E agora Marin?


Imagem

Galera do blog, apesar do Brasileirão ainda ter algumas definições para essa última rodada a grande novidade nesse fim de semana foi a demissão de Mano Menezes na tarde de sexta-feira, exatamente no momento em que o treinador dava os primeiros sinais de ter encontrado a forma tática do time jogar.

Além disso, Mano já tinha praticamente fechado o time titular, suas dúvidas ficavam para os extremos do time, quem seria seu goleiro e quem seria o seu atacante.

Ou seja, qual o motivo real da demissão de Mano Menezes? A resposta mais provável é que a decisão foi completamente política.

É quase declarado que dentro da CBF existe uma divisão. De um lado, Marin e Del Nero, do outro Sanchez que conta com o apoio do midiático craque Ronaldo. Marin e Del Nero possuem cargos maiores na hierarquia da CBF, porém Sanchez é mais habilidoso na arte de fazer alianças políticas.

A saída de Mano Menezes é uma clara afronta a um dos fiéis escudeiros de Sanchez, sua saída enfraquece o diretor, além da tentativa de acuá-lo. O problema é que Sanchez não é um cara tranqüilo, ponderado e que esperará a hora de contra-atacar, Sanchez pode explodir a qualquer momento e jogar muita coisa no ventilador.

O alto comando da CBF enfrenta um momento muito mais sério do uma simples escolha de um treinador, os próximos passos dessa “Guerra Fria” do futebol nacional, irão decidir os rumos do nosso futebol e isso tudo às vésperas de uma Copa do Mundo dentro de casa.

É esperar para ver quem irá “chegar na lua” primeiro?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s