Palpite antes de ver a final do BBB…

Galera, a rodada de março terminou, ontem o trabalho consumiu todo o meu tempo, mas fiz questão de publicar dois posts hoje para vocês poderem também comentar sobre o jogo eletrizante de ontem, mas enquanto isso não esqueçam de palpitar:

Segue os vencedores da rodada anterior:
01º gkeeper – 110 pts
02° Blogueiro / Wagner – 95 pts
03° Wallace – 80 pts
04° Thiaguinho / Sidney / Rodrigo – 70 pts
05° Paloschi – 65 pts

Na liderança geral tivemos algumas mudanças, vejam como está:
01º gkeeper – 1465 pts
02º Rodrigo – 1450 pts
03º Paloschi – 1420 pts

No mês de março, gkeeper deu um sprint final e faturou o mês de março com 510 pontos.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta-feira, 31 de março de 2010
15h45 Arsenal x Barcelona – Champions League
19h30 Cruzeiro x Veléz Sarsfield (ARG) – Libertadores
21h00 Portuguesa x Ponte Preta – Copa do Brasil
21h50 Monterrey (MEX) x São Paulo – Libertadores
21h50 Internacional x Cerro (URU) – Libertadores

Quinta-feira, 01 de abril de 2010
10h30 Schalke 04 x Bayern Munique – Campeonato Alemão
17h05 Benfica x Liverpool – Liga Europa
19h15 Corinthians x Cerro Porteño (PAR) – Libertadores

Sábado, 03 de abril de 2010
11h00 Manchester United x Chelsea – Campeonato Inglês
18h00 Duque de Caxias x Vasco – Campeonato Carioca
18h00 Friburguense x Flamengo – Campeonato Carioca

Domingo, 04 de abril de 2010
16h00 São Paulo x Botafogo-SP – Campeonato Paulista
16h00 Juventude x Grêmio – Campeonato Gaúcho
16h00 Internacional x Universidade – Campeonato Gaúcho
18h30 São Caetano x Santos – Campeonato Paulista

Anúncios

Clássico cheio de gols (e falhas defensivas)..

Galera, hoje foi um daqueles dias qeu foi impossível sentar a frente de um micro para postar, por isso peço desculpas pela ausência de post sobre um jogo tão eletrizante quanto foi o classico. Resolvi trazer o comentário que o grande jornalista Fernando Sampaio fez em seu blog. Apenas destaco que o clássico foi eletrizante, mas não bom, mais da metade dos gols sairam de falhas grotescas das defesas. De resto, concordo com tudo que Fernando menciona abaixo. Confiram:

Retirado do blog de Fernando Sampaio.
Os dois entraram preocupados em marcar forte e não dar o contra-ataque. A ideia era sair na frente, afinal eram as duas defesas menos vazadas do campeonato. Sair na frente seria uma bela vantagem. Ninguém imaginava um jogo com tantos gols.

Foi um jogo espetacular, decidido num gol contra, nos acréscimos.

A primeira chance do Corinthians veio na bola aérea. Aos 15′, escanteio cobrado pelo Danilo e Paulo André mandou na trave. Na volta, outra trave. Aos 18′, Jean perdeu bola no meio-campo e deu primeiro contra-ataque do jogo. Em toques rápidos, Elias marcou um golaço, com participação de Danilo, Dentinho e Ronaldo.

Depois do primeiro gol, o São Paulo saiu para o jogo mas não conseguiu furar a retranca. Faltou espaço e criatividade. Aos 34′, Danilo ampliou de pé direito no ângulo. Ele cresce nos clássicos. Logo depois, Washington e Dentinho foram expulsos. Foi o único erro grave do Seneme. O são-paulino jamais poderia ter sido expulso. Não tem explicação. Semene fez media. Aos 43′, Jean diminuiu na única boa jogada de Dagoberto no clássico.

O Corinthians foi bem melhor no primeiro tempo.

No segundo tempo o jogo pegou fogo. Há anos, defendo o futebol com 10 jogadores. É muito mais aberto e ofensivo. Aos 7′, Roberto Carlos marcou de falta. A bola desviou, o gramado estava molhado, mas a bola era defensável. De qualquer forma, Rogério Ceni fez uma bela partida e evitou mais gols do Corinthians.

O Corinthians abriu 3×1 e parou. O São Paulo cresceu e empatou. Aos 29′, Hernanes bateu falta no meio do gol, Rafael Santos deu rebote e Souto marcou. Aos 37′, Souto empatou aproveitando mais uma cobrança de falta. Cicinho entrou bem na partida.

Nos últimos minutos, o jogo ficou aberto e qualquer um poderia ter levado. Mano colocou Iarley e o atacante foi feliz. Chutou errado. A bola estava indo em direção a lateral. Alex Silva colocou a cabeça e a bola foi no ângulo.

Foi justo. O Corinthians mereceu mais a vitória e acabou levando.

Uma questão de cultura!

