Até que foi bom…


Audi Cup

 

Galera do blog, ontem consegui acompanhar a Copa Audi, jogar meu futebolzinho e depois acompanhar o jogo entre Corinthians e Grêmio. Vamos as análises, exceto do meu futebolzinho que se faz desnecessária.

Pela Copa Audi, comecei vendo o jogo entre Manchester City e Milan. O City que mexeu em algumas peças do seu ataque, mas que mantém ainda uma boa parte do elenco, dominou as ações sobre um Milan completamente desfigurado e renovado. O jogo começou com o City fulminante abrindo 4×0 com uma facilidade sem igual, além do clima de amistoso com a marcação mais frouxa, o time italiano não conseguia nem ser minimamente combativo.

Estava fácil para o City armar uma goleada histórica sobre o gigante italiano. Contudo, a mesma maledicência que dominava o lado italiano, dominava o lado inglês e na primeira bola que chegou mais redonda para El Sharawy, ele percebeu isso e começou a marcar seus golzinhos a favor do time italiano. No fim do primeiro tempo, o placar marcava 5×3 para o City. Placar esse que se manteve durante todo o segundo tempo, com os times recheados de reservas.

No fim, tanto para City quanto para Milan, o resultado até que foi bom. Para o City, apesar da possibilidade da goleada, conseguiu mostrar sua força nos primeiros minutos e poderá testar sua força contra o todo poderoso Bayern. Para o Milan, a tragédia que se anunciava, terminar perdendo por apenas 5×3, foi um tremendo lucro.

Seguindo na Copa Audi, o confronto entre Bayern e São Paulo. O cenário do time paulista foi o mesmo da última partida disputada aqui no Brasil. O time jogou fechado, torcendo por um contra ataque, ou uma bola parada que terminasse em gol. Contudo, dessa vez, havia um time com muito mais volume de jogo ofensivo. O Bayern cansou de entrar na área brasileira tabelando e desperdiçando oportunidades, algumas por falta de capricho mesmo e outras porque Ceni mostrou que apesar de estar bem abaixo do seu auge, ainda é um dos melhores goleiros em atividade no Brasil.

O São Paulo pouco atacou na primeira etapa, mas conseguiu segurar na marra o 0x0, mesmo sabendo que era questão de tempo para o gol alemão sair. Veio a segunda etapa e junto as mudanças, no Bayern a primeira deu certo de cara, Mandzukic que entrara no lugar de Gomez abriu o marcador em bola alçada na área.

Após o gol, o jogo ficou mais gostoso de ver, pois o São Paulo resolveu ir para a partida e tentar alguma coisa. Porém a superioridade falou mais alto e em contra ataque rápido o Bayern deu números finais a partida, vencendo por 2×0. No fim, também até que foi bom para os dois. Para o Bayern, a possibilidade de disputar mais um título e para o São Paulo, a sensação de que podia ser pior e que o time começa a resgatar um pouco de confiança.

Para fechar a vitória corintiana sobre o Grêmio por 2×0. Gols de Sheik e Paulo André. A vitória até que foi boa para o Corinthians, primeiro porque fazia três jogos no Brasileirão que o time não ganhava, segundo porque o time enfim saiu da incomoda posição de pior ataque da competição e por fim, porque volta a se aproximar do pelotão de cima.

O Grêmio é o único dos seis times mencionados hoje que não pode aceitar o título do post. O time poderia ter entrado no G4 e principalmente tirando seu arquirrival de lá, poderia manter o candidato as vagas da Libertadores longe e ainda por cima viu seu principal atleta sair com uma lesão muscular ainda no primeiro tempo, Zé Roberto preocupa e pode desfalcar o Grêmio nos próximos jogos.

Mas, para mim, no fim os jogos até que foram bons.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s