014 do mesmo jeito. A última vitória foi em Dezembro de 2012 contra o Corinthians, de lá para cá, são 11 jogos, três empates (todos em 0x0) e oito derrotas, 16 gols tomados e 3 tomados. A bronca de 40 minutos de Muricy foi bem pequena no final.

Terra da garoa em crise… O futebol paulista dá mais sinais que está por baixo atualmente, além de não ter nenhum representante na Libertadores nesse ano e ver seus clubes ainda procurando o rumo, são grandes as chances de nenhum jogador que atua em São Paulo representar a seleção canarinha na Copa. Algo que não acontece desde 1934, ou seja a 80 anos atrás.

Dúvida da semana… Dos 12 presos em Oruro, quantos estavam no CT querendo quebrar a perna de Pato e Sheik?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s