Domingo de Clássicos!!

Apesar do marasmo que segue no futebol, amanhã é dia de clássico. E não apenas um, mais quatro clássico preenchem a 12ª rodada do Brasileirão. Teremos Flamengo x Vasco, Internacional x Grêmio, Atlético-MG x Cruzeiro e Corinthians x Palmeiras.

Como diria Jardel, clássico é clássico e vice-versa, a começar pelo Grenal, o Inter está meio da disputa contra o São Paulo por uma vaga na final da Libertadores, se pudesse escolher Celso Roth deixaria para mais tarde esse confronto, mesmo assim optou por jogar com sete titulares, o que mostra o quão importante é vencer o clássico. Para o Grêmio é a chance de reencontrar o bom futebol do primeiro semestre e nada melhor do que vencer o maior rival para subir na tabela e sair de vez da zona do rebaixamento.

Em São Paulo, Corinthians e Palmeiras se enfrentam em momentos distintos, como sempre na história dos clássicos, faz tempo que não me lembro deste jogo, os dois times estarem bem. O Corinthians vive um clima ótimo, o time e líder do campeonato, ainda respira a euforia da saída de Mano para a seleção e a chegada de Adilson, aliás será a primeira partida do novo treinador e que estréia. Do lado do Palestra, Felipão começa a plantar a semente da família “Scolari”, o treinador percebeu como é fraco o elenco alviverde e que achar que Valdívia vai resolver os problemas é mera ilusão. Portanto, restou a ele dar aquela pitada de garra e determinação para o time, assim como o time mostrou contra o Santos.

Em Minas Gerais, Galo e Raposa se enfrentam, ambos possuem times fortíssimos, o Cruzeiro começou a se recuperar após a Copa e já se encontra na sexta posição, enquanto o Atlético não consegue se livrar da zona do rebaixamento. O Cruzeiro possui um time individualmente inferior ao Atlético, mas coletivamente muito superior. O alvinegro ainda precisa entrosar seus novos jogadores para render o esperado. No clássico resta saber, se o Cruzeiro vencerá na base do coletivo, ou se o Atlético conseguirá fazer algum dos destaques resolver o clássico.

E por último e não menos importante, Flamengo e Vasco jogam no Maracanã com a mesma intenção reencontrar o caminho para subir na tabela. Amos os times, vivem um clima turbulento nos bastidores e uma vitória traria um pouco de paz para se trabalhar. O Vasco terá a reestréia de Felipe, isso mesmo, aquele Felipe que jogou no Vasco voltou. O meia habilidoso volta e se tiver em ritmo de jogo e com vontade de mostrar seu futebol, será um otimo retorno para o futebol. É esperar para ver.

Agora, o problema é decidir qual jogo assistir. Boa escolha!!

Cadê o tormento?

Galera do blog, a semana apesar das duas decisões que aconteceram no meio da semana, de certa forma em um marasmo absoluto.

Muitas especulações acerca de vários times seguem rondando, agora Ronaldinho Gaúcho pode ir parar no Palmeiras. Posso me surpreender, mas duvido muito que ele saia do Milan, tudo conspira contra, o presidente disse que ele não sai, o próprio jogador prefere continuar em Milão, apenas seu irmão e empresário enxerga com bons olhos a volta para o Brasil. Diante disso, duvido muito que ele volte.

Pelo Santos Robinho está com os dias contados, e as especulações em volta de seus craques esfriaram, sinal de que ou o Santos já acertou a venda deles, ou conseguiu dar um basta no assédio.

No restante, especulações, mas nenhuma acerca de nomes de peso, o que me deixa inquieto é essa calmaria que vive o futebol nesse momento, sinal que em breve algo vai acontecer para estremecer as estruturas de nosso futebol.

O jeito é esperar, e especular.

Foi por pouco Ceni…

Galera do blog, ontem aconteceu o primeiro confronto entre São Paulo e Internacional pela Libertadores. O jogo terminou 1×0 para o Colorado e foi pouco, o time do Sul merecia melhor sorte, mas encontrou Ceni inspiradíssimo, o goleiro foi ao meu ver o nome do jogo.

No primeiro tempo, o tricolor paulista mostrou que vinha para se defender exclusivamente, tanto que Dagoberto e Fernandão praticamente não jogaram, pois a bola não chegava, o jogo ficou concentrado em metade do campo. De certa forma, o São Paulo mostrou uma pegada e uma força na marcação que estava ausente nos últimos jogos. Do lado Colorado, ficou claro que quem seria o personagem da partida seria Taison, o jovem atacante infernizou o setor direito da defesa são paulina, do outro lado o bom lateral Nei subia bem e apoiava bastante.

Enquanto isso, a única válvula de escape do São Paulo era Marlos, o jovem meia por várias vezes aparecia em boas condições de armar o contra ataque, mas seu excesso de “fome” acabava com qualquer esperança do time de Ricardo Gomes, aliás o jovem meia possui muita capacidade, mas precisa lembrar que futebol se faz coletivamente.

