Pitacos: Pouco futebol, mas nem sei se foi culpa dos times…


Galera do blog, nessa Páscoa consegui acompanhar ao jogo do São Paulo no sábado. Pois no domingo a Bandeirantes e a Anhanguera não me deixaram chegar a tempo das partidas.

Portanto, vou analisar os números frios, sem me atentar aquilo que vi na partida, com exceção do jogo do São Paulo.

O líder do Paulistão teve mais uma das suas atuações bipolares. Fez um bom primeiro tempo e um segundo tempo fraco. Porém, dessa vez, essa oscilação pareceu mais proposital, devido a expulsão e uma possível tentativa de poupar seus atletas.
Destaque para Casemiro e Cortês. O primeiro por ter recuperado seu bom futebol e o segundo porque é disparado o melhor jogador do time nesse início de ano.

O segundo colocado do Paulistão, que é segundo apenas pela sua economia em fazer gols, venceu mais uma vez por 1×0. Essa é a sétima vitória do time por esse placar. O time segue firme e o único problema é quando enfrenta times com um ou dois jogadores mais habilodosos, pois desmontam o time de Tite e o time não possui alternativa tática. Como no futebol sulamericano, a chance de um time ter dois bons jogadores é mínima, o time chegará longe sempre.

O terceiro colocado é o Santos que sofre da “vontade” de jogar o paulistinha. Quando entra os reservas, o time joga com determinação, mas falta habilidade e técnica para vencer. Quando joga os titulares sobra futebol, como no gol feito pela dupla Ganso/Neymar ontem, mas falta vontade de vencer. O time se classificará tranqüilo, resta saber se nos mata-matas jogará com ou sem vontade.

O Palmeiras caiu de 1º para 5º, nas últimas rodadas. A derrota para o Corinthians tirou o time do rumo e tornou mais nítido as limitações do time. O que o torcedor não pode “bitolar” é que tudo está perdido. O time é arrumado e conseguiu contratar ótimas peças para esse ano, mesmo assim ainda falta elenco. Para um mata-mata, o time pode surpreender e vencer, tanto que tem grandes chances no Paulista e na Copa do Brasil, para o Brasileirão, o time vai sofrer. Resta, reencontrar os trilhos do início do ano.

Além disso, destaque para o ótimo clássico em Minas. Que terminou com o empate em 2×2, após o Galo estar com 2×0 a favor. Pelo que vi no VT da partida, nada de novidade, pela Raposa só Montillo jogou e contou com Anselmo Ramom inspirado, pelo Galo, boa atuação de Danilinho. Guilherme também fez boa partida, mas na ânsia de querer tirar o estigma de formado no Cruzeiro isolou duas chances claras e virou vilão. Achei um exagero da torcida atleticana, o cara participou com um passe genial do segundo gol. Além disso, Roger era para ter sido expulso o que mudaria completamente o cenário da partida. A cotovelada que ele deu em Danilinho foi quando o Galo ainda vencia por 2×0.

E vocês o que viram nessa Páscoa?

Anúncios

2 respostas em “Pitacos: Pouco futebol, mas nem sei se foi culpa dos times…

    • Isso foi só um detalhe perto do titulo que já è nosso, querido drenizzer! Com o Felipão (e eu to de acordo), não tem graça ganhar sem emoção! A maquina verde reestabelece a soberania já na proxima partida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s