Pitacos do clássico – 28.02.2011


Galera do blog, esse fim de semana acompanhei alguns jogos entre campeonato italiano, inglês e paulista, mas como o que interessa para nós é o que foi visto em terra brasileira, vamos falar um pouquinho sobre o clássico entre São Paulo e Palmeiras.

Antes de falar sobre futebol, já fica aqui registrado de que não concordo em realizar jogos como nas condições de ontem, fui absurdo realizar a partida, mas ela rolou e fui ruins para as duas equipes.

O São Paulo dominou as ações da partida, seu trio ofensivo não sentiu o campo pesado e infernizou a defesa palmeirense. Dagoberto resolveu nas últimas partidas distribuir assistências, dizem até que foi por isso que caiu tanta chuva em São Paulo, principalmente para Lucas e Fernandinho, aliás esse último continua fominha, mas cada vez mais confiante o que ameniza “sua fome”, tanto que foi dos pés dele que saiu o gol tricolor em ótima jogada e driblou o zagueiro e fuzilou a rede de Deola, um golaço.

O primeiro tempo seguiu e o São Paulo continuava a criar chances, principalmente com Dagoberto e Fernandinho, já que Lucas não estava tão bem na partida, do lado palmeirense restava as tentativas de Kleber em literalmente lutar contra os zagueiros, entre pisadas que sofria e tapas que distribuia, às vezes sobrava lances de futebol, onde o atacante tentava em vão chegar a meta de Ceni, o mesmo vale para o chileno Valdivia que parece se sentir motivado em enfrentar o São Paulo, ontem fez com certeza sua melhor partida desde o seu retorno, mas também abusou de passar a mão na cara dos zagueiros são paulinos.

Mas, já no segundo tempo, em mais um lance de provocação do time palmeirense (já que no futebol não dava) Alex Silva foi corretamente expulso ao querer tirar satisfação de uma tentativa de Adriano Michael Jackson cavar uma falta. Essa expulsão foi suficiente para igualar a partida que até então era dominada pelo São Paulo, além do que, Adriano MJ deu mobilidade ao ataque palmeirense, confesso que me surpreendeu o futebol do menino, peço até ajuda dos palmeirenses, Adriano teve uma atuação expecional ou Luan estava com medo da chuva?

Já próximo do 40 do segundo tempo, Kléber resolveu ser o garçom e deixar Adriano na cara de Ceni, o atacante só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, no final um resultado justo graças a Alex Silva, o zagueiro que discursa querer ser o próximo líder tricolor precisa colocar a cabeça no lugar, o São Paulo perdeu dois pontos por culpa dele.

Apenas um comentário extra do campeonato, ontem a discussão entre são-paulino, palmeirenses e corintianos era qual dos times terminaria em primeiro, e, eis que quando termina a rodada aparece o Mirassol em primeiro, foi no mínimo cômico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s