Domingão de futebol…


Galera do blog, ontem acompanhei dois jogos pela TV, e dois ótimos jogos, primeiro Santos x Palmeiras na Vila Belmiro e depois Flamengo x Vasco no Maracanã. Segue o que eu vi em cada jogo:

Santos 3 x 4 Palmeiras: Admito que fui surpreendido, não pela derrota em si, mas pela recuperação do time palmeirense e pelo grande segundo tempo que foi a partida. O Santos teve tudo para liquidar a partida ainda no primeiro tempo, mas cometeu duas bobeiras no final dele e deixou o Palmeiras empatar, isso foi fundamental para o resultado final.

O jogo começou como era esperado, com a molecada do Santos indo para cima do Palmeiras com tudo, Neymar e Robinho pelos flancos do campo e André no centro do ataque. Apesar de toda a pressão, não estava fácil para o time do Santos criar uma chance real, porém logo aos dez minutos Pará fez sem querer o primeiro gol da partida. O jogador foi lançado na esquerda e ao tentar cruzar para André errou o cruzamento e mandou no ângulo de Marcos. 1×0 Santos.

O Santos continuou jogando em cima do Palmeiras e foi premiado aos 30, Ganso fez ótimo lançamento para Neymar que bateu errado na bola, mas mesmo assim a bola foi para o fundo da rede caprichosamente. Parecia que o Santos iria ganhar com tranquilidade, porém no final do primeiro tempo, o Santos relaxou e o Palmeiras aproveitou dois lances isolados para empatar a partida, dois gols de Robert. Desse jeito, terminava o primeiro tempo.

O segundo tempo veio em grande estilo, o Palmeiras melhorou muito na segunda etapa, e o jogo virou um partidaço. Até que Diego Souza que voltou a fazer boa partida pelo Palmeiras foi premiado com um gol, a partir daí o jogo ficou aberto, era o Santos indo para o ataque com tudo e o Palmeiras contra atacando perigosamente. E o alvinegro praiano achou o empate com o baixinho Madson que apareceu livre dentro da área e bateu no canto de Marcos.

Com o empate, o Santos se empolgou e foi com tudo para cima do Palmeiras, mas Neymar exagerou na empolgação e entrou muito forte em Pierre, expulsão correta. Com um a mais o Palmeiras soube aproveitar os espaços e Robert acertou uma bomba para dar números finais a partida. Grande jogo, grande vitória palmeirense!

Flamengo 1 x 0 Vasco: No clássico carioca, a partida merecia mais gols, aliás oportunidades não faltaram para também acontecer um 4×3 no Maracanã, porém Fernando Prass e Bruno tiveram atuação de gala ontem, o goleiro flamenguista inclusive pegou dois pênaltis, ambos desperdiçados por Dodô.

Logo no começo do jogo, uma chance para cada lado. Na primeira, Vinicius Pacheco dominou a bola sozinho na grande área e bateu para o gol, mas Fernando Prass fez grande defesa. No troco, Dodô deu lindo drible em Alvaro e chutou, a bola tinha endereço, porém desviou em um defensor rubro negro e saiu.

E esse seria o desenho da partida inteira. Chances claras para os dois lados, porém parava nos goleiros, nos zagueiros, nas traves e tudo que pudesse dificultar aquilo que Parreira chama de detalhe, o gol, parecia que precisava ser de bola parada, para os atacantes terem mais tranquilidade na hora da conclusão.

E aos 35, o Vasco teve um pênalti a seu favou. Coutinho foi derrubado na área, na cobrança Dodô foi tranquilo demais para a bola, beirando o sonolento, bateu fraco no canto direito de Bruno que caiu e agarrou a bola. O primeiro tempo acabava sem gols.

Começou o segundo tempo e logo veio a presapada do juíz,ele marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo. Na cobrança, Imperador não perdoou e abriu o marcador. Fora isso, o segundo tempo continuou da mesma forma que o primeiro, chances claras para os dois lados, mas o gol tava difícil. Para manter a semelhança com o primeiro tempo, o Vasco teve outro pênalti a seu favor. Seguindo todo o ritual, para ficar igualzinho os dois tempo, Dodô se preparou para bater do mesmo jeito, bateu no mesmo canto e o resultado foi o mesmo, defesa de Bruno.

Em resumo, foi um grande jogo, onde qualquer time poderia ter saído vencedor, só fico triste porque o único gol da partida, saiu em jogada irregular.