Como é engraçado as diferenças culturais nos clubes, como alguns eles se comportam de forma diferente no momento de crise. Falo isso exclusivamente a respeito de Corinthians e São Paulo. Apenas em tempo, não considero que os times estão em crise, apenas em um mal momento no início do ano, seus times não tem convecido suas torcidas. Porém a condução desse impasse é tratado de forma diferente.

No Corinthians tudo tem proporção colossal e uma pitada de sangue quente. O clube da massa sofre quando vira matéria, envolve todos que gostam de futebol, sejam os corintianos ou os anti corintianos (incluam aqui palmeirenses, são paulinos e santistas). Além disso, a gestão composta por pessoas de origem exclusivamente italiana e espanhola, transforma impasse em tabloíde e tudo ganha proporções gigantescas. O gesto de Ronaldo virou manchete pelos quatro cantos, a insastifação da torcida contra o time foi propogada por todo o Estado de São Paulo.

E no São Paulo, o clube da elite paulista, ou pelo de formação elitista, visto que em todos os clubes todas as classes sociais se fazem presente, a preocupação pelo momento do time não é propagada, é trabalhada nos bastidores, as críticas que a torcida tem feito a maneira do time jogar são abafadas, qualquer tentativa da imprensa de esmiuçar o que acontece nos bastidores tricolor são rapidamente contidas, mesmo as especulações, lembro-me quando no passado recente tentaram dizer que o clube devia direito de imagem aos jogadores, informação imediatamente desmentida.

Não cabe a mim julgar quem está certo ou errado, na verdade, resta a mim entender os dois lados, aspectos culturais devem ser considerados sempre, até na contratação dos jogadores, quem nunca se parou dizendo: “Esse fulano tem a cara do time tal”.

E vocês também enxergam esses aspectos culturais nos clubes? Vêem como um aspecto relevante nas tomadas de decisões?

Ela está solta pela estaduais…

Galera do blog, a Zebra andou aprontando nessa quarta-feira, fazia tempo que não via tantos jogos com resultados atípicos. Que a zebra acontecem sabemos, mas ontem em quatro jogos ela apareceu.

Ela começou fazendo arte em Araraquara, onde jogaram Rio Branco e Palmeiras, o time do interior que luta desesperadamente para sair do rebaixamento, conseguiu um bom resultado ao empatar com o Palmeiras por 2×2. Gols de Diego Souza e Ewerthon para o Palmeiras e Alex Terra e Romarinho para o Rio Branco. O resultado não ajudou em nada o Rio Branco na luta contra o rebaixamento e praticamente decretou a não classificação alviverde.

Saindo de Araraquara, a Zebra resolveu aparecer em Bragança, o Bragantino que estava ameaçado de entrar na zona do rebaixamento conseguiu frear a série invicta do tricolor, dando uma apimentada maior ao clássico de domingo. O jogo foi aberto com boas chances para os dois lados, porém o Braga aproveitou melhor uma das chances, enquanto Gilvan fez excelente defesas do lado do time do interior. Resultado final, 1×0 Bragantino, Gol de Maurício.

A Zebra conseguiu atuar em outros lugares simultaneamente, em Barueri por exemplo sua atuação foi tanta contundente que até Ronaldo foi vaiado, o alvinegro não jogou mal, mas Ronaldo perdeu chances a vontade, abusou do direito de não fazer gol e o time saiu ironicamente derrotado por um jogador do São Paulo (adversário do próximo domingo), Mazzola que foi emprestado pelo time de Jundiaí, anotou o único gol da partida. O Gol melhorou um pouco a situação do Paulista para sair do rebaixamento e fez o Corinthians começar a se preocupar com a sua vaga para a próxima fase do Paulista.

Em Porto Alegre, a zebra aprontou uma daquelas um pouco mais pesada, lá ela tratou de colocar a cabeça de Fossati totalmente a prêmio para delírio de Muricy que fica praticamente dentro do Beira-Rio neste momento. O Colorado foi goleado pelo excelente São José da capital gaúcha por 3×0, gols de Dadá, Jeférson e Guilherme. Com este resultado o time do Inter segue sem vencer a 05 partidas, algo inaceitável para um time como o Inter. É esperar os próximos capítulos.

Agora, foi em São Januário que a zebra mais ficou dando risada, Dinamite já tinha avisado para Mancini: “Futebol é resultado!”, Mancini que tinha dúvidas com relação a essa frase, teve uma ajudinha substancial do Americano que soube aproveitar as duas chances que criou com Leandro Melina e até as que não criou no gol contra de Nilton. Foi assim que o time da cruz de malta caiu por 3×2 para o Americano, aliás falando em cair, Mancini que não conseguiu o “resultado” foi demitido por Dinamite.

Santos e Grêmio tomem cuidado, ela está solta por aí…

Pranchetando o Santos

Galera do blog, resolvi mais uma vez me meter a besta e analisar algum time, dessa vez vamos falar um pouco do time sensação, o Santos. Veja ao meu ver como é a disposição tática do time da Vila:

Vendo a maneira como o time joga, já notamos algumas diferenças do que atualmente acontece, ao meu ver o time do Santos espalha mais seus jogadores em campo, mais ou menos como aquela história do piloto que aproveita a pista toda.

