Pitacos da Rodada – 21 02 2011

Galera do blog, hoje vou fazer meus pitacos sobre dois jogos, São Paulo 4×0 Bragantino e Corinthians 3×1 Santos.

Sobre o meu tricolor, admito que ainda estou com aquela dúvida, acredito que o time pode voar longe em 2011 ou será apenas um futebol vistoso contra os considerados “pequenos”. Confesso que o que vi nos jogos contra Treze-PB e Bragantino me deixaram esperançoso a respeito do time. As contratações que pareciam não vingar nos últimos anos, parecem que foram cirúrgicas neste ano. Sem contar Lucas, o camisa 07 do tricolor voltou voando do sub20.

Carpegiani parece ter se rendido ao esquema 3-5-2 e o time respondeu rapidamente. O time está demasiadamente leve, o que eu particularmente acho excelente. Contudo, o time ainda precisa encontrar equilíbrio quando está sem bola. Os jogadores ainda não entenderam muito bem a parte defensiva do esquema, e às passam a sensação de correrem mais do que deveriam e de forma desordenada.

De qualquer jeito, estamos apenas no início da temporada. Vejo que Carpegiani tem um imenso diamante nas mãos que basta ser bem lapidado.

Bom, se Lucas voltou voando depois do sub20, o mesmo não dá para dizer de Neymar, o postulante a craque parece estar cansado da rotina de jogos e não está rendendo tudo que pode, os últimos dois jogos dele foram, talvez, os piores com a camisa santista. Inclusive o de ontem contra o rival Corinthians.

O clássico não foi emocionante, muito pela vocação defensiva de Tite que esfria qualquer jogo. O que no caso de ontem foi ótimo, já que o time santista é muito superior tecnicamente. Dessa forma, Tite soube anular o time santista e ainda contou com a sorte dos jogadores de frente santista estarem em uma péssima tarde, só sobraram os perigosos chutes de longa distância de Elano.

Do lado corintiano, uma grata surpresa, o time até criava boas jogadas pelas laterais, mas foi em uma falta central que o lateral Fabio Santos resolveu acertar um belo chute e abrir o marcador. O Santos conseguiu empatar com um belo chute de Elano, mas no início do segundo tempo, um lance infantil de Adriano, o Corinthians teve um pênalti que Fabio Santos bateu e colocou o Corinthians novamente na frente.

A partir daí, o Santos se lançou todo para o ataque e não teve sucesso, a tarde era mesmo infeliz. Tanto que Diogo não conseguiu dominar uma bola que Ralf tomou e lançou Liedson cara a cara com Rafael, “Levezinho” só teve o trabalho de decretar a vitória corintiana.

No fim das contas, o Corinthians começa bem sua nova fase, mas ainda precisa de muitos ajustes, da mesma forma o Santos deve entender que teve apenas uma tarde infeliz