5 respostas em “Domingão de futebol…

  1. Santos e Palmeiras fizeram um jogão, ontem. Gostei do Santos até o momento do segundo gol. Depois o time se acomodou. Mas, o Palmeiras não é o Naviraiense. Achou dois gols, nas falhas da defesa do Santos e empatou no final do primeiro tempo. Voltou diferente, quis ganhar o jogo. E ganhou. Os jogadores do Santos são jovens e sentiram o baque do terceiro gol. Mas, acho que faltou maturidade para jogar sério e matar o jogo no primeiro tempo. Desculpe-me os que pensam ao contrário, mas o Robinho tem jogado na sombra dos outros. Deveria ter comandado o time, o que tem sido feito pelo Ganso. Aliás, que jogador! Marcou, driblou, armou contra-ataques, deu passes para os gols. Para mim, o melhor jogador do torneio.
    Falando nas dancinhas: tem que ter dancinha, sim! Não acho que é fazer pouco do adversário. É a explosão da alegria do jogador e ele deve festejar o gol. Já vemos até algumas torcidas na arquibancada comemorando desses jeito. Gostava da maneira de jogar do Palmeiras da época da Parmalat: era o melhor time na ocasião, fazia três gols e continuava correndo para fazer mais. Ninguém jamais reclamou de falta de respeito. Os meninos da vila precisam pensar nisso.

  2. Pingback: Domingão de futebol… « Cadê meu camisa 10? – camisa

  3. MEU DEUSSSS!!!

    O 2° e o 4° gols foram maravilhosos eim?

    Não digo que o Palmeiras esta bem, nem nada, pelo contrario, este ano vai ser duro. Mas afirmo que esse time do Santos não vai dar em nada. Na hora do vamos ver, vão pipocar!

    A unica coisa que eles tão conseguindo é chamar atenção em comemorações e tal…

    Falando das comemorações, quero deixar claro que não vejo problema nenhum jogador dançar, fazer coreografia, ou alguma coisa do tipo… Mas o Santos esta exagerando, ainda mais em classico!

    O unico cara que imitou um porco uma vez foi o viola e posso dizer que se arrependeu amargamente depois. Espero que o Madson nunca precise do Palmeiras, como o Viola precisou!

    Um grande abraço verde as loiras do tchan da vila!!!

  4. Bom, eu poderia começar a falar do grande jogo de hoje a partir dos erros da arbitragem. Primeiro na mão do Edinho na bola dentro da área, em cruzamento do Pará. Poderia falar, também, do empurrão do Diego Souza no Edu Dracena dentro da área; e poderia reclamar da falta invertida que originou o primeiro gol do Palmeiras – Só o bandeira não viu a cotovelada do nada maldoso Diego Souza em cima do Pará. Isso sem dizer que o Pierre bateu até na mãe do juiz, as cartão pra ele, zero. Bateu no Neymar, bateu no Robinho, bateu no Arouca – que tb apanhou do Clayton Xavier, bateu no Ganso no lance do terceiro gol do Santos, bateu, bateu, bateu e bateu!!! Mas tudo bem, como reclamar da arbitragem é coisa de derrotado, prefiro falar do espetáculo que foi o jogo e não perder o tempo citando erros do juiz, que foi bem na partida, expulsou com toda a razão o Neymar – que foi mais infantil que criança de 5 anos, mas não puniu como devia o Pierre. Mas tudo bem, ele foi um mero coadjuvante no clássico.

    Eu prefiro falar mal do sistema defensivo do Santos, que apagou, principalmente com o Durval que foi só para “bater o cartão”. Arouca, Wesley e Pará apoiaram até que bem, mas na marcação foram uma lástima e apenas o Edu Dracena fez uma boa partida. Agora, o Setor defensivo do Palmeiras deu show. No primeiro tempo estava mais perdido que cego em tiro teio, mas no segundo tempo foi muito bem. Quem pouco apareceu mas foi fundamental foi o Marcio Araujo que anulou muito bem o Neymar. Não bateu e marcou muito bem.
    Parabéns ao Santos, que foi ofensivo, criou ótimas jogadas, mas deixou o palmeiras gostar do jogo. Parabéns ao Palmeiras, que, quando pararam de bater e resolveram jogar bola, foram precisos. Robert calou a boca de centenas coroas da “Turma do Amendoim”; o maldoso Diego Souza sabe jogar bola muito bem, provou isso. O Clayton Xavier deu conta do recado e foi muito bem tb.
    Enfim, foi um clássico digno de Santos x Palmeiras, com muitos lances bonitos e jogadas interessantes.

    Agora, quanto a polêmica ridícula sobre as comemorações, sou a favor do Marcos. O gol é o momento máximo do jogo, se o grupo não puder mostrar sua alegria, fazer brincadeiras, o que será do futebol. Sempre fui a favor disso, desde Viola, Paulo Nunes, Edmundo, até Neymar e cia. E que isso não acabe, assim como não se deve coibir o pé por cima da bola, as pedaladas, chapéus e tudo mais que torna o futebol brilhante!

    Sobre o outro jogo, nõa assisto o Carioca, dá azar!!!

    • Müller,

      As comemorações são bem legais sim, concordo! Mas o Santos esta exagerando nisso! É capaz até de o santos fazer dancinha mesmo se fizer 1 gol em um jogo que esta perdendo de 2×0…

      Isso tudo é fogo de palha… Lembra quem era a sensação nos ultimos anos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s