Pitacos: Duas assombrações e um fantasma


Galera, ontem vi o show de Neymar, a vitória do Fluminense e depois tive que assistir ao Vt completo do Barcelona.

No jogo do Santos, a certeza de que seria um grande jogo, me obrigou a dar um jeito de achar o jogo do Santos e assisti-lo. E mais uma vez, vi Neymar desafiar a obviedade e destruir no duelo contra o Colorado.

Neymar marcou três gols, sendo os dois últimos, duas obras primas. A jóia santista correu mais rápido com a bola do que seus marcadores sem a bola.

No fim, o Santos venceu e está mostrando um futebol competitivo, o time conseguiu fazer seus jogadores de meio de campo se entrosarem, Arouca, Henrique, Ibson e Ganso estão voando baixo e tornando a vida santista mais fácil mesmo com sua fraca defesa. O time começa a Libertadores como um dos favoritos, mas agora não é só por causa da assombração Neymar.

Depois acompanhei ao fantasma Boca Juniors enfrentar a realidade Fluminense.

Fantasma, porque muito se falou da invencibilidade do Boca, do fator Bombonera, que o time era o carrasco dos brasileiros na Libertadores, mas o que se viu ontem, era apenas coisa do passado.

Sim, é um time chato com bom sistema defensivo, Riquelme e Mouche para resolver, mas não assusta ninguém. Quer dizer, assusta sim, mas para ganhar basta ter mais técnica, se tentar competir só na força vai cair diante do Boca.

E foi assim que o Fluminense venceu, no talento de Deco e na classe de Fred, com menção honrosa a Cavalieri que vem a cada jogo melhorando mais e mais. Outra boa opção para Mano.

Para terminar, “tive que ver” a mais um show do Barcelona. Na verdade, ontem já sabendo do resultado pude analisar com mais detalhes jogadores e posicionamento. E afirmo sem o menor pudor, Xavi e Messi são craques. O restante podia trocar tudo que o resultado ia ser o mesmo.

Xavi é um gênio incompreendido, algo como aqueles artistas que somente após sua morte tem seu talento devidamente reconhecido. Com o camisa 8 do Barça será a mesma coisa, só quando ele encerrar carreira, tudo mundo terá a real dimensão do seu talento.

O cara não erra passe, acha espaços absurdos para colocar os companheiros na galera do gol. Ele joga de maneira tão simples, que parece ser fácil jogar bola em alto nível.

Já Messi é o gênio, sem dúvida ele irá garantir seu lugar no top da cadeia do futebol, resta saber daqui uns 10 anos se acima ou abaixo de Maradona, ou até mesmo de Pelé. Eu não duvidaria do que essa outra assombração pode fazer.

Em tempo: Corinthians, Grêmio e São Paulo cumpriram com suas obrigações, mas não convenceram ninguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s