Pitacos da quase encerrada 32ª rodada!!

FICA WASHINGTON!!!!!

Galera do blog mais querido de futebol, sei que estou postando mais tarde do que de costume, mas estou um pouco cansado para manter a rotina do “post da madrugada”, mas vamos lá antes tarde do que nunca. Vamos falar dos jogos dessa quarta, que colocaram o meu tricolor na liderança provisória do campeonato.

Atlético-PR(14º) 1 x 1 Santos(13º): Brigando pela Sulamericana, os dois times fizeram um jogo razoável, de bom mesmo serviu para ver Ganso voltar a jogar bola e Luxa voltar a montar um bom esquema, além de tudo Kléber Pereira voltou a marcar e se tornou o maior artilheiro do Peixe em Brasileirões, do lado do Atlético-PR, gosto muito do futebol de Wally, porém ontem o atacante paranaense não correspondeu.

Botafogo(16º) 1 x 0 Naútico(18º): No jogo dos desesperados, o Fogão venceu e termina essa rodada fora da zona da degola, não menosprezando os outros postulantes a permanência a Série A, mas na minha opinião o time carioca encontrou um padrão de jogo que favorece o futebol de seus melhores jogadores e pelo futebol apresentado o time parece ser o mais forte para essa luta pela fuga do rebaixamento. Na partida, o Bota não pode reclamar da arbitragem, pois ganhou a partida com um pênalti inexistente.

Grêmio(7º) 3 x 1 Avaí(12º): O Grêmio segue com sua sina nesse campeonato, vence bem em casa e perde feio fora do Olímpico. O jogo não foi aquela maravilha, foi bem feio por sinal, os gols saíram mais por causa do ímpeto de Maxi Lopez do que por talento. No final, o Grêmio ainda tem a esperança de lutar por uma vaga no G4 e para o Avaí resta a certeza de uma excelente campanha feita.

Cruzeiro(5º) 3 x 2 Santo André(17º): Grande jogo, o Santo André voltou a ser o Ramalhão que inferniza a vida dos grandes times e o Cruzeiro mostrou porque é o melhor time do segundo turno, todos os gols sairam no segundo tempo, agora sem querer fazer papel de conselheiro, mas já fazendo, os três “T” do Cruzeiro tem que estar em sintonia (Time, Torcida e Técnico), é nítido o descompasso da torcida com Adilson Batista e consequentemente, reflete na atuação do time. Eu lembro a todos, a Raposa tem a tabela teoricamente mais fácil daqui pra frente, Adilson Batista pode fazer o time ter um desempenho fantástico nesse segundo turno e levar o caneco.

Barueri(11º) 2 x 0 Flamengo(6º): Terminou a invencibilidade do rubro-negro, o Barueri voltou a jogar bem após a volta dos seus melhores jogadores, no lance do primeiro gol, tudo bem que Thiago Humberto estava impedido, mas o lençol que ele deu no Alvaro foi fora de série, repito o que já disse aqui inúmeras vezes, acho o time inteiro do Barueri bom, mas o T. Humberto é disparado para mim o melhor jogador. Sei que o Flamengo poderá reclamar da “ajudinha” da arbitragem, mas na minha opinião pelo que jogou ontem, com ou sem ajuda o Flamengo padeceria, fica claro a importância do “tio” Pet para o rubro-negro, o time com ele é favorito ao título e sem ele é mero coadjuvante.

Vitória(10º) 0 x 1 Corinthians(9º): Juro que não vi nada desse jogo, na verdade fiquei entretido com o jogo do meu tricolor, e portanto vi alguns lances apenas, achei o gol muito bonito do argentino Defederico que parece aos poucos mostrando o seu melhor futebol, ficou claro que ele disputa posição com Dentinho no time, diante disso ainda falta o meia armador o Corinthians.

São Paulo(1º) 1 x 0 Internacional(4º) Partida ganha no coração, mas especificamente no “Coração Valente”, brincadeiras a parte o gol de Washington ao apagar das luzes do primeiro tempo garantiu a liderança provisória para o tricolor, lembro que quando vi que o São Paulo não renovaria com ele não gostei nem um pouco, e vou lançar a campanha “FICA WASHINGTON!!”. Bom, vamos ao jogo, a partida não foi fantástica, mas foi interessante, do lado colorado D’ Alessandro comandou as ações e Taison infernizou Renato Silva no primeiro tempo, o segundo o menino cansou e foi substituído, o Inter até merecia sorte maior contra o meu tricolor, mas não soube aproveitar a oportunidade, Alecsandro perdeu várias oportunidades. Pelo meu São Paulo gostei da atuação de Hernanes, Dago e Gonzalez, o argentino vem conquistando seu espaço, mas disparadamente Bosco mostrou que sempre que Ceni for acometido pela inveja do Sr. Simon, o tricolor estará em boas mãos.