Futebol é arte é planejado, não é ao acaso…

Como não falar do Barcelona?

Confesso que devido a “compromissos sociais” não pude ver a final da Champions ao vivo, consegui apenas depois ver um VT completo da partida e chega a dar raiva do Barcelona.

Raiva, porque o meu time não joga assim, raiva porque o Barça joga tanta bola que ele te obriga a torcer por ele, talvez até o madrilenho mas ferrenho se renda ao ver o jogo dos catalães.

Messi é um fora de série, não vou comparar a ninguém, porque todo jogador só foi “endeusado” e dado o seu devido valor quando encerrou a carreira. Ou o Pelé virou o rei do futebol em atividade? Maradona, Zidane, Zico, Garrincha, Di Stéfano, Puskas e outros foram colocado em patamares superiores enquanto ainda jogavam, por acaso? Não, então não farei isso com o Messi, mas é inevitável assumir que ele pode entrar nesse hall seleto facilmente.

Tanto é verdade que é Messi é tão bom, que Xavi e Iniesta parecem jogadores comuns perto dele, mesmo todo mundo sabendo que ambos seriam “os craques” em qualquer time do mundo.

O mais incrível nesse time espanhol é que ele não surgiu do nada, existe um trabalho de base, mais especificamente uma filosofia, um dna que é preparado nos jogadores da base catalã. Tanto que o Barcelona parece viver um mundo paralelo, são poucos os jogadores que conseguem chegar ao Barcelona já formado e darem certo. Basta dizer que do time titular na final da Champions, 08 foram formados nas bases.

Isso mostra que esse fenômeno Barcelona não pode ser construído do dia para noite, como Falcão e Caio Júnior dizem que farão nos clubes que treinam, é preciso mais que boa vontade para isso, é preciso planejamento. Artigos de luxo na maioria dos clubes do futebol atual, aliás listo apenas os finalistas da Champions como clubes que realizam um planejamento estratégico para o clube.

Espero que a semente seja plantada a partir de hoje nos clubes, não me importo se o Barça ganhar tudo até lá, mas acho que todos mundo devia olhar os bastidores do espetáculo chamado Barcelona, tem muito mais coisa a aprender do que simplesmente jogar futebol