Feriado de Futebol!!

Galera, ontem como era feriado dava pra ficar vendo futebol o dia todo, veja alguns que acompanhei:

Vasco 2 x 1 Corinthians-PR: O Vasco jogou muito mal, o time até começou pressionando a filial do time alvinegro paulista, e logo abriu o marcador com Elton, porém o gol criou um comodismo no time vascaíno que por certos momentos conseguiu tirar do sério até que não torcia para nenhum dos times envolvidos no jogos. No final, o time conseguiu sair vencedor, mas a torcida continua com um pé atrás em relação ao time.

No primeiro tempo, o Vasco pressionou até marcar o primeiro gol, depois disso o jogo se tornou moroso, Coutinho e Dodô pareciam cansados, com uma tonelada de cimento na chuteira, Carlos Alberto se mostrava um pouco mais disposto, mas nada que desse orgulho de ver.

No segundo tempo, o treinador vascaíno promoveu duas mudanças que visavam acordar o time, mas parecia que o “padrão tático” do dia era a sonolência, O Corinthians resolveu começar a acordar e mesmo sem muita vontade conseguiu empatar a partida aos 26 do segundo tempo com Leandro. Só a partir daí o Vasco começou a despertar e foi marcar o gol que carimbou o time para a próxima fase aos 42 com Carlos Alberto. Muito trabalho pela frente em São Januário, elenco existe, falta dar forma a ele.

Guarani 3 x 2 Santos: Quando o Guarani fez o primeiro gol, pensei comigo: Só faltam 06!! Transferi esse pensamento para a cabeça dos jogadores do Guarani e aí entendi porque o jogo pareceu Solteiros X Casados.

O time santista entrou apenas com Felipe no gol e André no ataque dos considerados titulares, além disso a sensação de que o jogo era mera formalidade fez com que o jogo tivesse uma dinâmica lenta, e dessa forma ele foi conduzido até o final do primeiro tempo, terminando em 0x0.

Acho que no intervalo, Waguinho Dias, treinador do Bugre, teve ter dito: “Vamos tentar apenas ganhar a partida!”, já que os jogadores voltaram um pouco mais dispostos, e o resultado foi visto logo no início da etapa complementar, Da Silva abriu o marcador para o time de Campinas, imediatamente o alvinegro praiano respondeu com uma bela falta de Breitner que empatou a partida. O Santos chegou a virar a partida, mas o atacante Richard Falcão entrou no segundo tempo e foi o nome do Guarani ao marcar os dois gols que deram a vitória do Guarani.

Para o Santos, o jogo serviu para testar alguns reservas, para o Guarani, no final, a vitória valeu como prêmio de consolação.

São Paulo 1 x 0 Once Caldas: O tricolor paulista começou o jogo muito bem, pressionou o time colombiano e não deu espaço para o time respirar, o gol saiu apenas no final da primeira etapa, mas foi decisivo para dar números finais, já que na segunda etapa, o time do Morumbi voltou a jogar como na segunda partida contra o Santos, de forma bizonha.

O São Paulo entrou com a formação que considero a ideal, apenas colocaria um lateral esquerdo de verdade na defesa. O que mais me agrada nessa formação é a mobilidade do trio ofensivo, e foram eles os destaques da primeira etapa. Fernandinho, Dagoberto e Marlos pressionaram muito a defesa colombiana e articulavam boas jogadas no ataque, às vezes havia um certo exagero no drible, principalmente oriundo de Marlos. E foi esse trio que criou a jogada do gol, Dagoberto lançou Marlos que ganhou do zagueiro e meio que sem querer tocou para Fernandinho fuzilar o gol colombiano e levar os 50.000 torcedores a loucura no Morumbi.

No segundo tempo, o Once Caldas voltou mais ligado e começou a assustar o São Paulo, foi quando Ricardo Gomes teve a “brilhante idéia” de tirar Fernandinho e colocar Jean, essa mudança fez o time colombiano pressionar ainda mais o São Paulo. Merecidamente, o técnico foi ovacionado pelo coro de “Burro!” por boa parte da torcida, Gomes percebeu o erro, o que prova que ele não é tão burro, e tirou Jorge Wagner para dar uma oportunidade a Washington, a mudança surtiu efeito muito mais no sentido de segurar alguns jogadores colombianos na defesa.

O jogo seguiu com uma leve pressão colombiana, contra alguns contra-ataques desperdiçados por uma certa “fome” excessiva de Marlos. Contudo o São Paulo tem tudo para na pior das hipóteses ser o segundo melhor primeiro colocado, o time ainda não convenceu, mas fez um trabalho extremamente eficiente na fase de grupos.