O nosso camisa 12 parou!


E um mito parou! Um não, o.

Marcos não foi ídolo por acaso e muito menos pelo seu talento dentro de campo.

Apesar de excelente goleiro, Marcos cultivou um carisma próprio ao longo da sua carreira, uma forma única de lidar com o torcedor, que o tornava quase um figurante da arquibancada.

Marcos soube ser um personagem tão comum, que aproximava o torcedor do dia a dia da vida de um jogador. Uma vida tranqüila, que não precisava de badalação para se promover e muito menos de jogadas mirabolantes. Marcos ganhou o Brasil apenas sendo ele mesmo.

Não foi fácil ser ele mesmo, quantas vezes ele abriu mão de sonhos ou de oportunidades mais vantajosas financeiramente por acreditar em um ideal ou simplesmente por respeitar demais o clube que o lançou.

Marcos é um personagem de uma camisa só, a camisa 12 do Palmeiras. Mesmo assim, cativou o carinho de todos os torcedores. Não existe um torcedor de qualquer time que não goste da figura Marcos.

Que Marcos sirva de exemplo para vários jogadores que surgem no Brasil, que lições sobre respeito e principalmente sobre caráter sejam compreendidas por todos.

Ninguém precisa ficar 20 anos em um clube para demonstrar todo seu respeito e carinho por um clube, mas diversas demonstrações de Marcos ao longo da carreira mostram o que se espera de um jogador de caráter.

Marcos vai fazer falta no futebol, por seu jeito espontâneo, fugindo da regra do discurso programado e da etiqueta futebolística. Mais do que isso, Marcos vai deixar seqüela, um vazio no futebol que poucos terão coragem de substituir.

Obrigado São Marcos, por toda a contribuição ao futebol e principalmente por toda contribuição na formação das pessoas.

Marcos é um ídolo! Um ídolo palmeirense, um ídolo brasileiro. Nosso eterno camisa 12!!E um mito parou! Um não, o.

Marcos não foi ídolo por acaso e muito menos pelo seu talento dentro de campo.

Apesar de excelente goleiro, Marcos cultivou um carisma próprio ao longo da sua carreira, uma forma única de lidar com o torcedor, que o tornava quase um figurante da arquibancada.

Marcos soube ser um personagem tão comum, que aproximava o torcedor do dia a dia da vida de um jogador. Uma vida tranqüila, que não precisava de badalação para se promover e muito menos de jogadas mirabolantes. Marcos ganhou o Brasil apenas sendo ele mesmo.

Não foi fácil ser ele mesmo, quantas vezes ele abriu mão de sonhos ou de oportunidades mais vantajosas financeiramente por acreditar em um ideal ou simplesmente por respeitar demais o clube que o lançou.

Marcos é um personagem de uma camisa só, a camisa 12 do Palmeiras. Mesmo assim, cativou o carinho de todos os torcedores. Não existe um torcedor de qualquer time que não goste da figura Marcos.

Que Marcos sirva de exemplo para vários jogadores que surgem no Brasil, que lições sobre respeito e principalmente sobre caráter sejam compreendidas por todos.

Ninguém precisa ficar 20 anos em um clube para demonstrar todo seu respeito e carinho por um clube, mas diversas demonstrações de Marcos ao longo da carreira mostram o que se espera de um jogador de caráter.

Marcos vai fazer falta no futebol, por seu jeito espontâneo, fugindo da regra do discurso programado e da etiqueta futebolística. Mais do que isso, Marcos vai deixar seqüela, um vazio no futebol que poucos terão coragem de substituir.

Obrigado São Marcos, por toda a contribuição ao futebol e principalmente por toda contribuição na formação das pessoas.

Marcos é um ídolo! Um ídolo palmeirense, um ídolo brasileiro. Nosso eterno camisa 12!!

Anúncios

2 respostas em “O nosso camisa 12 parou!

  1. Marcão parou…mas ainda temos o Luan…ah, e o Gerlei!
    Quer saber? Acho que foi por isso que ele parou…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s