Crisebilidade no campeão do mundo e Muricy sofrendo do próprio veneno…

ab5fa257225acfb9b0389e52739060a23508211f

Galera do blog, mais uma rodada encerrada do Brasileirão e já temos um campeão.

Apesar de toda a minha torcida pelo Botafogo, só uma tragédia nunca escrita nesse campeonato tira o caneco da Raposa. O time que tinha dois jogos complicados, Corinthians e Inter fora, enquanto o Fogão tinha dois jogos fáceis em casa, conseguiu aumentar a diferença em 4 pontos após essas duas rodadas.

Agora resta ao Botafogo reencontrar as vitórias para se manter no páreo pela Libertadores. Grêmio e Furacão encostaram de vez. Aliás, o Grêmio conseguiu uma proeza, vencer Muricy com o Muricybol. O time de Renato parece se espelhar nas campanhas vitoriosas do São Paulo com Muricy. O time joga bem feio, mas dificilmente perde e ainda acha umas vitórias de vez em quando.

Na zona intermediária, aquela que do 5º ao 16º a diferença é de 8 pontos agora, era de 7, o Galo aparece já em 5º, mostrando o quanto se dedicar a Liberta é prejudicial na campanha do Brasileiro. O time já chegou e se bobear ainda belisca um vice campeonato, para colocar água no chope do rival fica dificil porque a diferença é de quase 20 pontos.

Fora isso, a única certeza é que a Lusa vive grande momento nesse returno. São 4 vitórias em 5 jogos, o que já colocou o time um pouco mais distante da zona do rebaixamento. Quem se aproximou de forma vertiginosa foi o Corinthians. O campeão do mundo, já está a seis pontos da zona incomoda, e o mais grave é a fase atual do time. Nada dá certo. Parece que a previsão de Tite sobre o ciclo de uma era estava perfeito. Ele vai completar três anos e o casamento dele parece próximo do fim.

Além disso, essa rodada um destaque ingrato para as arbitragens. Flamengo e Criciuma protagonizaram uma cena que eu nunca tinha visto. Os goleiros dos dois times foram expulsos ainda no primeiro tempo. O penalti contra o Criciuma foi inexistente e o contra o Flamengo no máximo cartão amarelo para o Felipe. Lambança grande do árbitro.

No Morumbi, apesar de achar indigesto colocar a culpa na arbitragem. Heber, resolveu não marcar um penalti claro que resultaria na expulsão de Kleber, que 5 minutos depois começa a jogada que acabaria com o unico gol da partida. A incompetência do São Paulo ajudou, mas é péssimo quando o juiz influencia de forma capital assim.

Para fechar, sempre acompanho o Blog do Rica Perrone (não é o da UOL..rs..) e ele monta uma classificação planejada que acho que todo mundo deveria ver, toda segunda olho ela para ver a situação dos times. Clique aqui para conferi-la

A Empatite e a falta de futebol dessa quarta-feira…

Guedex_20130926C

Olha depois de tanto escrever sobre assuntos sérios, achei que enfim sentaria em frente a TV e veria um grande espetáculo. Acompanhei simultaneamente Corinthians x Grêmio e Botafogo x Flamengo. Confesso que foi difícil, viu.

No jogo do Pacaembu só acontecia falta, vira e mexe alguém chegava para não perder a viagem. Não eram entradas duras, mas paravam o jogo toda hora. Já no Maracanã, havia uma certa dificuldade de um time conseguir trocar passes. Sem Elias pelo Flamengo e com Seedorf um pouco aéreo, era difícil para os times ficarem com a pelota.

O lance mais agudo no Pacaembu foi um gol anulado de Guerrero. O bandeirinha errou quando consideramos um replay da TV, mas o lance foi muito rápido, então tá perdoado. Já no Maracanã, uma bola despretensiosa encontrou Paulinho que conseguiu com muito esforço jogar a bola para dentro da área onde encontrou André Santos que ganhou de cabeça e abriu o marcador para os rubro-negros.

De resto, nada que se salvava nas duas partidas. No intervalo, foi mais emocionante ver os melhores lances de Goiás e Vasco do que o que tinha acontecido nas partidas.

Veio o segundo tempo e uma leve melhora. No jogo do Pacaembu, menos contato e um pouco mais de futebol. O placar não saiu do zero, mas gostei das atuações de Vargas e Ramiro pelo Grêmio, enquanto no Corinthians Sheik voltou a ter uma boa atuação e o menino Igor parece conquistar a cada jogo a vaga de Fabio Santos.