Uma das maiores vantagens para mim desse time, está no banco, Dorival Junior é um dos grandes responsáveis por esse encanto que o time tem provocado, e tudo isso por uma frase dita desde de que me entendo por gente no futebol, “A melhor defesa é o ataque!”.

Dorival é inteligente e percebeu que o time do Santos não possui em seu elenco jogadores de grande capacidade defensivamente, portanto aproveitou o impeto ofensivo da molecada e criou uma blitz na própria defesa adversária e é isso que faz o Santos funcionar, mesmo assim quando o time é atacado a recomposição defensiva é muito rápida, graças a leveza dos seus jogadores de meio.

E é no meio que está uma das principais peças dessa engrenagem santista, trata-se do menino Wesley, o garoto que joga com a camisa 05, tem papel fundamental no time, quando ele ataca, ele vira um ponta na direita, principalmente para ocupar o espaço que normalmente as defesas adversárias deixam daquele lado. Esse espaço é deixado, porque quando o time joga com Neymar e Robinho abertos nas pontas, quase sempre aquele que estiver no lado direito carrega a marcação dupla do lateral e do zagueiro, criando uma avenida para Wesley subir.

O menino tem liberdade para atacar, pois o lateral direito foi sabiamente improvisado por Dorival, é Roberto Brum que não sobe e sabe cobrir bem o espaço deixado por Wesley já que Brum é volante de origem. Quando precisa defender, Wesley volta rapidamente para cobrir o avanço do armador adversário, enquanto Arouca já faz a proteção junto com Brum.

Além disso na frente, mesmo quando Robinho ou Neymar estão ausentes, Marquinhos ou Madson podem entrar, junta-se a isso a inteligência de Ganso que sabe quando está bem marcado e leva seu marcador para longe deixando um buraco para Marquinhos jogar.

O maior problema do Santos ainda está na defesa, devido ao impeto ofensivo, quando um adversário consegue acertar um bom contra ataque, principalmente pelo lado esquerdo, encontra a defesa santista no homem a homem, e mesmo sendo uma dupla experiente, dá sinais que só a experiência não basta.

De qualquer forma, no último jogo do Santos, Dorival mostrou o quanto ele escolta seu time no poder ofensivo que ele tem, o jogo estava 4×1 para o Santos quando ele resolveu tirar um volante para colocar um atacante, quando o Santos ampliou para 5×1, ele tirou um lateral-esquerdo e colocou um meia-atacante e para terminar quando o time vencia por 6×1 ele fez a última substituição, tirando um zagueiro para colocar um volante.

Ou seja, o Santo terminou a partida, com 01 goleiro, 01 zagueiro, 03 volantes, 03 meias e 03 atacantes. Resultado para quem não lembra, 09 x 01. Apenas para evitar os comentários de sempre, pode ser que não era um grande time, mas que eu me lembre nenhum time esse ano chegou perto de tal marca. São 19 jogos e 61 gols, mas de três por partida.

Pelo jeito a velha máxima tem funcionado, “A melhor defesa é o ataque!!”

Palpite sem moderação!!

Galera, o Palpitando vai chegando a mais uma rodada, rodada essa que fecha o mês de Março. Vamos palpitar:

Segue os vencedores da rodada anterior:
01º Rodrigo – 195 pts
02° Paloschi – 185 pts
03° gkeeper – 175 pts
04° Thiaguinho – 140 pts
05° Sidney / Bülau – 135 pts
06° Blogueiro – 105 pts

Na liderança geral, vejam como está:
01º Rodrigo – 1380 pts
02º gkeeper / Paloschi – 1355 pts
03º Thiaguinho – 1220 pts

No mês de março, Rodrigo acelera como o seu Santos e assume a liderança com 415 pts, gkeeper segue de perto com 400.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta-feira, 24 de março de 2010
21h50 Cruzeiro x Deportivo Italia (VEN) – Libertadores
21h50 Bragantino x São Paulo – Campeonato Paulista

Quinta-feira, 25 de março de 2010
19h30 Volta Redonda x Botafogo – Campeonato Carioca
19h30 Grêmio x Novo Hamburgo – Campeonato Gaúcho
21h00 Botafogo-SP x Santos – Campeonato Paulista

Sábado, 27 de março de 2010
14h00 Roma x Inter de Milão – Campeonato Italiano
14h30 Bayer Leverkusen x Schalke 04 – Campeonato Alemão
16h00 Palmeiras x Mirassol – Campeonato Paulista

Domingo, 28 de março de 2010
16h00 Corinthians x São Paulo – Campeonato Paulista
16h00 Caxias x Internacional – Campeonato Gaúcho
16h45 Milan x Lazio – Campeonato Italiano
17h00 Real Madrid x Atletico de Madri – Campeonato Espanhol
18h30 Vasco x Fluminense – Campeonato Carioca