Pitacos: Redenção de Forlan e um bom jogo no Pacaembu…


Galera do blog, uma rodada insossa que serviu apenas para a redenção de Forlan e para acompanhar o ótimo clássico entre Corinthians e Atlético-MG. Foram 25 gols, e um domínio dos mandantes, 08 vitórias dos donos da casa e mais 02 empates.

Esses dois empates aconteceram já no sábado, primeiro o Fluminense chegou a abrir 2×0 no placar, mas viu o Figueirense mostrar brio e buscar o empate. Como tradição, no nosso campeonato, a arbitragem foi protagonista ao anular um gol legítimo do Figueirense.

O outro empate da rodada foi protagonizado pelo Palmeiras, o time de Felipão contou com a ajuda do palmeirense Kléber que resolveu ser expulso com 15 minutos da primeira etapa, deixando o Grêmio com um a menos. Mesmo assim, o Palmeiras não conseguiu abrir o marcador e ficou no 0x0 que o deixa na incômoda zona de rebaixamento.

Para fechar o sábado, o clássico português entre Vasco e a Lusinha. O Vasco venceu por 2×0, o mais importante foram os autores dos tentos. Alecsandro se reencontrou com as redes e Tenorio parece recuperado de vez, o atacante equatoriano é o maior reforço do time vascaíno nesse segundo semestre. Ótimo jogador, vale a pena observar.

O Santos mostrou como é dependente de Neymar e foi derrotado pelo Sport por 2×1. O time dá claros sinais de sem ele, é um time comum, possui boas peças, mas com pouca organização tática. Ou Muricy se acomodou, ou ficou refém de montar um esquema “toca para o Neymar que ele resolve”.

No Beira Rio Forlan desencantou, espantou a possível crise que rondava o lado vermelho de Porto Alegre e afundou ainda mais o time do Flamengo. O resultado de 4×1 foi pouco perto do que o Inter produziu, a goleada poderia ser bem pior. Dorival tem um abacaxi imenso para descascar, apenas Vagner Love se salva.

O São Paulo foi para Salvador e depois de três vitórias sobre o Bahia, entre Sulamerica e Brasileirão, parou na falta de qualidade do seu ataque e perdeu por 1×0 após uma falha grotesca de Rhodolfo. O jogo foi aberto, merecia ter saído mais gols, mas com Cícero e Souza no ataque dos times fica difícil a tarefa de acertar o gol.

O Botafogo jogou sem Seedorf, mas viu outro gringo comandar o time, Lodeiro fez um gol e deu uma assistência para o Glorioso vencer por 2×0 o Coritiba. O Coritiba parece ainda desorientado após o vice da Copa do Brasil, oscila boas partidas com atuações pífias, o resultado é que o time tem um dos melhores ataques do campeonato e a pior defesa.

O Cruzeiro venceu o Naútico por 3×0. Pela atuação do time mineiro o placar foi justo, contudo o primeiro gol saiu apenas aos 30 do segundo tempo. O time do Cruzeiro está arrumadinho, é um time bem limitado, mas que tem se superado, o mesmo serve para o Naútico. Bons trabalhos de Roth e Gallo.

Para fechar a Ponte venceu em seus domínios o Atlético-GO por 3×1. O time goiano começou surpreendendo e abrindo o marcador, teve até a oportunidade de ampliar, mas Patrick perdeu um gol feito, já a Ponte foi se acertando durante a partida e na bola aérea foi construindo o seu placar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s