100 anos de perdão ou muitos anos de liberdade para as raposas atacarem?

E ladrão que rouba ladrão…

O Tribunal de Justiça de São Paulo deu ganhou de causa para o São Paulo no processo contra o jogador Oscar.

Dessa forma, Oscar deverá ser reintegrado pelo São Paulo ou pagar a multa de 9,5 milhões de reais para continuar no Internacional.

Oscar ainda pode entrar com recurso para reverter o julgamento.

O que isso significa?

Muito mais do que analisar a relação entre dois clubes, um jogador e seu empresário, está em jogo um processo tenebroso no futebol brasileiro.

Que fique muito claro que nessa história ninguém é santo ou dono da razão. Todos são culpados, clube, jogador, família e empresário.

Caso Oscar vença a causa, e tenha direito a continuar no Inter será uma sentença de prato cheio para os maiores carniceiros do futebol brasileiro. Nossos empresários.

Eles se sentiram a vontade em rondar todos os grandes clubes e antes deles completarem 18 anos, aliciarão jogadores a rodo pelos clubes, tornando nosso futebol ainda mais refém desse personagem ingrato.

Caso a decisão seja favorável ao São Paulo, os clubes poderão fazer mais escancaradamente o processo de emancipação de seus jovens talentos. Permitindo aos clubes que aproveitem uma brecha na Lei Pelé.

Sinceramente, no atual cenário do futebol, espero que a decisão seja favorável ao São Paulo. E aqui não estou defendendo um clube não, muito menos todos. Estou acreditando que está é uma forma mais equilibrada de diminuir poderes de quem anda dominando o futebol.

Essa seria uma boa forma de garantir 100 anos de perdão aos clubes brasileiros.

Anúncios