Gols, muitos gols, mas os diagnósticos não mudaram para ninguém…


big_bola-na-rede

O que se pode tirar de dois jogos onde ao final dos 90 minutos 15 gols foram feitos? Sinceramente, tanto para Corinthians, Santos e São Paulo poucas coisas e algumas delas já são fatos repetidos do final do ano passado.

Santos e Corinthians fizeram um clássico na Vila Belmiro que terminou com a vitória arrasadora por 5×1 do alvinegro praiano. Arouca foi o nome do jogo.

Para o Santos, a goleada serviu apenas para reforçar a idéia de que Arouca é primeiro volante, ele precisa de espaço para chegar com a bola carregada, mas precisa de outros volantes velozes para compor o meio, Alan Santos é importantíssimo nesse time. Gabigol tem estrela, mas ainda falta maturidade. O time ganha tranquilidade, principalmente Oswaldo, mas é só isso, o trabalho ainda está no começo.

Para o Corinthians, a única coisa que mudou foi a dor de cabeça latente pela sonora goleada, porque as causas são conhecidas a tempos. O time não tem força ofensiva, Danilo, Romarinho, Rodriguinho, Sheik, Pato, Douglas não jogam, não criam e parecem andar em campo desde agosto do ano passado. Paulinho sempre fez essa diferença, pela velocidade com que fazia a transição defesa/ataque. Guilherme é ótimo, mas não tem essa velocidade. Guerrero é um bom centroavante, mas precisa que a bola chegue até ele.

Mano terá muito trabalho, o time precisa arejar, precisa de mudança, os jogadores parecem cansados um dos outros e não rendem mais o que podem. Está difícil buscar opções no mercado, mas é necessário para um ano melhor.

Já o São Paulo venceu o modesto Rio Claro por 6×3. E também nada mudou, no que o time apresentou nos últimos tempos.

Luis Fabiano fez 3 gols, o que não significa nada, porque capacidade e talento para isso todo mundo sabe que ele tem, Ontem Fabiano mostrou mais disposição correu muito, mas precisa querer isso o ano todo, assim vai longe e chegará perto da incrível marca de maior artilheiro da história do clube. Osvaldo parece reencontrar seu futebol, ou melhor, para ter entendido o seu futebol, que é apenas voluntarioso e de muita velocidade.

Ainda sim, ninguém fala muito, mas o São Paulo sofreu 3 gols, tudo bem que dois deles, foram depois da fatura completamente liquidada, mas o time sofre gols bobos e ainda sofre para reverter placares.

No fim, foram 15 gols que serviram muito mais para encher um bloco de programa de TV do que para mudar alguma percepção sobre esses três grandes de São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s