No Maracanã, o Botafogo melhorou, mas só o suficiente para empatar a partida. O time não fez uma boa atuação e terá que se recuperar para a sequência do campeonato nacional, ou tornará muito fácil a vida do Cruzeiro. Quanto ao Flamengo, pelo menos a certeza de que Jayme de Almeida segue até o final, o treinador tem a confiança do grupo e precisa acertar a casa no limitado elenco do Flamengo.

Sobre as perspectivas para o jogo de volta, ficam completamente vazias. A CBF em mais uma das suas grandes idéias, resolveu colocar a partida de volta quase um mês depois do jogo de ida. Ou seja, serão outros times e outras situações. Se o jogo fosse semana que vem, só apostava no Flamengo classificado. Mas, até muita coisa pode acontecer.

Pela mudança do nosso calendário…

Pesquisa-Maior-Torcida

Eis que 75 jogadores que atuam no futebol brasileiro resolveram entrar “na moda” do protesto e montaram um abaixo assinado pela melhoria do calendário nacional.

Sinceramente, não faço questão que eles criem uma nova liga, nem tão pouco que seja feita uma caça as bruxas. Isso o próprio tempo se encarrega de ajustar as coisas. Espero de verdade, que eles criem uma comissão, ou simplesmente que Alex (Coritiba) e Paulo André assumam essa função e discutam de forma firme quais são essas condições de melhorias.

Hoje nosso futebol está entregue ao bel prazer da TV. Ela sabe do potencial que o futebol tem e tenta nos entupir com o esporte durante quase todos os dias. Somos um país de um esporte só, e que às vezes paramos para ver corrida e volei. Não apreciamos mais nada, a não ser quando aparecem um Guga, um Cesar Cielo, um Oscar Schimdt para nos fazer lembrar de que existem outros esportes.

Sendo assim, a TV não tem piedade conosco, nem com os clubes de futebol e cobram que eles estejam disponíveis durante todo o ano, para assim sempre terem a possibilidade de preencherem a grade. O que a TV não percebe é que isso prejudica a qualidade do espetáculo.

Ou você acha bacana, você saber que um jogo ou outro do Botafogo não vai ter o Seedorf para jogar. Ou que alguns jogadores forçam o cartão para conseguir um pouco de descanso em uma semana puxada? É meus caros, acreditem, quando um atleta força um cartão nem sempre é porque ele é burro, às vezes ele é bem esperto na verdade.

Já disse sobre meu pensamento de exterminar os estaduais, porém achei o método adotado pelo Atlético-PR excelente. O time optou por não jogar o estadual com seu time principal, deu férias corretas para seu elenco principal, fez uma pré-temporada e só então participou dos campeonatos.

Acho que a solução encontrada pelo Furacão deve servir como ponto de partida, do que se espera de tempo adequado para que o atleta profissional descanse com a preservação do espetáculo.

Que o gigante continue acordado e lutando para a melhoria no nosso querido futebol.

Palpitando 24.09.2013

Imagem

Essa é a última rodada do Palpitando de Setembro. Com ele, o mata-mata da Copa do Brasil, o início da Sulamericana para os brasileiros, além do Brasileirão e dos campeonatos nacionais pelo mundo!

Confira a pontuação dessa rodada:
01º Andre Russo – 105 pts
02º Cadê Meu Camisa – 100 pts
03º Fernando Alemão – 95 pts
04º UAndre – 85 pts
05º Wallace – 60 pts
06º Rodrigo – 50 pts

Com a não participação da Jaqueline na rodada passada, a disputa fica restrita entre eu e Fernando Alemão pela liderança do mês de Setembro.

Na classificação geral temos:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 3760 pontos
02º Andre Russo – 2330 pontos
03º Fernando Alemão – 2305 pontos
04º Jaqueline – 2190 pontos
05º Rodrigo – 2045 pontos
06º Thiago – 2030 pontos
07º Wagner – 1760 pontos
08º Wallace – 1295 pontos
09º Ulisses Andre – 480 pontos
10º Paloschi – 165 pontos
11º Jonathan – 105 pontos
12º Fabiano – 100 pontos

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 25 de Setembro de 2013
15h45 Manchester United x Liverpool – Copa da Inglaterra
19h30 Ponte Preta x Deportivo Pasto – Copa Sul-Americana
21h50 Goiás x Vasco – Copa do Brasil
21h50 Botafogo x Flamengo – Copa do Brasil
21h50 Corinthians x Grêmio – Copa do Brasil

