Do joguinho ao jogão…

Acompanhei ontem, dois jogos na TV, primeiro Palmeiras x Nacional (URU) e depois Corinthians x Internacional.

O primeiro jogo foi péssimo, o time uruguaio é muito fraco se classificou graças a incompetência e nervosismo palmeirense. O Palmeiras mostrou que foi valente, foi longe na Libertadores, mas tinha tudo para estar na final, mas não teve força.

Palmeiras 180609

No jogo, Keirrison mostrou estar mais leve, e parece render mais longe da pressão da torcida, agora o “querido craque” dos alviverdes para variar passou o jogo reclamando o tempo inteiro e não jogando nada, Diego Souza precisa amadurecer, é mais um daqueles que tinham tudo para ser um grande jogador, mas uma pecinha chamada cérebro atrapalha.

Em resumo, um jogo muito feio, o campeão da Libertadores tem tudo para sair do outro lado da chave, onde o Grêmio (que se classificou ontem no sufoco) espera o vencedor de Cruzeiro e São Paulo.

Agora, o jogão. Ouso a dizer que hoje no Brasil, não existe time jogando mais que Inter e Corinthians, uma pena a Seleção brasileira ter prejudicado um pouco esse jogo.

Guina é outro monstro!

Guina é outro monstro!

A partida foi eletrizante, bem jogada principalmente, apenas o Leandrão que entrou para tumultar. No Corinthians admiro muito a importância tática de Jorge Henrique que foi muito bem premiado ontem, além disso o time todo jogou bem, apenas Dentinho que não apareceu.

O Inter mostrou que tem um bom time, mas fez muito falta Nilmar e D’Alessandro. O time é muito organizado, toca bem a bola e sai rápido assim como o Inter. Agora, um show a parte foi esse menino Taison, como ele joga bola, um atacante fantástico.

Apenas para não dizer que o jogo foi perfeito, acho que o Héber economizou cartão para aqueles que estavam pendurados. Chicão e principalmente Elias mereceram o cartão amarelo que os tiraria do último jogo, mas Héber foi conivente.

Além disso muitos poderão reclamar que no segundo gol Elias cobrou a falta com a bola rolando, que Chicão exagerou na força em um lance polêmico, onde poderia ter sido marcado pênalti. Mas achei o jogo tão incrível que prefiro não me ater a isso, prefiro acreditar que o segundo jogo será tão bom quanto.

Mas isso é o de menos, grande jogo onde o Corinthians com o 2×0 botou praticamente as mãos na taça, dificilmente perderá o título, o Inter terá que mostra sua força e fazer o Gigante da Beira Rio acuar os corintianos.

Parabéns Corinthians e Inter pelo grande jogo.