Bem mais que R$ 90 milhões..

Galera do blog, ontem estava vendo o jogo da seleção, mas minha cabeça estava longe, pensando no montante de R$ 90 milhões oferecidos pelo Corinthians para comprar Tevez.

Ainda é cedo para dizer se irá ou não se efetivar a compra, existem alguns detalhes técnicos que impedem que isto. Por exemplo, o Manchester City quer esse montante pago em 02 anos ao invés de 04, ou seja, a idéia corintiana em alavancar dinheiro com Tevez para amortizar a própria dívida cai por terra diminuindo esse prazo. Outro fator e talvez o mais burocrático que pode gerar desconforto é o Estatuto do clube que obriga uma aprovação para o uso de um montante tão grande, e é sabido que maioria do conselho é contra a atual gestão de Andrés.

Soma-se a isso a figura de Andrés Sanchéz que já é de conhecimento de todos o quanto eu abomino tal figura, a ponto de entender que ele é “perfeito” para ser o sucessor de Ricardo Teixeira, já que possui índole igual.

Mas, mesmo assim, caso se concretize a transação, Andrés coloca o Brasil no cenário de importação do futebol, o que é digno de tirar o chapéu para o dirigente corintiano, hoje o Brasil é visto apenas como um fornecedor de mão de obra, no máximo contrata as grandes promessas sulamericanas.

Seria uma revolução no jeito de “negociar” futebol dentro do Brasil, os grandes clubes brasileiros começariam a dar maior peso para as receitas advindas de marketing do que as oriundas da vendas de seus jogadores, ou seja, estariamos nos aproximando da realidade européia. Os clubes passariam a pensar em jogadores com a identidade do clube para usá-lo como receita de Marketing.

Sei que muitos de vocês, dirão que o São Paulo fez algo parecido com a vinda de Luis Fabiano, é verdade. O São Paulo gastou 1/10 do que o Corinthians pretende gastar com um jogador que é ídolo no clube e que gera ótima receita de marketing. Do ponto de vista, do processo está tudo igual, o que diferencia o Corinthians são as cifras, para se ter uma idéia com o valor dispêndido para Tevez, daria para trazer Aguero, Benzema, Falcão Garcia, entre outros que são destaques do futebol mundial.

Espero de verdade, que Andrés não esteja sendo leviano e inconsequente (características que lhe caem bem) nessa empreitada, que sua idéia seja sustentável e sadia para o clube, pois seria um grande passo para o Corinthians e um imenso para o futebol nacional.

Pós Post: A história ainda não acabou, mas ao que tudo indica foi tudo cortina de fumaça, e pior, para ajudar Kia Joorabichian. Lamentável!!