Sábado, 28 de Setembro de 2013
08h45 Tottenham x Chelsea – Inglesão
10h30 Hertha Berlin x Mainz 05 – Alemãozão
16h20 América-MG x Avaí – Série B
17h00 Real Madrid x Atlético de Madri – Espanholzão
21h00 ASA x Paraná Clube – Série B

Domingo, 29 de Setembro de 2013
16h00 São Paulo x Grêmio – Brasileirão
16h00 Portuguesa x Corinthians – Brasileirão
18h30 Atlético-MG x Santos – Brasileirão
18h30 Internacional x Cruzeiro – Brasileirão

23ª rodada e parece que alguém descobriu o que é pré temporada no Brasil!

Furacao24092013

Galera do blog, a 23ª rodada terminou e pouca coisa mudou na verdade. A rodada teve 4 vitórias dos mandantes, 4 empates e 2 vitórias dos visitantes.

E as vitórias dos visitantes foram as maiores surpresas, já que Bahia e Portuguesa venceram Botafogo e Internacional respectivamente.

Aliás, se essa derrota do Botafogo ainda não serve para que o time do Cruzeiro se sinta dono da taça, serve para os cariocas ligarem o sinal de alerta, porque perderam pontos em uma partida fundamental, já que era uma rodada onde o certo era diminuir a diferença e ela aumentou.

Serviu também para colocar o Furacão nessa caça ao time mineiro. O time paranaense está a apenas 09 pontos do líder e apesar da percepção nítida de que o time é inferior, algo me chamou atenção. Na verdade, um leitor assíduo desse blog, André Russo, comentou comigo e percebi que sim, é uma grande resposta para a atuação do time de Mancini. Chama-se pré-temporada.

Nenhum clube no Brasil, sabe realmente o que é preparar um time, ter uma pré-temporada para consolidar esquema de jogo, preparar o jogador para a melhor forma física, etc, etc, etc e tal. Isso tudo, porque existe uma coisa chamada Estadual, um maldito campeonato que todo clube precisa participar e consequentemente jogar pelo ralo, a possibilidade de pré-temporda.

E o que o Furacão fez esse ano, abriu mão do estadual, mandou um time sub-23, levou seu time para fazer alguns jogos fora do país e se dedicou ao preparo do time para a temporda.

Essa pode não ser a única explicação, mas hoje para mim, é a mais aceitável.

Do resto da rodada, a única coisa legal é dizer que do 5º ao 16º a diferença é de apenas 7 pontos. Tem muita gente com chance de sonhar com Liberta e são as mesmas com chance de rebaixamento.

Brasileirão com pontas definidas… Já o meio…

Retirado do blog do Juca Kfouri

Retirado do blog do Juca Kfouri

Galera do blog, ontem teve a final antecipada do Brasileirão?

Apesar do resultado incontestável por parte do Cruzeiro, o Botafogo fez um belo jogo e mostrou que ainda briga pelo título. Será uma grande disputa durante o campeonato e as próximas duas rodadas dirão se essa briga ficará mais divertida ou será uma eterna corrida de Tom e Jerry.

O Cruzeiro joga com Corinthians e Inter fora enquanto o Bota encara Bahia e Ponte em seus domínios. Na melhor combinação para os cariocas, o time começa a 25ª com 1 ponto de diferença. Agora, se o Cruzeiro conseguir mais duas vitórias nessa sequência, acho que teremos um campeão antecipado quase igual o São Paulo em 2007, ou até antes.

Aliás, esse Brasileirão está bem bagunçado. Do 7º ao 17º a diferença é de apenas 6 pontos. Enquanto do 7º ao 3º a diferença é de 8 pontos. Ou seja, o meio da tabela ainda é não aquela maré calma. Corinthians que está em queda, assim como o Vasco se preocupam com o rebaixamento, da mesma forma que Fluminense e São Paulo que estão em ascensão ainda não se sentem livre dessa situação.

Sobre São Paulo, Fluminense, Corinthians e Vasco pelo o que eu tenho visto, a diferença está no coração. Os tricolores sabem de suas limitações e passaram a por o coração em campo para tentar as vitórias e tem dado certo. Já Corinthians e Vasco não conseguem mirar esse exemplo, um por acreditar demais na força do seu time e outro por acreditar que seu coração já está fraco demais para aguentar tanta pressão.

Se os extremos parecem bem resolvidos, o meio da tabela indica emoções fortes nas próximas rodadas.