E assim andou o primeiro, literalmente andou, o Inter pressionava o São Paulo que acuado tentava sem sucesso contra atacar, mas Marlos insistia em prender a bola.

Veio o segundo tempo e a proposta do jogo permaneceu a mesma, o São Paulo se limitava a defender, enquanto o Inter tentava acuar cada vez mais o time do Morumbi. Como havia dito, Nei e Taison continuavam a criar as melhores chances pelos flancos do campo, enquanto Jean e Junior Cesar eram peças mortas no time de Ricardo Gomes.

A única esperança do cenário mudar era uma intervenção da sorte, e foi o que aconteceu, Celso Roth teve estrela e tirou Andrezinho para colocar Giuliano, e o ótimo meia colorado entrou e marcou um belo gol. Parecia que com o gol, o cenário iria mudar, mas as emoções continuaram nas mãos de Ceni em suas ótimas defesas. Ricardo Gomes até promoveu mudanças interessantes, mas que não surtiram efeito.

Aliás mudança é o que o time tricolor precisa, principalmente de campeão, alguns membros do time parecem não possuir essa estrela que acompanha por exemplo Rogério Ceni, além do que jogadores como Hernanes e Dagoberto precisam chamar o jogo para si, se não conseguem, já pensem em mudar de ares, pois faz tempo que os dois não rendem metade do que podem dentro do São Paulo.

No fim das contas, todos sairam felizes, o Inter porque ficou com a sensação de que possui time muito superior ao do São Paulo e um gol no Morumbi praticamente decreta a classificação, e o São Paulo que pelo jogo o resultado foi razoável e agora terá a força da sua casa para decidir a sua classificação.

Só lembrando que o São Paulo ainda não ganhou depois da Copa, enquanto o Inter só ganhou depois da Copa.

A Lista de Mano…

Galera do blog, como havia dito ontem, hoje era dia de comentar sobre a primeira convocação de Mano Menezes no comando da nossa querida escrete canarinho.

Confesso que fiquei surpreso e muito feliz, primeiro porque Mano conseguiu barganhar a convocação dos denominados “estrangeiros”, segundo por mostrar boa visão do que acontece aqui dentro e lá fora.

Para começar no gol, gostei das três escolhas, mudaria apenas Jeferson por Fábio do Cruzeiro, mas acho injusto aqueles que criticam o goleiro do Botafogo, Jeferson tem feito grandes partidas na meta do Glorioso. Renan do Avaí é uma grata revelação, mostrou personalidade ao desbancar o veterano Zé Carlos da meta do time catarinense e hoje é uma das principais peças do time de Guga.

Nas laterais, boas opções, na direita, Dani Alves ganha uma nova chance após péssima Copa, e Rafael do Manchester é uma tremenda aposta, totalmente no escuro, mas com credenciais. Na esquerda, a segunda chance foi dada para André Santos e Marcelo. Talvez aqui tenha sido o setor que menos me empolgou, mas gostei das opções.

Na defesa, achei excelente as escolhas. Henrique, David Luis, Réver e Thiago Silva tem tudo para se tornarem a nova geração de defesa brasileira, incluiria aqui apenas Alex Silva, por tudo que anda jogando no São Paulo.A renovação foi pesada na defesa e necessária. Fique evidente que Mano buscou zagueiros jovens com potencial e que tem tudo para estarem no auge durante a Copa.

No meio campo está a referência de Mano, o treinador almeja fazer o Brasil recuperar o seu estilo e jogar de forma parecida como a campeã Espanha. Não temos nenhum brucutu nessa relação, o volante mais marcador do time é Lucas, mas mesmo assim, se trata de um volante técnico. Compõem esse meio ainda, Hernanes, Sandro, Ramires, Jucilei, Ederson, Carlos Eduardo e Ganso. Questiono apenas a presença de Jucilei, Elias merecia muito mais chance do que o jogador do Corinthians.

No ataque, ótimas apostas, Neymar, Pato e André são as apostas, confio muito no último, André na minha opinião é um atacante diferenciado, consegue fazer gols de todos os tipos, acredito muito no potencial dele. Completam a lista Tardelli e Robinho.

Em linhas gerais, Mano convocou um time leve, jovem e de bom toque de bola. Ao que tudo indica essa será a filosofia de Mano. Diante disso, algumas considerações são possíveis, jogadores considerados “pesados” perdem todas as chances no time de Mano, Adriano, Lúcio, Luis Fabiano, Julio Baptista, entre outros, podem se naturlizar, pois não terão chance.

Outro aspecto importante é mescla entre jogadores que atuam dentro e fora do Brasil, tudo bem que para esse amistoso, a determinação era que mais jogadores do Brasil fossem convocados, mas é importante que essa mistura continue.

Mano começou bem, buscou atender aquilo que os outros 190 milhões de técnicos queriam, o que vale agora é acompanhar a continuidade do trabalho.

