Não precisa lutar tanto para fazer um grande palpite!!!

Galera, hoje é o dia nacional de combate ao câncer, dia do técnico em segurança do trabalho. Entre os aniversariantes (vivos ou não) temos o goleiro Castilho, o ator Bruce Lee, o técnico francês Aime Jacquet (campeão do mundo em 1998), o técnico italiano Roberto Mancini, o cantor Jimi Hendrix e o polêmico Fabio Costa.

Confira a pontuação dessa rodada:
01º Jaqueline – 175 pts
02º Cadê Meu Camisa 10? – 130 pts
03º Tintim – 85 pts
04º Wallace – 80 pts
05º Rodrigo – 55 pts
06º Thiago – 35 pts

Galera, apesar da rodada fantástica de Jaqueline, acabei pela regularidade vencendo o mês de Novembro com 405 pontos.

Confira abaixo os três primeiros na classificação geral:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 5070 pontos
02º Thiago – 4750 pontos
03º Rodrigo – 4100 pontos

Na classificação apenas dos palpites dos jogos do Brasileirão, a tabela está da seguinte forma:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 1275 pts
02º Thiago – 1035 pts
03º Rodrigo – 1030 pts

Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 28 de Novembro de 2012
17h45 Everton 1×1 Arsenal – Inglês
17h45 Tottenham 2×1 Liverpool – Inglês
18h00 Olympique 1×4 Lyon – Francês
21h50 São Paulo 0x0 Universidad Católica – Sulamericana

Sábado, 01 de Dezembro de 2012
10h30 Bayern de Munique 1×1 Borussia Dortmund – Alemão
17h00 Oeste 2×0 Icasa – Série C
19h30 Santos 3×1 Palmeiras – Brasileirão

Domingo, 02 de Dezembro de 2012
15h00 Real Madrid 2×0 Atlético de Madri – Espanhol
16h00 San Lorenzo 2×1 Independiente – Argentino
17h00 Fluminense 1×2 Vasco – Brasileirão
17h00 São Paulo 3×1 Corinthians – Brasileirão
17h00 Grêmio 0x0 Internacional – Brasileirão
17h00 Atlético-MG 3×2 Cruzeiro – Brasileirão
17h00 Portuguesa 0x0 Ponte Preta – Brasileirão
17h00 Naútico 1×0 Sport – Brasileirão

E agora Marin?

Imagem

Galera do blog, apesar do Brasileirão ainda ter algumas definições para essa última rodada a grande novidade nesse fim de semana foi a demissão de Mano Menezes na tarde de sexta-feira, exatamente no momento em que o treinador dava os primeiros sinais de ter encontrado a forma tática do time jogar.

Além disso, Mano já tinha praticamente fechado o time titular, suas dúvidas ficavam para os extremos do time, quem seria seu goleiro e quem seria o seu atacante.

Ou seja, qual o motivo real da demissão de Mano Menezes? A resposta mais provável é que a decisão foi completamente política.

É quase declarado que dentro da CBF existe uma divisão. De um lado, Marin e Del Nero, do outro Sanchez que conta com o apoio do midiático craque Ronaldo. Marin e Del Nero possuem cargos maiores na hierarquia da CBF, porém Sanchez é mais habilidoso na arte de fazer alianças políticas.

A saída de Mano Menezes é uma clara afronta a um dos fiéis escudeiros de Sanchez, sua saída enfraquece o diretor, além da tentativa de acuá-lo. O problema é que Sanchez não é um cara tranqüilo, ponderado e que esperará a hora de contra-atacar, Sanchez pode explodir a qualquer momento e jogar muita coisa no ventilador.

O alto comando da CBF enfrenta um momento muito mais sério do uma simples escolha de um treinador, os próximos passos dessa “Guerra Fria” do futebol nacional, irão decidir os rumos do nosso futebol e isso tudo às vésperas de uma Copa do Mundo dentro de casa.

É esperar para ver quem irá “chegar na lua” primeiro?