Pitacos: Nossa arbitragem chega a me dar conjutivite.


Galera do blog, desculpe a demora com o post de segunda, mas uma conjutivite tomou conta do blogueiro e atrasou o texto de hoje, mas garanto que no restante da semana tudo volta ao normal.

Vamos a análise da 13ª rodada do Brasileirão.

O líder Galo empatou com o Fluminense onde o principal destaque foi a arbitragem, aliás os árbitros foram protagonistas em vários jogos. No Rio, o Galo teve um pênalti não marcado ao seu favor e o juiz com peso na consciência anulou um gol legítimo de Fred.

Já o vice-líder Vasco foi ao Beira Rio e arrancou um empate sem gols contra o Colorado, o jogo foi horrível, mas um pouco porque o Vasco quis, o time carioca quis segurar o jogo propositalmente e o Inter não soube criar condições para furar a retranca.

Para fechar o G4, o Grêmio também não somou pontos. Foi a Curitiba e viu o Coxa enfim se recuperar da ressaca da Copa do Brasil, venceu por 2×1 e subiu na tabela.

Com a bobeada dos integrantes do G4, dois clubes aproveitaram para encostar. O Cruzeiro com a ajuda de Borges e da arbitragem venceu o Palmeiras por 2×1, erros de arbitragtem são normais, mas o que aconteceu nesse jogo, merece afastamento por tempo indeterminado do árbitro.

O outro que aproveitou foi otricolor paulista, com boa atuação de Luis Fabiano e principalmente jogando com vontade, o São Paulo atropelou o Flamengo. O tricolor ainda dá sinais que os problemas defensivos são sérios, enquanto o Flamengo mostra que os problemas são todos.

O Botafogo voltou a vencer, mas encontrou um problema, Seedorf é genial, mas até Oswaldo achar o melhor posicionamento do holândes, o time vai perder rodadas importantes, no sábdo venceu o Figueirense no final com gol de Andrezinho.

O Corinthians fez um jogo morno, quase frio na quente Salvador contra o Bahia, o Corinthians ainda oscila diante da euforia do título e adaptação dos novos jogadores, o Bahia tenta fazer o que pode para permanecer na elite.

E a Ponte resolveu recuperar o Santos, em outro jogo de baixo nível técnico, o Santos conseguiu reencontrar a vitória, até Miralles anotou seu tento. Muricy sabiamente encerou a polêmica sobre a ausência de Neymar: “Se para a seleção ele faz falta, imagina para o Santos”.

Sport joga pontos importantes fora ao empatar com o Atlético-GO na Ilha do Retiro, o time pernambucano precisa muito somar o máximo de pontos dentro dos seus domínios, principalmente contra seus rivais diretos a sobrevivência na elite do futebol brasileiro, esse ponto do fim de semana pode fazer falta no final.

Para fechar, a Lusinha vence o Naútico de maneira convicente. O time de Geninho é bom e possui um meio de campo bem dinâmico, no papel consegue até beliscar uma sulamericana, mas a estigma da camisa pode deixá-la pelo caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s