E vocês o que acharam da lista? Quem vocês tirariam, e quem vocês incluiriam?

Palpite, mas não precisa convocar o Jucilei…

A rodada foi bagunçada para todo mundo, mas tivemos um vencedor que fugiu da regra e se destacou:

01º Thiaguinho – 165 pts
02° Andre Russo – 105 pts
03° Rodrigo – 95 pts
04° Sidney – 90 pts
05° Wagner – 85 pts
06° Jorge – 70 pts
07º Blogueiro / Paloschi – 60 pts
08º gkeeper – 55 pts

Na liderança geral segue a disputa acirrada entre os três primeiros, confiram:
01º Paloschi – 3290 pts
02º gkeeper – 3240 pts
03º Rodrigo – 3150 pts

Com a atuação na última rodada, Thiaguinho assumiu a liderança do mês de Julho com 290 pts.

Pelo Cartola, meu time continua uma lástima, novamente tentei uma reviravolta, vamos ver o que vai acontecer. Enquanto isso, o albuquerques segue tranquilo na liderança de nossa liga particular, a Liga CMC10, para quem se interessou é só entrar no Cartola e procurar nossa liga.

Vejam os jogos a serem palpitados:
Quarta, 28/07
21h50 – Internacional x São Paulo – Libertadores
21h50 – Santos x Vitória – Copa do Brasil

Sexta, 30/07
21h00 – Portuguesa x São Caetano – Série B

Sábado, 31/07
16h00 – Paraná x Náutico – Série B
18h30 – Fluminense x Atlético-PR – Campeonato Brasileiro
18h30 – Atlético-GO x Guarani – Campeonato Brasileiro
18h30 – São Paulo x Ceará – Campeonato Brasileiro

Domingo, 01/08
16h00 – Palmeiras x Corinthians – Campeonato Brasileiro
16h00 – Vitória x Botafogo – Campeonato Brasileiro
16h00 – Avaí x Goiás – Campeonato Brasileiro
16h00 – Internacional x Grêmio – Campeonato Brasileiro
18h30 – Atlético-MG x Cruzeiro – Campeonato Brasileiro
18h30 – Grêmio Prudente x Santos – Campeonato Brasileiro
18h30 – Flamengo x Vasco – Campeonato Brasileiro

Eu sei que ontem teve a primeira convocação do Mano, mas o Palpitando é tradição, portanto minha análise sobre a lista estará no post de amanhã;

Pitacos do Brasileirão (11ª Rodada)

Galera do blog, mais uma rodada encerrada e o que parecia um campeonato com poucos candidatos ao título, mostra que tem muita gente no bolo.

Dentro do G4, estão Corinthians(1º), Fluminense(2º), Ceará(3º) e Internacional(4º), o alvinegro paulista reassumiu a liderança ao vencer o Guarani de forma convincente, com outra grande atuação de Bruno Cesar, aliás se Mano optar mesmo por convocar apenas jogadores que atuam no Brasil, não duvide se esse menino aparecer na lista do novo treinador brasileiro. O Fluminense cochilou contra o Botafogo e jogou dois pontos no lixo, o Ceará começa a dar sinais de que o “espinafre” acabou, a tendência é que o time comece a descer a tabela. Já o Inter continua em ascensão absoluta. Vem voando baixo para a disputa da Libertadores.

No meio da tabela, destaque negativo para os três grandes de São Paulo, apesar do Santos ter vencido o São Paulo, o time da baixada ainda não reencontrou o seu futebol. O tricolor continua sem vencer no pós Copa, e seus torcedores já estão preocupados com a continuidade na Libertadores, o Palmeiras segue com sua sina, se o time antes sofria com uma defesa fraca, hoje possui um time fraco, apenas nos extremos existe salvação, Kléber e Marcos são os salvadores do time. Felipão vai sofrer muito esse ano.

Na parte debaixo da tabela, três campeões brasileiros fazem companhia para o time do Atletico-GO. Botafogo, Grêmio e Atlético-MG insistem em continuar nesta desconfortável zona. Grêmio e Atlético sofrem respectivamente com problemas de lesões e reestruturação do time. O time do Olímpico tem perdido constantemente seus jogadores titulares para o Departamento Médico, se eu não me engano, o time considerado titular na cabeça de Silas ainda não jogou. Em Minas Gerais, a chegada de um time inteiro faz com que o elenco ainda precise de tempo para entrosamento, além de conseguir melhorar rapidamente a forma física de Daniel Carvalho e Diego Souza, os dois parecem se entenderem muito bem, falta apenas aprimorar a parte física.

E vocês o que acharam desta rodada.

Faço um destaque positivo para nossa seleção de vôlei, novamente campeã. Viramos a referência de vôlei no mundo, todos nos respeitam e nos temem. Parabéns Bernardinho e todo o time campeão, vocês são o maior orgulho dessa pátria atualmente. Obrigado!!